«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 592 | 593 | 594 |...| 606 | 607 | 608 || Next»

Nokia registra a patente de uma bateria auto-regenerativa

LuisaoCS

Nokia

A Nokia está no meio de uma briga ferrenha por uma boa coleção de patentes, começando pelo que eles mesmos definem como um "recopilador piezelétrico de energia cinética". Este sistema compartilha o mesmo princípio dos relógios cinéticos: a Nokia pretende fazer com que os celulares sejam capazes de carregar a sua bateria somente com o movimento. A ideia é que os componentes internos se movam através de pequenos trilhos dentro do aparelho aproveitando o movimento para gerar energia.


Chrome OS Business será uma realidade em 2011

LuisaoCS

Chrome OS

Se você for um dos convertidos ou usuário eventual do Chrome OS e ademais usa seu netbook no trabalho, ficará interessado em saber que a Google já anda pensando em uma nova versão de seu sistema operacional, que seria chamado de Chrome OS Business Edition. O novo SO ofereceria assim aos usuários as mesmas virtudes das quais já desfruta o SO original, mas com melhores possibilidades de administração, que facilitariam a otimização do trabalho daqueles que trabalhem com Chrome OS. Assim ao menos assegura Will Drewry, engenheiro de software de segurança da Google, que confirmou ademais que a versão empresarial deverá ser lançado no próximo ano, em 2011.

E esse não é o único detalhe que Drewry deixou escapar. Ele comentou também (ainda que não tenha se aprofundado em detalhes) que os netbooks que serão com Chrome OS no final do ano permitirão habilitar um "Modo de Programação" mediante a ativação de um interruptor físico. Esta ação suporá que determinadas funções de proteção e segurança deixem de funcionar e possibilitará portanto aos mais curiosos "mexer" no código do sistema assim como desejar. Parece claro que os planos da gigante Google são bastante pretensiosos.


Todas as revistas da Popular Science disponíveis gratuitamente na Internet

LuisaoCS

Popular Science

A Internet tem tantas coisas incríveis e úteis (inúteis também) que às vezes nos perdemos por completo e terminamos jogando conversa fora no Messenger por horas e horas e horas, em vez de estar mudando o mundo, reinventando o futuro ou aprendendo mais coisas. Mas o melhor da rede são os presentes que recebemos de vez em quando, como é o caso da liberação de todo o acervo da revista Popular Science na rede, certamente um grande tesouro do conhecimento da humanidade.

O que você diria se pudesse ver todas as revistas de uma publicação científica desde 1872 até nossos dias, sem pagar absolutamente nada? A primeira reação seria de incredulidade, afinal a gente pensa que semelhante valor em conhecimento jamais seria gratuito. Pois a realidade às vezes surpreende, e algo que vale milhões de milhões, esta a somente um clique de distância para o deleite de nossos neurônios.

A revista Popular Science, em conjunto com a Google, escaneou todas as páginas publicadas durante 137 anos para criar um grande arquivo digital de todos seus exemplares, o melhor de tudo é que se encontram indexados, de modo que qualquer busca é relativamente fácil.

Resulta toda uma descoberta ver estas revistas desde a década de 50 até hoje. Nos anos anteriores são mais científicos do que técnicos, mas do mesmo modo encerram um montão de pequenas jóias do conhecimento humano. O arquivo também é indispensável para qualquer pessoa que se interesse pela história do século XX e todos seus grandes avanços científicos e tecnológicos.

Rupert Murdoch deve estar roendo as unhas dos pés.

Via | Gadget Labs.


Mulher ganha julgamento contra Universal Records

LuisaoCS

Os casos de ações ou processos ridículos e até abusivos por parte das fonográficas contra usuários que não tiveram a menor intenção de violar um direito autoral, infelizmente, abundam.

Vejam o caso de Stephanie Lenz, dos EUA, que publicou em 2007 no YouTube um vídeo onde seu filho de 13 meses de idade, dançava ao ritmo de Let's Go Crazy", do Prince. O vídeo não dura mais de 30 segundos, e fica claríssimo que a intenção é mostrar a graça da criança e nada mais. Pois bem, a Universal Records não gostou muito e pediu que o vídeo fosse removido do canal de vídeos. E aí, onde a maioria de nós teria somente se queixado com os amigos e seguido em frente com a vida, Lenz decidiu dar um "alto lá".

A mulher interpretou esta situação como um ato abusivo por parte da Universal contra sua família, e decidiu fazer algo a respeito, processando o selo fonográfico ante um tribunal da Califórnia. E no momento da sentença, o juiz não só reconheceu o direito de Lenz a publicar o vídeo, por se tratar de uso justo, senão que também obriga a Universal a pagar todas as custas processuais do caso.

A sentença, além de criar jurisprudência, também abre para Lenz a possibilidade de apresentar um novo processo contra a Universal por intromissão ilegítima em seus direitos de cidadã. De toda forma, provavelmente a fonográfica busque uma saída extrajudicial (leia-se, uma compensação econômica) para evitar voltar ao tribunal.

Achei fantástico que esta mulher tenha tido a coragem de dar a cara à tapa e contra atacar ante uma ação que passou a linha da sensatez.

Via | eff.org.


Segway é para fracos

LuisaoCS

Rollator

OOOMS é um escritório de design com profissionais do mais alto gabarito e 90% dos seus desenhos são realmente inovadores e criativos. Já alguns outros, nem tanto. Um invento muito inovador, mas ao que parece nem tão útil, é o Rollator, uma esteira rolante mecânica que permite literalmente andar pelas ruas. Algo assim como um Segway para pessoas não vadias.

Como benefício, como dá pra notar, está o fato de que com pouco esforço é possível deslocar bem mais rápido, além de que estaria fazendo um bom exercício.

Via | Likecool.


Tá tudo dominado

LuisaoCS

"Mulheres são como domínios da internet, as mais interessantes já estão sendo usadas."

LuisãoCS.


O relógio oblíquo: simplicidade e talento feitos realidade

LuisaoCS

Relógio Oblíquo

Eu já vi diversos e criativos relógios, entre eles verdadeiras obras de arte. mas fiquei encantado com a simplicidade,
elegância e engenhosidade deste Oblique Clock. O aspecto mais bacana deste relógio de madeira é que ele consegue mudar sua aparência enquanto mostra as horas. Seu criador Tristan Zimmermann fabricou uma edição limitada do mesmo, tão somente 20 unidades a 7 mil reais cada um.


Twitter atingiu os 10 bilhões de tweets

LuisaoCS

10 bilhões de tweets

Gigatweets é um serviço que tem um único fim: contar a quantidade de tweets que são enviados ao Twitter e hoje de manhã o seu contador atingiu a incrível marca dos 10 bilhões de mensagens.

A forma que esta rede social cresce é algo verdadeiramente abismal. Só para que tenham uma ideia disto é necessário que façamos umas simples contas: em novembro de 2008 atingiu o bilhão de tweets e há somente quatro meses estava em 5 bilhões.

Lamentavelmente a mensagem número 10.000.000.000 parece ser de um usuário privado já que não pode ser visualizado, mas este foi o 9.999.999.999 e este o 10.000.000.001.


Um brinquedo com choques elétricos

LuisaoCS

Entre os brinquedos mais malvados, este poderia ser o melhor (pior) de todos. Um pessoal que gosta de brincar com a eletrônica, do Harcos Laboratories, mudou a funcionalidade de um brinquedo conhecido como Mattel Mindflex para que quando o usuário se concentre e mostre um pouquinho de atividade cerebral, o aparelho dá um belo choque.

É de imaginar que este dispositivo crie uma espécie de tortura para manter qualquer um calminho calminho e, sim, estamos de acordo de que não serve para absolutamente nada prático, mas ao menos parece bastante divertido.

Via | TargetHD.


Cristais que guardam 1 milhão a mais de dados

LuisaoCS

Novos Cristais
Estes cristais poderiam armazenar até 1 exabyte em um cartão SD

Cientistas da Flórida descobriram um material que é capaz de armazenar entre mil e um milhão de vezes mais dados que as atuais memórias. Esta capacidade de guardar informação não tem precedentes e em um breve período poderíamos estar falando de chips de memória de 1 Exabyte -petabyte seria coisa para fracos-. Espetacular avanço que levará à informática a cotas nunca vistas. A singularidade tecnológica bate à porta.


«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 592 | 593 | 594 |...| 606 | 607 | 608 || Next»

Links: