«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 118 | 119 | 120 |...| 122 | 123 | 124 || Next»

Espectroscopia para encontrar vida no espaço profundo

LuisaoCS

No ano 2001, quando a equipe de Garik Israelian descobriu que a estrela HD 82943 tinha engolido um planeta, muitos repórteres lhe chamaram para perguntar se realmente tinha visto aquele espetacular impacto através do telescópio. O que tinha analisado não era nem muito menos uma colisão de filme, senão um complicado gráfico que indicava a presença de um isótopo de Litio-6, a pista para saber o que tinha acontecido naquela remota região do Universo. Muito menos vistosa que os velhos telescópios ópticos, a técnica da espectroscopia se converteu na ferramenta indispensável para que os astrônomos sigam detectando planetas fora do Sistema Solar e explorando o Universo.

Na palestra Ted Talk mostrada acima (Clique em View subtitles para ativar legendas em Português), o astrofísico Garik Israelian explica detalhadamente em que consiste a espectroscopia, como está servindo para detectar exoplanetas similares à Terra e como algum dia poderia nos oferecer o sinal inequívoco de que há vida aí fora. Imprescindível.


Assim a LRO melhorou nosso conhecimento da superfície lunar

LuisaoCS

Teria muitas maneiras de explicar como o instrumental a bordo da sonda Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) ajudou a cartografar a superfície da Lua e melhorar nosso conhecimento de sua orografia, mas este vídeo comparativo fala por si só. À direita é possível ver as imagens tomadas pela LRO e à esquerda as imagens do Unified Lunar Controle Network, um mapa construído em 2005 a partir dos dados dos que se dispunha até então graças às missões Clementine, Apollo, Mariner 10, e Galileo, além das observações desde a Terra.

- "Após um ano coletando dados, temos 3 bilhões de pontos de referência feitos pelo altímetro da LRO", afirma o doutor Gregory Neumann, do centro Goddard da NASA. Este aparelho, conhecido pelas siglas LOLA (Lunar Orbiter Laser Altimeter), permitiu traçar o mapa mais preciso de nosso satélite graças à emissão de cinco pulsos laser que escaneia sistematicamente a superfície lunar.

- "Os erros posicionais do lado longínquo da Lua eram de 1 a 10 quilômetros. Estamos superando isto e rebaixando-o ao nível de 30 metros ou menos espacialmente e um metro verticalmente", explica Neumann. A diferença que há entre ter 3 bilhões de referências e 9 milhões que tínhamos até agora.

Via | NASA’s LRO Creating Unprecedented Topographic Map of Moon - NASA.


Meu papai é programador...

LuisaoCS

... e ademais um tremendo preguiçoso. Veja só o que um pai é capaz de fazer para se livrar da incômoda ocupação de balançar o Moisés do filho. Apenas algumas poucas linhas de script que abrem e fecham a bandeja do CD Player substituem o "estafante" trabalho de horas balançando o berço.


O Quadricóptero que deseja lhe um feliz natal

LuisaoCS

Nestes dias natalinos de muito sol, nada melhor desfrutar dos presentes trazidos por Papai Noel, entre um mergulhoe e outro na praia ou na piscina. Eu teria ficado muito agradecido se o bom velhinho tivesse trazido para mim um quadricóptero como este do vídeo e que ademais sabe tocar o piano. Música natalina ao vivo!

Grande precisão de voo. Um enxame destes poderia até te operar de apendicite. Para o ano que vem quero meia dúzia destes. Que me façam a cama, me penteiem, toquem música, me abanem e me tragam o café prontinho.


O espaço, a última fronteira...

LuisaoCS

Como nos fascina a insondável infinidade do Cosmos, e como nos atraem os conteúdos tridimensionais. Com tudo
isso não é de estranhar que um vídeo como o que ilustra esta entrada do blog seja capaz de nos fazer desfrutar como crianças. Pegue aí seu óculos anaglífico bicolor para apreciar o efeito tridimensional e prepares-se para se deliciar

Precisamos de muito pouco para comprazer com este vídeo que nos leva através de uma magnífica viagem em torno de Albert Einstein, os buracos de minhoca, os buracos negros, as galáxias, os gigantes gasosos... tudo aquilo que sempre desejou ver em 3D e ademais amenizado por um remix do sempre estimulante Benny Bennassi. Afrouxa o cinto das viagens espaciais e como dizia Buzz Lightyear "ao infinito e... ao além!".


Graphene Song

LuisaoCS

J.J. Cale e Eric Clapton com certeza aprovariam. Não entendeu? Veja o vídeo:


Vídeo do último eclipse lunar da década

LuisaoCS

Esta madrugada aconteceu um eclipse lunar total desde o hemisfério norte, e parcial desde o hemisfério sul, momento que foi capturado em imagens por pessoas de todas partes que se levantaram especialmente para observar o fenômeno. Para os que não puderam vê-lo porque tinham que se levantar cedo hoje, aqui um vídeo que mostra como nosso satélite foi desaparecendo e se tornando vermelho à medida que a Terra tampava os raios solares.


A sombra de Phobos sobre uma tormenta marciana

LuisaoCS

O que vai ver é uma sucessão de fotografias feitas pela sonda Viking 1 sobre a superfície de Marte em 1976. Entre as milhares de fotos que mandou à Terra, podemos encontrar autênticas jóias como esta descobertas por Phil Plait em Ma href="http://blogs.discovermagazine.com/badastronomy/2010/12/15/the-shadow-of-a-moon-goes-passing-by/">Bad Astronomy: a sombra da lua Phobos passeando acima de uma tormenta de areia. O vídeo é uma montagem da sucessão de fotografias e reproduz o fenômeno a uma velocidade 10 vezes maior que a real:


Um robô malabarista

LuisaoCS

Isto é bem velhinho porque o vídeo em questão tem quase dez anos, mas não deixa de ser surpreendente que um robô possa fazer isto:

...por não falar deste outro vídeo mostrado depois do velho salto:


Todas as galáxias conhecidas em um vídeo 3D

LuisaoCS

Como já deixei entrever em alguma outra ocasião, sou um seguidor incondicional dos sites da NASA -apesar das patacoadas que vem promovendo atualmente- em especial o APOD e o Goddard Space Flight Center, uma plataforma bem atualizada que sempre oferece notícias de interesse. Desta vez editaram este vídeo que resume em 90 segundos todas as galáxias que conhecemos até o momento. Para realizá-lo utilizaram imagens e recursos de diversas fontes incluindo, como não podia deixar de ser, o Telescópio Espacial Hubble.



«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 118 | 119 | 120 |...| 122 | 123 | 124 || Next»

Links: