«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 25 | 26 | 27 || Next»

Uma máquina modular de madeira para fazer corridas de bolinhas

LuisaoCS

É uma satisfação ver esta máquina de madeira em funcionamento: as bolinhas de gude sobem graças a uma roda movida por um motor e depois baixam por diversos caminhos, passando por todo tipo de pistas, tobogãs, funis e obstáculos. Chama-se simplesmente Marble Machine G3 e tem uma diferença fundamental com respeito a outras máquinas similares: é modular.

Segundo podemos ver na página em que é comercializada, foi construída com vários módulos menores que se entrelaçam uns com os outros de diversas formas, o que permite mudar a configuração de vez em quando para transformar o circuito. Além de mudá-los de posição muitas das peças devem se ajustar para que tudo encaixe perfeitamente, com precisão de relojoeiro.

É vendida em forma de kit, o que é ainda mais divertido. O kit inclui todas as peças já acabadas, os desenhos detalhados de cada um dos módulos e uma guia de instruções. Também existe uma versão chamada simplesmente "projetos" que consiste em os arquivos DFX, de SketchUp, para cortar as peças de madeira com uma máquina CNC.

O mais curioso é sua origem: é fabricada no Vietnã, onde seu preço é de 1.990.000 dongs vietnamitas. Ainda que possa parecer muito são apenas 250 reais, ainda que provavelmente as despesas de envio sejam uma cifra similar ao preço da própria máquina, mas os desenhos e arquivos podem ser pagos diretamente por Paypal sem maior problema.


O vale da estranheza, versão cinematográfica de «Fim do mundo»

LuisaoCS

Esta cabeça não é o clássico efeito de vídeo que alguém gravou para depois apagar do pescoço para baixo e assim conseguir um efeito visual mais impactante. É uma cabeça animatrônica que mediante mecanismos robóticos e um pouco de programação se move para parecer real. E ao menos durante os poucos segundos que necessitavam para a cena do filme em que apareceu resulta bastante real. Inclusive diria que inquietante, como procedente do famoso vale da estranheza.

Ela pode ser vista em "World's End" ("Heróis de Ressaca"), uma hilariante comédia de Edgar Wright, com Simon Pegg, Martin Freeman e Nick Frost. Que por verdade é um filme bastante raro e está cheia de personagens estranhos.

A gravação procede dos clássicos provas que se fazem antes de começar a rodar para ver se os efeitos visuais têm qualidade suficiente. Segundo diz seu criador (Matt Denton) é bastante simples quanto aos mecanismos e movimentos que realiza. Ao todo tem 12 servomotores: 10 para os olhos e sobrancelhas e 2 para a mandíbula. Para que sejam sincronizados foram programados ao uníssono na unidade de controle, desde onde é manejado tudo com um joystick de três eixos.

Para alimentar toda a eletrônica a cabeça tem um compartimento na base do pescoço onde a bateria é inserida, que pode ser ligada com um interruptor magnético sob a pele. O look tão realista foi feito pelo designer de próteses Waldo Mason, usando materiais, técnicas e maquiagem da velha escola.


Câmera InstaGif, uma câmera com estilo polaroid que imprime instantâneas imagens GIF

LuisaoCS

Câmera InstaGif, uma câmera com estilo polaroid que imprime instantâneas imagens GIF

Muitos jovens da geração atual podem ter ouvido falar, mas, em geral, realmente não sabem a resolução que suscitou o lançamento das amadas (e caras) câmeras. Naquela época era um verdadeira dificuldade tirar uma fotografia. Você levava o filme ao estúdio (ou lojinha de uma porta) para ser revelado. Algumas pessoas levavam a câmera para que o fotógrafo ou profissional retirassem o filme com medo de, no processo, queimar o filme (daí surgiu a expressão "queimar o filme", com o significado de denegrir a imagem de alguém ou estragar a reputação de certa pessoa).

Alguns fotógrafos tinham quarto escuro, mas o comum era que enviassem o filme para um centro de revelação na capital ou cidade polo. Duas semanas depois as fotos chegavam e era um verdadeiro frio na barriga ir verificando fotografia por fotografia torcendo para que as imagens tinham ficado boas, sem olhos vermelhos, sem raios de sol, sem tremeliques...


Um protótipo de salva-vidas com controle remoto

LuisaoCS

Este invento da Noras Performance chamado U Safe é uma espécie de salva-vidas com propulsão, ou um "barco com controle remoto com forma de salva-vidas", depende de como você veja. Segundo explicam o artefato é elétrico, tem uma flutuabilidade suficiente para 200 kg (duas pessoas, na prática), 40 minutos de autonomia e um alcance de 5 km. Controla-se manualmente com um comando remoto, e deve ser levado até a pessoa em apuros para que esta possa se agarrar e ser arrastada por ele, ou inclusive que um salva-vidas humano vá ajudando se as condições forem mais complicadas.

Apesar de parecer um ideia ótima, daquele tipo "como não pensei nisso antes?", é um desses inventos que parece que não ganharam tendência: o vídeo e o site estão congelados em 2015 com um cartaz de "a venda proximamente", e isso em qualquer área da tecnologia é uma eternidade.

As razões de que não possas ir à loja e comprar um? Nem faço ideia. Com estas questões tão delicadas de segurança e resgate às vezes o remédio pode ser pior do que a doença e não serei eu a enviar um flutuador a alguém que está afogando no mar. Ou talvez a empresa tenha proposto um valor absurdo (como sempre fazem com novidades) ou pouco confiável em termos de tração para resultar prático. Vai saber?!?


Engenheiro russo instala um motor de jato em uma bicicleta antiga

LuisaoCS

Se alguém está procurando um bom passeio em duas rodas, uma moto é a escolha sensata. Tem um motor para que você não precise pedalar te levand a qualquer lugar que desejar. Para aqueles que querem ir mais rápido, existem motocicletas com motores a jato customizdas, embora não sejam aprovados para uso no trânsito. Mas para que uma pessoa colocaria motores a jato em uma bicicleta? Na verdade, isso não faz nenhum sentido, já que você pode andar de moto se desejar velocidade. Mas para pessoas como Igor Negoda, que criou esta bela bike, é o máximo que poderia esperar.

O engenheiro russo encontrou uma turbina por acaso em um aloja e decidiu comprá-la para criar apenas um vídeo para mostrar sua criação. Ao contrário de outros inventores que fazem uma série de vídeos e mostram a invenção desde sua fase de criação até seus testes. Ele filmou apenas quando a bicicleta modificada já estava totalmente terminada e funcional. Uma bicicleta barata padrão equipada com um GPS (para rastrear a velocidade), botão de aceleração (para aumentar ou diminuir o impulso) e um monitor (para controlar o RPM e a temperatura do motor).


Você já pode desfrutar de patins com salto agulha da Yves Saint Laurent

LuisaoCS

Você já pode desfrutar de patins com salto agulha da Yves Saint Laurent

Dizem que caminhar com stilettos não é fácil, de modo que supomos que também não deverá sê-lo se deslocar com estes sapatos com salto agulha e... quatro rodinhas (e freio). O cúmulo do luxo e da elegância? Provavelmente não. Talvez sim seja mais adequado catalogá-los como o cúmulo da tolice.

Em qualquer caso, se quiser prová-los, separe ai uns 9.600 reais e de antemão marque uma consulta com o traumatologista, pelo que pode ocorrer no decurso de seu uso.


A reinvenção do machado

LuisaoCS

A reinvenção do machado

A origem do machado remonta-se ao Paleolítico Inferior, etapa inicial da Idade de Pedra. As pedras de sílica eram talhadas em forma amigdalóide, enquanto as de diorita ou basalto eram polidas em um ou dois extremos, e às vezes com um entalhe no meio. Depois eram amarradas em um pau, formando um ângulo reto. Os primeiros machados foram utilizados como arma ofensiva para caçar ou se defender dos animais selvagens.

Em uma sociedade que evolui a passos gigantes com coisas que há tão somente 50 anos eram inimagináveis, resulta extremamente curioso que um dos primeiros inventos criados pelo homem como o machado tenha permanecido quase com o mesmo desenho, apesar do material diferente, sem que ninguém tenha pensado durante todo esse tempo em melhorá-lo.


Adeus ao jogo das cadeiras: um exoesqueleto para sentar no ar

LuisaoCS

Esta chairless chair desenhada pelo estúdio suíço Sapetti é um exoesqueleto parcial e flexível que, colocado nas extremidades inferiores, permite tomar assento em qualquer momento e lugar. Foi desenhada para meios industriais nos quais os trabalhadores devem se mover continuamente de um lado para outro -ao redor do veículo que estão fabricando, por exemplo- e onde as banquetas e tamboretes podem ser um obstáculo para o movimento do pessoal e das máquinas. Estão provando seu desenho com pessoal empregado em fábricas como a Airbus, Audi, Seat, BMW e Renault.


Esta pistola caseira de ar comprimido tem um grande poder de destruição

LuisaoCS

O novo vídeo de Giaco Whatever mostra uma arma de ar comprimido, com elementos que nunca antes tinham sido utilizados. Neste caso, um tanque de mergulho capaz de gerar monstruosos 4000 PSI de pressão, para disparar esferas de metal.

Não é necessário dizer que a pistola é sumamente perigosa. A arma "fulmina" tudo o que tem pela frente, incluindo, como vemos em o vídeo, paredes de segurança que se encontravam ao final do percurso.

A 4.000 fps as taças de vinho reduzem-se a caquinhos em matéria de segundos e latas de refrigerante liberam todo seu conteúdo açucarado em forma de ondas. Impressionante e tremendamente perigoso.


O vôo de um multicóptero tripulado

LuisaoCS

AmazingDIYProjects gastou incontáveis horas construindo esse engenho voador elétrico usando dezenas de motores de drone. Ele capturou imagens do vôo tripulado realizado pela máquina e com muita sorte não foi degolado no processo. Ele faz primeiro 3 voos de teste na área fixa e então toma coragem para ir mais longe em um voo rasante em 15:30, as imagens FPV aparecem em 22:30. O cara é maluco.


«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 25 | 26 | 27 || Next»

Links: