«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 24 | 25 | 26 || Next»

MIT desenvolve robôs transparentes de hidrogel que podem pegar peixes

LuisaoCS

Os engenheiros do MIT desenvolveram robôs de hidrogel transparentes que são rápidos e fortes o suficiente para capturar peixes vivos. É legal, mas também um pouco assustador. O hidrogel é moldado através de corte a laser e impressão 3D e pode ser controlado pela injeção de água através de canais ocos em sua estrutura. Isso permite um movimento mais rápido e mais forte. A pinça robótica no vídeo demonstra o processo. Quando o peixe nada para perto de sua garra, ela pende a vítima indefesa, presumivelmente arrastando-o para seu covil de robô subaquático.

Além de seu peso leve e flexibilidade, o outro benefício para este projeto é que os robôs podem ser quase invisíveis. Você sabe o que eles dizem, dê um peixe ao robô e ele vai comer por um dia, ensinar um robô a pescar e ele vai comer a vida toda.


Animais fantásticos, voadores e robóticos

LuisaoCS

Festo é uma companhia dedicada à automação industrial que também se dedica que se dedica a desenhar e fabricar robôs industriais. Mas como parte do processo de aprendizagem de seu departamento de pesquisa e desenvolvimento de vez em quando eles surpreendem com máquinas que parecem saídas de um mundo em que reinam formas de vida mecânica, que causam certo assombro nos meios não especializados.

É o caso deste trio de animais imaginários mostrados no vídeo que encabeça este post, que parecem criados para ambientar qualquer filme ou série de ficção científica: uma borboleta capaz de voar de forma autônoma graças às câmeras que incorpora e que é também capaz de se coordenar com outras nove borboletas como ela para que não se choquem. Uma espécie de medusa cheia de hélio que usa seus tentáculos para subir quando o precisa. O vídeo termina com uma espécie de pinguim que é capaz de voar de forma autônoma sem chocar com nada graças a um sistema de ultrassons.


Cientista ucraniano cria uma bateria que pode alimentar um smartphone por 12 anos

LuisaoCS

Cientista ucraniano cria uma bateria que pode alimentar um smartphone por 12 anos

O cientista ucraniano Vladislav Kiselev, pesquisador sênior do Instituto de Química Bioorgânica e Petroquímica de Kiev, e professor da Academia Nacional de Ciências da Ucrânia, afirma que ele desenvolveu um tipo de bateria que pode alimentar gadgets eletrônicos como smartphones por até 12 anos, sem a necessidade de recarga.

Kiselev revelou seu intrigante protótipo de bateria durante a edição 2016 do Sikorsky Challenge, um prestigiado concurso internacional para projetos de pesquisa. O dispositivo não parece nada impressionante, mas o cientista ucraniano reivindica que ele alimentou continuamente dispositivos eletrônicos por um ano e quatro meses sem uma única recarga, e continuará a fazer assim por os 11 anos seguintes. Isso porque sua "bateria" produz energia em vez de simplesmente armazená-la.


Foldscope, o microscópio de papel de 1 dólar

LuisaoCS

O biofísico Manu Prakash está trabalhando faz anos em um microscópio plenamente funcional que custa menos de 1 dólar e cujos componentes são montados como se fossem uma figura de origami. O denominado Foldscope permite ver imagens de até 700 nanômetros e será posto à venda neste mês em uma campanha Kickstarter. O melhor da ideia de Prakash é que pode ser uma ferramenta barata e fácil de manejar para milhares de médicos que trabalham em campo em países pobres e precisam diagnosticar doenças. Ele explica isso muito bem nesta palestra TED, com legendas em português:


Este é um rádio diferente: você gira o knob e... viaja no tempo!

LuisaoCS

Ao contrário de um rádio normal, o Rádio da Viagem no Tempo não sintoniza frequências, senão que anos. Existem apenas dois botões no aparelho: um controla o volume e o outro passeia pelos anos escolhendo as canções que foram sucesso naquela época de então. A ideia é bem bacana, mas ao que parece é apenas um conceito que estão testando a aceitação popular para possivelmente lançarem o produto ou uma campanha de crowdfunding.


Ave de rapina, um novo conceito de pedalar

LuisaoCS

Ave de rapina, um novo conceito de pedalar

Você provavelmente já está familiarizado com o ciclista pedalando em uma bicicleta reclinada, preguiçosamente deitado de costas, mas se esta nova magrela chamada "Ave de Rapina" (que nome mais esquisito) se popularizar, você vai vê-los em uma posição inteiramente nova: semi-inclinada.

Em outras palavras, neste novo conceito de bicicleta o ciclista deve inclinar-se totalmente para a frente, com as pernas esticadas para trás, como se estivesse voando pelo ar, com seus quadris e cotovelos totalmente suportados através de almofadas (selins) de couro.


O serviço de quarto do futuro

LuisaoCS

Na minha imaginação, os robôs domésticos, incluindo os de serviço de quarto dos hotéis iriam se parecer a Rosie, lembram dela? Rosie: a doméstica autoritária da família Jetson, que era um modelo fora de linha, mas que os Jetsons jamais pensaram em trocar pois a consideravam como mais uma da família. Mas em verdade, os robôs domésticos deverão ser mais semelhantes a este do vídeo, onde o hóspede considerou pedir um serviço de quarto apenas para ter uma oportunidade de conhecer este adorável robô.


Um robô que escala grades, sobe escadas e abre portas

LuisaoCS

Inquietante define bem, ainda que talvez se deva ao efeito velocidade levemente acelerada que utiliza em algumas das tomadas. Seu nome é Ghost Minotaur e emprega diversos algoritmos e muita paciência para escalar grades de arame e abrir portas; subir escadas parece trivial em comparação. Segundo dizem seus criadores o segredo está nos motores controladores, que se comportam como molas e que mediante algoritmos especiais permitem reagir rapidamente ajustando a força enquanto está em ação.

O que me pareceu muito interessante é que, sem tentar imitar a morfologia humana ou a de um animal qualquer, como a maioria dos robôs é concebido, o Minotauro Fantasma se mostra muito mais prático e funcional que qualquer outro robô. Talvez o caminho seja por ai. Em vez de ensinar como um robô deve se equilibrar em duas (ou quatro) patas, o mais fácil e prático é deixar que seja rastejante, saltitante e proficiente. Ao todo pesa 6 kg, pode transportar 3 kg de peso e dar saltos de meio metro mais ou menos. Por enquanto sua autonomia é de 20 minutos.


Um destroyer imperial gigante teleguiado

LuisaoCS

Parece um pouco raro a fabricação de um destroyer imperial com hélices, mas este modelo gigante do FliteTest, voa, e raro, na verdade, é o conhecimento e a boa aplicação deste dos rapazes mostrados no vídeo. O caso é que uma zapeada no canal do referido coletivo nos permite inferir que que estes garotos são capazes de fazer voar quase qualquer coisa, enquanto se divertem muito ao mesmo tempo.


Sistema de depuração solar caseiro em Gaza produz 10 litros de água ao dia

LuisaoCS

Sistema de depuração solar caseiro em Gaza produz 10 litros de água ao dia

Na região de Gaza, décadas de conflito Israel-Palestina levaram a região a uma grave escassez de água potável, já que ao redor de 90% do abastecimento de água não é apta para o consumo humano. Um palestino chamado Fayez a al-Hindi, desenhou uma sistema de dessalinização com energia solar que depura até 10 litros de água ao dia. Esta máquina de depuração caseira poderia ajudar a salvar Gaza, já que a maioria da população está em risco pela escassez de água potável, segundo alguns relatórios de imprensa.


«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 24 | 25 | 26 || Next»

Links: