«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 578 | 579 | 580 |...| 593 | 594 | 595 || Next»

Aiptek PocketCinema Z20, câmera de vídeo 720p e pico projetor

LuisaoCS

Aiptek PocketCinema Z20

Já não é mais necessário levar aquela "tranqueira" toda para filmar um evento ou reunião familiar e depois mostrar para todo mundo. Tudo o que você necessita é o novo PocketCinema Z20 da Aiptek, que reúne uma câmera de vídeo 720p com um pico projetor com uma lista de características entre as quais se incluem 2 GB de memória interna, uma ranhura microSD, uma tela LCD de 2,4 polegadas, uma saída HDMI, e um conector de vídeo composto (com adaptador iPod) para ser utilizado com praticamente qualquer vídeo-console de mesa.

O preço? 850 paus. Os picoprojetores com preços (quase) populares devem ser analisados com cuidado antes da compra. Adquiri um modelo Optoma dias atrás e minha primeira reação foi uma vontade imensa de atirá-lo na parede.

Via | picodv.com.


Internet deveria ser um direito constitucional

LuisaoCS

Direito a internetNós, as pessoas que vivemos ligados a internet, que nos informamos, que nos comunicamos através dela, sabemos perfeitamente da brecha tecnológica que existe entre aqueles que tem a possibilidade de acessar a rede e as que não. A rede é o local que concentra a maior quantidade de informação e, se soubermos buscar e aproveitar da maneira correta, temos a nossa frente, com a distância de um só clique, um potencial único e incomparável.

Uma pesquisa realizado pela GlobeScan para a BBC em 26 diferentes países e com mais de 27 mil pessoas -Brasil incluso- demonstrou que quatro em cada cinco pessoas consideram que a Internet deveria ser um direito constitucional. Aliás, alguns países, como a Finlândia por exemplo, já legislaram para que assim seja e, enquanto, as Nações Unidas pressionam os governos para que sigam esse mesmo caminho.

Hamadoun Toure, secretário geral da União Internacional de Telecomunicações, deu uma claríssima razão pela qual esta petição não pode ser ignorada:

"O direito a comunicar-se não pode ser ignorado. A Internet é o recurso de abertura mais poderoso jamais criado. Os governantes devem ver a rede como uma infra-estrutura básica, assim como as estradas, os serviços sanitários ou a água. Entramos na era da sociedade do conhecimento e cada cidadão deve ter o direito de participar."

Me parece óbvio que atualmente há que educar as pessoas para o uso correto da Internet já a partir da escola primária e fazer com que os cidadãos de todos os países do mundo possam ter acesso a ela como um direito básico e inalienável.


Messier 78

LuisaoCS

Messier 78

Messier 78 ou M78 é uma nebulosa difusa que se encontra-se a aproximadamente 1.600 anos luz da Terra. É a mais brilhante em seu grupo que incluem NGC 2064, NGC 2067 e NGC 2071. Sua intensidade deve-se a duas estrelas próximas de magnitude 10. Foi descoberta por Pierre Méchain em 1780. Para os fanáticos do Ultraman, este é o lugar onde se localiza seu planeta de origem.


Carpuccino: o carro movido a café

LuisaoCS

Carpuccino

O programa da televisão britânica BBC1 Bang Goes The Theory construiu um carro cujo motor é movido a café. O Carpuccino, uma modificação de um Volkswagen Scirocco de 1988 foi feito para recordar que é possível mover carros com combustíveis alternativos.

Uma viagem no Carpuccino custa 50 vezes mais do que custaria fazer sobre sua versão à gasolina. É necessário um quilo de café moído para que ande 5 quilômetros. Dito de outra forma, para cada 2 quilômetros é necessário o equivalente a 6o cafezinhos. No entanto, apesar de não usar um combustível convencional, é possível atingir uma velocidade máxima de 95 km/h, ainda que há a necessidade de parar de vez em quando para limpar seus filtros (igual uma cafeteira, só que rodante).

Via | Daily Mail.


Geek sertanojo

LuisaoCS

"No teclado da vida, mantenha sempre um dedo na tecla escape..."

Rumor: Acer poderia estar trabalhando em um portátil sem caixa

LuisaoCS

Notebook conceito

Por enquanto é só um boato, mas se for confirmado resultaria muito interessante. Segundo parece, a Acer estaria trabalhando em um notebook sem envoltório e com teclado táctil. A origem do boato vem da Digitimes, e aponta a que o fabricante prescindiria do revestimento mostrando o conteúdo diretamente na parte traseira da tela, supostamente reforçada com um cristal de Corning (fabricado pela de Gorilla Glass).

A esta tela seria acrescentado um teclado táctil, obtendo como resultado um portátil muito fino e leve, se fizermos uma comparação com os padrões dos notebooks tradicionais. Resta torcer para que não seja mais uma das invenções da Digitimes que infelizmente está se especializando em inventar histórias que não se concretizam.


Nokia registra a patente de uma bateria auto-regenerativa

LuisaoCS

Nokia

A Nokia está no meio de uma briga ferrenha por uma boa coleção de patentes, começando pelo que eles mesmos definem como um "recopilador piezelétrico de energia cinética". Este sistema compartilha o mesmo princípio dos relógios cinéticos: a Nokia pretende fazer com que os celulares sejam capazes de carregar a sua bateria somente com o movimento. A ideia é que os componentes internos se movam através de pequenos trilhos dentro do aparelho aproveitando o movimento para gerar energia.


Chrome OS Business será uma realidade em 2011

LuisaoCS

Chrome OS

Se você for um dos convertidos ou usuário eventual do Chrome OS e ademais usa seu netbook no trabalho, ficará interessado em saber que a Google já anda pensando em uma nova versão de seu sistema operacional, que seria chamado de Chrome OS Business Edition. O novo SO ofereceria assim aos usuários as mesmas virtudes das quais já desfruta o SO original, mas com melhores possibilidades de administração, que facilitariam a otimização do trabalho daqueles que trabalhem com Chrome OS. Assim ao menos assegura Will Drewry, engenheiro de software de segurança da Google, que confirmou ademais que a versão empresarial deverá ser lançado no próximo ano, em 2011.

E esse não é o único detalhe que Drewry deixou escapar. Ele comentou também (ainda que não tenha se aprofundado em detalhes) que os netbooks que serão com Chrome OS no final do ano permitirão habilitar um "Modo de Programação" mediante a ativação de um interruptor físico. Esta ação suporá que determinadas funções de proteção e segurança deixem de funcionar e possibilitará portanto aos mais curiosos "mexer" no código do sistema assim como desejar. Parece claro que os planos da gigante Google são bastante pretensiosos.


Todas as revistas da Popular Science disponíveis gratuitamente na Internet

LuisaoCS

Popular Science

A Internet tem tantas coisas incríveis e úteis (inúteis também) que às vezes nos perdemos por completo e terminamos jogando conversa fora no Messenger por horas e horas e horas, em vez de estar mudando o mundo, reinventando o futuro ou aprendendo mais coisas. Mas o melhor da rede são os presentes que recebemos de vez em quando, como é o caso da liberação de todo o acervo da revista Popular Science na rede, certamente um grande tesouro do conhecimento da humanidade.

O que você diria se pudesse ver todas as revistas de uma publicação científica desde 1872 até nossos dias, sem pagar absolutamente nada? A primeira reação seria de incredulidade, afinal a gente pensa que semelhante valor em conhecimento jamais seria gratuito. Pois a realidade às vezes surpreende, e algo que vale milhões de milhões, esta a somente um clique de distância para o deleite de nossos neurônios.

A revista Popular Science, em conjunto com a Google, escaneou todas as páginas publicadas durante 137 anos para criar um grande arquivo digital de todos seus exemplares, o melhor de tudo é que se encontram indexados, de modo que qualquer busca é relativamente fácil.

Resulta toda uma descoberta ver estas revistas desde a década de 50 até hoje. Nos anos anteriores são mais científicos do que técnicos, mas do mesmo modo encerram um montão de pequenas jóias do conhecimento humano. O arquivo também é indispensável para qualquer pessoa que se interesse pela história do século XX e todos seus grandes avanços científicos e tecnológicos.

Rupert Murdoch deve estar roendo as unhas dos pés.

Via | Gadget Labs.


Mulher ganha julgamento contra Universal Records

LuisaoCS

Os casos de ações ou processos ridículos e até abusivos por parte das fonográficas contra usuários que não tiveram a menor intenção de violar um direito autoral, infelizmente, abundam.

Vejam o caso de Stephanie Lenz, dos EUA, que publicou em 2007 no YouTube um vídeo onde seu filho de 13 meses de idade, dançava ao ritmo de Let's Go Crazy", do Prince. O vídeo não dura mais de 30 segundos, e fica claríssimo que a intenção é mostrar a graça da criança e nada mais. Pois bem, a Universal Records não gostou muito e pediu que o vídeo fosse removido do canal de vídeos. E aí, onde a maioria de nós teria somente se queixado com os amigos e seguido em frente com a vida, Lenz decidiu dar um "alto lá".

A mulher interpretou esta situação como um ato abusivo por parte da Universal contra sua família, e decidiu fazer algo a respeito, processando o selo fonográfico ante um tribunal da Califórnia. E no momento da sentença, o juiz não só reconheceu o direito de Lenz a publicar o vídeo, por se tratar de uso justo, senão que também obriga a Universal a pagar todas as custas processuais do caso.

A sentença, além de criar jurisprudência, também abre para Lenz a possibilidade de apresentar um novo processo contra a Universal por intromissão ilegítima em seus direitos de cidadã. De toda forma, provavelmente a fonográfica busque uma saída extrajudicial (leia-se, uma compensação econômica) para evitar voltar ao tribunal.

Achei fantástico que esta mulher tenha tido a coragem de dar a cara à tapa e contra atacar ante uma ação que passou a linha da sensatez.

Via | eff.org.


«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 578 | 579 | 580 |...| 593 | 594 | 595 || Next»

Links: