China poderia aumentar o preço dos produtos eletrônicos

LuisaoCS

China poderia aumentar o preço dos produtos eletrônicos

Eu já falei sobre o assunto aqui no ano passado, mas agora, o Wall Street Journal volta a bater sobre a mesma tecla afirmando que o governo chinês estaria subindo o preço e limitando as exportações das chamadas "terras raras", uma série de minerais que, depois de refinados, são usados para armar toda série de produtos no mundo eletrônico e tecnológico. Portanto, isto poderia resultar em uma aumento geral dos preços em todo mundo.


Primeiro há que entender que a China fornece 95% das terras raras no mundo. Isto não quer dizer que não existam em outras partes do planeta, só que a China é o único país com capacidade para fazê-lo no momento. O que o Estado chinês está fazendo é controlar a quantidade de material que sai do país, e assim subir o preço.

O governo, além de reduzir a quota que as empresas podem exportar, também está tornando mais difícil que novos possíveis concorrentes entrem ao mercado. Isto pode ser notado no número das exportações de 2011 que chegam as 14.508 toneladas métricas de terras raras, apenas 35% do que foi exportado durante o mesmo período no ano passado.

Também subiram os impostos, chegando a cobrar US$ 9,22 por tonelada, comparado com os US$ 5 que eram pagos no ano passado. De modo que se os preços dos produtos eletrônicos começarem a subir (com queda de preço dos xing ling), e que a China de um passo enorme para superar os EUA como maior potência do mundo, todos já sabem o que está acontecendo.

Via | SlashGear.


Notícias relacionadas:

 

Comentários

Sim. Digamos que o aumento do preço causado por isso seja de 10%. O governo vai querer imposto de 20%. Os vendedores vão querer um lucro de 50%. Se aumentar, pode ter certeza que a ganância vai usar como desculpa para fazer aumentar muito mais.

Deixe um comentário sobre o artigo