«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 50 | 51 | 52 || Next»

Goste ou não, o Facebook vai etiquetar todas as suas fotos

LuisaoCS

Goste ou não, o Facebook vai etiquetar todas as suas fotos

Desde seu começo, o Facebook caracterizou-se pelas poucas considerações que tem ante a privacidade ou segurança de seus usuários, algo que nos diz bastante sobre o caráter, a falta, de seu dono. E fiel a esta filosofia, agora parece que Zuckerberg e companhia estão implementando um sistema de reconhecimento facial que eventualmente etiquetará, goste ou não, todas as suas fotos que circulam nesta rede.

Para comprovar a eficiência do algoritmo de reconhecimento facial que o Facebook está ativando gradualmente, o articulista do site Daily Dot, Taylor Hatmaker, subiu 15 imagens inéditas de igual número de amigos. Como resultado notou que oito das imagens foram automaticamente tagueadas com os nomes das pessoas que figuravam nas imagens, sem que ele interviesse nesse processo e sem que ninguém lhe perguntasse.

Mas isso não foi tudo, senão que esse álbum ficou como visível para aquelas pessoas que foram automaticamente etiquetadas, apesar de que Taylor tenha especificado nas preferências de privacidade que essas imagens só deveriam estar visíveis para ele.

Ao que parece esta nova função de Facebook está ainda em uma espécie de fase beta, mas tudo aponta a que logo tuas fotos poderiam ser auto-etiquetadas, o que, afinal de contas, se trata de uma mudança a mais que confirma a natureza invasiva desta rede ou, em todos os casos, o pouco que em realidade importa sua privacidade para o Facebook, desde que as medidas que adota estejam em sintonia com sua agenda comercial.


Homem passa anos corrigindo 47 mil vezes o mesmo erro gramatical em páginas da Wikipedia

LuisaoCS

Homem passa anos corrigindo 47 mil vezes o mesmo erro gramatical em páginas da Wikipedia

Para algumas pessoas severamente partidárias da ortografia e da gramática é um herói; para a maioria das demais pessoas é pedante e ridículo. O engenheiro de sistemas Bryan Henderson, conhecido como Giraffedata por seu nome de editor na Wikipedia, corrigiu desde 2007 quarenta e sete mil vezes a frase "comprised of" de páginas da enciclopédia on-line, dedicando algumas horas diárias a este trabalho digno de um moderno Sisifo.

Num ensaio de 6 mil palavras explicou por que o termo "comprised of" é tão profusamente mal usado, argumentando que se confunde a palavra "comprised" com a frase "composed of". Incrivelmente, argumenta este artigo de The Guardian, as correções de Giraffedata parecem estar equivocadas, fazendo de seu trabalho um titânico absurdo. A neurose não é boa conselheira.

Giraffedata é um dos mil editores mais prolíficos da Wikipedia, parte da polícia da verdade. Inclusive criou um programa para registrar as páginas que contêm a frase que tanto lhe perturba.

Sua cruzada gramatical encontrou alguns inimigos que apagam suas correções, talvez por pura sacanagem, mas com o argumento plausível de que "comprised of" em realidade é correto. Seguramente estas correções são uma fonte de enxaqueca perene para Giraffedata, que considera seu trabalho um serviço público e não planeja abandoná-lo.


Jovem de 17 anos se suicida após receber um ransomware

LuisaoCS

Jovem de 17 anos se suicida após receber um ransomware

Joseph Edwards, um jovem de 17 anos da cidade de Windsor em Berkshire, Inglaterra, suicidou-se após receber um ransomware em seu computador. O malware que apareceu em sua tela o acusava de ter navegado em páginas ilegais, motivo pelo qual devia pagar a quantidade de 100 libras ou em caso contrário a polícia ia começar uma investigação sobre sua vida.

Edwards padecia de autismo. Segundo as autoridades e a própria mãe do jovem, a doença ajudou a que Joseph não distinguisse que esse malware se tratava de algo inventado e por isso entrou em pânico ao ver que teria que lidar com a situação.


Robô compra drogas e obtém passaporte falso na Deep Web

LuisaoCS

ciencia

Dois artistas/programadores fizeram um bot desenhado para realizar compras aleatórias na Undernet com um orçamento de 100 dólares em bitcoins à semana. As compras foram reunidas para a exposição "The Darknet: From Memes to Onionland". Entre os objetos adquiridos por este Random Darknet Shopper estão uma carga de 10 pastilhas de ecstasy e um passaporte húngaro falso (que parece, evidentemente, verdadeiro). As compras deste bot geraram polêmica sobre quem é responsável por seus atos ilegais e se no futuro deveremos castigar os programadores (ou até os próprios bots) por atos que violem a lei.

Anonymous toma o controle da conta de Twitter do Ku Klux Klan

LuisaoCS

Hackers do Anonymous conseguiram obter o controle da conta principal de Twitter do Ku Klux Klan, isto como parte da Operação KKK (#OpKKK) do grupo ativista, que busca deter o racismo e a violência enquanto promove a liberdade e o respeito. A tomada da conta do Twitter do KKK aconteceu pouco tempo depois que o grupo racista desafiou o grupo a que fizesse algo contra eles; agora, o perfil tem uma imagem do Anonymous.


Estados Unidos declara que pode hackear servidores fora de seu país sem uma ordem judicial

LuisaoCS

EStados Unidos declara que pode hackear servidores fora de seu país sem uma ordem judicial

Durante o julgamento de Ross Ulbricht -responsável pelo Silk Road, o site que vendia artigos ilegais na deep web- o ministério da Justiça dos Estados Unidos declarou que o governo americano pode hackear servidores fora das fronteiras do país sem uma ordem judicial.

Ulbricht assegurou no julgamento na semana passada que eram "impossíveis" as explicações oficiais de como o governo encontrou os servidores do Silk Road na Islândia (supostamente seu IP foi filtrado através de um captcha para identificar o site), e assegurou que o governo teria hackeado ilegalmente o site para descobrir onde estava localizado fisicamente.


«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 50 | 51 | 52 || Next»