«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 14 | 15 | 16 || Next»

Canadenses de 14 anos hackeiam caixa automático com um método tão simples que ninguém acreditou

LuisaoCS

Canadenses de 14 anos hackeiam caixa automático com um método tão simples que ninguém acreditou

Aqueles que estão familiarizados com a saga Exterminador talvez lembrem uma cena em a que o jovem John Connor, com ajuda de um amigo e um computador portátil dos 90, conseguia acessar no sistema operacional de um caixa automático e sacar um monte de dólares que depois gastariam em um shopping.

Pois bem, com algumas variações, esta situação aconteceu recentemente no Canadá, onde um par de adolescentes conseguiram hackear a segurança de uma ATM (Automatic Teller Machine), ainda que com um procedimento bem mais simples: encontraram on-line o manual da máquina, inteiraram-se da existência de uma senha que tinha esse modelo por padrão para entrar no modo de configuração e tentaram a sorte, descobrindo que o Banco de Montreal nunca modificou o password. Entre outras funções, na modalidade de operador uma pessoa pode ver quanto dinheiro tem o caixa naquele momento, quantas transações foram feitas no dia e ademais modificar o débito que o sistema faz pela retirada de dinheiro.


Um garoto de 5 anos hackeia a conta de Xbox de seu pai

LuisaoCS

Um garotoo de 5 anos hackeia a conta de Xbox de seu pai

Um garoto de San Diego está no centro das atenções do mundo dos videogames após colocar em evidência uma falha de segurança que lhe permitiu a entrar na conta do Xbox Live de seu pai, sem permissão.

O pai de Kristoffer, Robert Davies, deu-se conta pouco depois do Natal de que seu filho estava entrando na sua conta e jogando jogos que não eram apropriados para sua idade. Quando perguntou como tinha feito aquilo, Kristoffer mostrou um truque que parece simples em retrospectiva, mas que é bastante impressionante considerando que foi realizado por um garoto o de 5 anos.


Cuidado com os convites para mudar a cor do Facebook

LuisaoCS

Cuidado com os convites para mudar a cor do Facebook

Essa coisa de mudar a cor do Facebook é um trojan bem antigo que já ronda pela rede social pelo menos desde 2011. Se receber o convite de um amigo para mudar a cor de seu Facebook, simplesmente ignore. Mas não precisa eliminá-lo da sua rede de amigos porque muito provavelmente ele nem sabe que seu PC está infectado. Apenas avise-o que seu computador esta com vírus.

Essa praga virtual abre uma porta da sua máquina para posterior invasão e controle, quando então pode executar tarefas a partir do PC infectado, como curtir e compartilhar posts, e também obter acesso a informações pessoais do perfil na rede social. Em geral, o filho de chocadeira por trás deste programa vende curtidas para empresas e gente tonta (sim, tem gente que compra Likes).

O executável mais conhecido desta praga é o "appcolor.exe". Se não encontrar nada com nome parecido, desconfie de um programa instalado recentemente no seu computador. Para eliminar, siga as orientações (genéricas) na sequência.

  1. Desinstale o executável acessando a sequência "Painel de Controle", "Programas" e "Desinstalar um programa";
  2. Localize o executável suspeito na lista e faça um duplo clique sobre ele. Na janela que será aberta, clique em "Sim" para desinstalar.

Existe também a possibilidade dele estar instalado como um extensão de seu navegador, em geral do Google Chrome:

  1. No navegador, use o botão de personalização bem ao lado da barra de endereço e selecione "Configurações";
  2. No menu clique em "Extensões" e localize uma extensão suspeita e clique no ícone de lixeira para excluir.

Reinicie seu Facebook fazendo logoff e depois vá também em "Aplicativos", localizado na barra lateral esquerda, e dê uma olhada detalhada nos apps que você usa na rede social.

Se você não tem certeza se seu PC está ou não infectado poderia também verificar suas atividades no Facebook. Vá até seu perfil e clique em "Registro de Atividades" na lateral inferior direita da sua foto de capa. Verifique se aparece alguma atividade que você não fez, como, por exemplo, enviar solicitações para amigos mudarem a cor do seu Facebook, curtidas em páginas e perfis que nunca visitou, etc.

E, lógico, não se esqueça de passar o anti-vírus no seu PC e dar uma boa "limpada" nos arquivos temporários e registro com o CCleaner, um utilitário que pode fazer milagres para quem não tem muito tato na manutenção do computador.


As piores senhas utilizadas em 2013

LuisaoCS

As piores senhas utilizadas em 2013

Todos sofremos para encontrar uma senha que nos proporcione real segurança, mas que ao mesmo tempo seja fácil de recordar. É por isso que na seguinte listagem encontrara as senhas que jamais deverá usar.

O caso é que desde que a era digital invadiu todos os espaços, passamos a precisar de senhas para tudo: e-mail pessoal e do trabalho, conta do banco, login no computador, redes sociais, smartphone, tablet, entre muitos mais. Motivo pelo qual costuma ser complicado formular diversos passwords e recordar de todos. De forma que o melhor a fazer é criar uma planilha com todas elas e, lógico, protegê-la com uma senha que jamais poderá esquecer.


NSA espionou aliados, organizações de beneficência, empresas e mais

LuisaoCS

NSA espioniou aliados, organizações de beneficiência, empresas e mais

Um novo conjunto de documentos vazados publicadas pelo New York Times revela uma lista inesperada de organizações que estão sendo espionadas pela Agência de Segurança Nacional (NSA) nos Estados Unidos. Entre estas está o vice-presidente da Comissão Européia, Joaquín Almunia, a Unicef, o Premiê e o Ministro da Defesa de Israel, e a companhia petroleira francesa Total.

Não esclarecem exatamente o que obteve a NSA espionando estes grupos. O jornal assinala que os documentos incluem transcrições de fragmentos de conversas e mensagens, indicando que teria mais informação disponível em outro lugar, possivelmente uma base de dados.


Publicam na Internet dois milhões de senhas roubadas do Facebook, Google e outros

LuisaoCS

Publicam na Internet dois milhões de senhas roubadas do Facebook, Google e outros

Segundo denúncia de analistas da empresa Trustwave, publicaram na Internet mais de dois milhões de senhas roubadas que eram usadas em sites como Facebook, Google e Yahoo. Os analistas desconhecem quem são os responsáveis pelo upload de senhas, mas suspeitam que os dados foram obtidos mediante um malware que registra os pressionamentos no teclado e coletados em uma grande botnet chamada Pony.

Também não tem certeza se a informação é recente ou não, e o site russo onde as senhas foram encontradas afirma que há umas 318.121 combinações de nomes de usuário e password apenas para o Facebook, ao qual se somam outros serviços como Google, Yahoo, Twitter, LinkedIn, e sites russos como VKontakte e Odnoklassniki.

O relevante é que novamente podemos atestar os hábitos de uso das senhas entre os internautas, que conquanto melhorou com os anos utilizando chaves cada vez mais longas, continuam usando mais do que nada senhas ridiculamente pouco seguras como "123456" (que se repetia mais de 15.000 vezes).

Via | BBC News.


«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 14 | 15 | 16 || Next»