«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 225 | 226 | 227 |...| 730 | 731 | 732 || Next»

Horse Riding Fitness Ace Power: andar de cavalo em casa e sem cavalo

LuisaoCS

Andar de cavalo é um esporte proibitivo. Há que ter um cavalo, ajeitar lhe uma baia, comida, amor e um spray de pimenta para que se defenda de suas amigas solteiras. Os japoneses, que pensam em tudo, chegaram a solução para tão trágica situação fabricando uma máquina de exercícios equinos caseira. Seu nome, Horse Riding Fitness Ace Power, é um cruzamento entre um grupo indie e um velocípede sem rodas, e sua forma de publicitar o produto... bem, é toda uma japonesice.

Como todo comercial deste estilo, tem uma pessoa que sofre um problema antes de ter o objeto e a solução surge com o objeto em si. Com o Horse Riding Fitness Ace Power estava difícil propor esta questão, mas resolveram do problema de forma sutil em 1:39, onde suponho que o narrador está dizendo "por fim acabaram essas jornadas lastimáveis de tentar montar um cavalo imaginário na sala graças a Horse Riding Fitness Ace Power!".

Aviso: não desespere, o vídeo começa em 0:30. É só mais um detalhe para acrescentar suspense e tensão.

Via | WTF Japan Seriously?!.


Um pingente muito pervertido

LuisaoCS

Vamos deixar algo claro: o pingente de correntinha de peru erétil não é algo que serve em quaisquer pescoços por ser uma referência visual em tempo real do que acontece debaixo da cuequinha. De qualquer forma pode ser prático à hora de estabelecer relações; evita que a gente tenha que baixar a braguilha e sacar o bitelo para fazer a demonstração. Mas tudo isto é irrelevante. Há alguém que vai explicar melhor do que eu e em francês, que é um idioma mais efetivo para falar destas coisas.


Um velho remédio para a asma poderia pôr fim à obesidade

LuisaoCS

Um velho remédio poderia pôr fim à obesidade

Pesquisadores do Instituto de Ciências da Vida da Universidade de Michigan (EUA) descobriram que o Amlexanox, um remédio que até agora era prescrito para tratar a asma, poderia pôr fim a obesidade e a diabete. Segundo publicam Alan Saltiel e seus colegas na revista Nature Medicine, uma das razões pelas quais as dietas de emagrecimento não resultem efetivas à hora de perder peso em algumas pessoas em que seus corpos se adaptam à redução de calorias freando o metabolismo para "defender o peso corporal" e não permitir "que se perca nem uma grama de gordura". O Amlexanox acua modificando a resposta metabólica ante o excesso de caloria armazenadas, de tal modo que bloqueia os genes que fazem que o metabolismo pare desnecessariamente. Deste modo o organismo queima mais energia e armazena menos gordura.

Em seus experimentos com ratos, os pesquisadores comprovaram que o fármaco ajuda a perder peso tanto nos ratos que são obesos por causas genéticas como nos que engordam por ingerir uma dieta hiper-calórica. E que, se não fosse o bastante, o tratamento pode ser também benéfico para alguns problemas metabólicos como a diabete ou o fígado gorduroso.

O fármaco é comercializado no Japão a mais de 25 anos, motivo pelo qual se demonstrarem que sua efetividade é similar em humanos, poderia ser usado muito cedo para tratar a obesidade, elevada já à categoria de epidemia mundial.

Via | Veja.


Que substâncias químicas libera o cérebro apaixonado?

LuisaoCS

Que substâncias químicas libera o cérebro apaixonado?

Segundo Domeena Renshaw, pesquisadora do Departamento de Psiquiatría e Neurociencia do Comportamento da Universidade de Loyola (EUA), apaixonar-se gera no organismo uma autêntica "inundação" de substâncias químicas que nos fazem sentir bem, e que também são responsáveis por reações físicas como o enrubescimento das buchechas, a sudoração das palmas das mãos e a aceleração do batimento cardíaco. Concretamente o "coquetel" cerebral dos apaixonados é formado por dopamina, adrenalina e norepinefrina. A dopamina provoca sentimentos de euforia, enquanto a adrenalina e a norepinefrina fazem com que o coração bata com força e nos tiram o sono.

Por outra parte, escaneando o cérebro de pessoas apaixonadas com ressonancia magnética descobriram que o sentimento amoroso aumenta o fluxo de sangue para o centro de prazer do cérebro de maneira similar ao que acontece com os viciados em drogas. A isto se soma o fato de que quando nos apaixonamos os níveis de serotonina baixam em nossos neurônios, o que explica por que no princípio de uma relação "não temos olhos para mais ninguém, somente para o ser amado", esclarece Renshaw.


O que causa o cheiro de terra molhada depois da chuva?

LuisaoCS

O que causa o cheiro de terra molhada depois da chuva?

A responsável pelo agradável cheirinho de terra molhada que costumamos perceber depois da chuva é uma bactéria inofensiva chamada Streptomyces coelicolor. Este micróbio, produtor de esporos, encontra-se na maioria dos solos e produz uma substância chamada geosmina, palavra de origem grega que significa "aroma da terra".

Ainda que talvez este cheiro não seja mais do que anedótico e evocador para os seres humanos, para os camelos pode marcar a diferença entre a vida e a morte. Os cientistas suspeitam que esta molécula seja detectada por seus receptores olfativos quando estes animais viajam pelo deserto, indicando lhes que há água por perto. Isto explicaria por que os camelos do deserto de Gobi são capazes de encontrar água a mais de 80 quilômetros de distância.

O genoma do Streptomyces coelicolor foi sequenciado em 2001 e seus quase 8.000 genes foram publicados na revista Nature.


PowerUp: Um avião de papel auto-autopropulsionado e controlado por Bluetooth

LuisaoCS

Que terno! Este avião de papel chamado PowerUp 3.0 controlado por iPhone voa durante dez minutos de forma autônoma. A ideia de dar-lhe mais manobrabilidade parte de versões anteriores do PowerUp, mais conhecidas como "kits de propulsão para aviões de papel" que podem ser adaptados a qualquer aviãozinho. O que vendem é o mecanismo propulsor e o carregador; o avião de papel deve ser dobrado pelo proprietário, ainda que para os menos avisados também vendem moldes de variadas cores.

Como funciona?
O vôo que o PowerUp faz parece sem dúvida bastante básico, mas é bem mais divertido pela maior duração do voo. O melhor: podem ser recarregados em qualquer lugar inóspito com um adaptador que usa três pilhas AA em seu interior. 20 segundos de carga rápida rendem 90 segundos de vôo. E melhor ainda, que são baratos; seu preço em lojas e na Amazon é de mais ou menos uns 40 reais a unidade -isto se refere à versão antiga, não a de Bluetooth/iPhone que ainda não está à venda-. Ah sim, a versão xing ling custa um pouco menos: 25 reais


«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 225 | 226 | 227 |...| 730 | 731 | 732 || Next»