De carnívoras à venenosas - 10 das mais sinistras plantas e flores

Luna

20120109-nerium_oleander.jpg
Nerium oleander


Nem todas as flores e plantas são singelas, bonitas, perfumadas ou inocentes como aparentam. Algumas têm um lado tão obscuro que seria melhor que você nem tentasse cheirá-las. Todos deveríamos conhecer mais sobre algumas delas, evitaria assim muitos envenenamentos acidentais, como o que ocorreu com campistas que utilizaram galhos de espirradeira (Nerium oleander) para assar marshmallows e se intoxicaram. Aqui então algumas das plantas mais repugnantes e mortais do mundo.


10. Nerium oleander - a assassina de perfume adocicado

Muitas pessoas possuem a elegante Nerium oleander (o Luisão conhece como flor-de-são-josé) em seus jardins. Suas lindas flores variam nas cores magenta, vermelho ou branco cremoso. Mas, preste bastante atenção na incrível toxidade dessa planta - a ingestão de uma única folha pode matar. Em cada parte dela há substâncias extraordinariamente tóxicas. Ela sequer deve ser queimada, a inalação da fumaça é ameaçadora para à saúde. A flor é tão perigosa que até mesmo o mel feito pelas abelhas, que usaram a planta espirradeira para o néctar, é venenoso. O envenenamento causa, entre outros vários sintomas, um desarranjo no ritmo cardíaco, até que o coração para de bater completamente.

9. Aconitum - o capacete azul do diabo

20120109-aconitum_uchiyamai.jpg


Tão bela quanto mortal. Existem mais de 250 espécies de Aconitum, largamente utilizada em homeopáticos. Apenas algumas poucas 10 gramas da raíz da planta pode causar paralisia dos músculos cardíacos ou do sistema respiratório inteiro, resultando em morte. Durante a Idade Média, as bruxas usavam essa espécie em suas poções por causa dos seus efeitos colaterais de tontura, dormência e batimento cardíaco irregular. Elas também usaram em poções do amor, porque estes elixires venenosos, muitas vezes acabavam por matar o amante, a planta também ganhou o nome de Mourning Widow.

8. Mamona - a mais venenosa do mundo

20120109-mamona.jpg


Dela se extrai o óleo de rícino. Durante séculos, os chineses usaram óleo de mamona como um medicamento e para sanar ferimentos. Óleo de mamona também pode ser encontrado no chocolate, bem como na fabricação de sabão, laxantes, tinta e plástico. No entanto, a mamona é a planta mais venenosa do mundo, apenas um miligrama do veneno pode matar um adulto. As sementes da planta contém ricina, uma toxina extremamente venenosa, também presente em menor concentração nas folhas da planta. Jamais deixe crianças brincarem com os "pompons" da mamoneira (Ricinus communis L.).

7. Dracunculus vulgaris - flor de Drácula

20120109-dracunculus.jpg


Nativa do Mediterrâneo, Dracunculus vulgaris libera um aroma nada agradável - quando ela floresce, cheira a carne podre. Esta é a forma da flor manter a espécie viva, atraindo insetos polinizadores. Felizmente, o cheiro normalmente dura apenas um dia. Ela possui um espádice, um tipo de espiga, que pode crescer mais de quatro metros de altura. Tanto a flor como seu espádice, detestam a luz solar. Todas as partes da planta são venenosas se ingeridas. Tocar a planta pode resultar em forte irritação na pele ou uma reação alérgica.

6. Abrus precatorius - o feijão do amor mortal

20120109-flores.jpg


O Abrus precatorius provavelmente se originou no sudeste da Ásia. A planta possui vagens cheias de atraentes sementes vermelhas extremamente venenosas. O veneno é chamado ABRIN, que é similar à ricina, mas é mais suave. Apesar de sua toxicidade, a semente tem sido um símbolo do amor na China, onde é chamado xiang si dou, ou "bean amor mútuo."

Durante o século 16, os comerciantes holandeses trouxeram estas sementes para a Europa e América para vendê-las como esferas. Na Holanda, as sementes venenosas foram combinadas com pérolas para fazer colares. Fazer jóias com sementes é muito perigoso, houve casos em que pessoas morreram ao furar os dedos enquanto trabalhavam com as sementes. Apesar do perigo, sementes de Abrus ainda são usadas ​​como enfeite, e ao redor do pulso ou no tornozelo para afastar espíritos malignos e mau-olhado.

5. Drosera rotundifolia - O orvalho estranho

20120109-drosera-rotundifolia.jpg


A Drosera rotundifolia é uma planta pequena e ameaçada de extinção. Ela gosta de capturar e digerir suas presas, principalmente moscas e vermes. Encontrada em zonas húmidas e pântanos da América do Norte, é redonda, verde-limão e possui folhas espetadas que lembram franjas de cabelo, de cor magenta. As extremidades brilham, e lá estão pequenas gotas de mucilagem, uma substância açucarada produzida para atrair suas presas. Uma vez que um inseto se estabelece na mucilagem, torna-se preso, a folha envolve-se em torno do inseto em uma maneira similar à um tentáculo de polvo.

4. Rafflesia arnoldii - o panda gigante do mundo das plantas


20120109-rafflesia.jpg


Aqui está a maior flor individual do mundo. Sua circunferência pétala à pétala, pode chegar à quase um metro e pode pesar 6,8 kg. Cresce apenas em florestas tropicais do sudeste da Ásia, e está em risco de extinção. Ela não tem caule ou folhas e vive inteiramente dentro de seu hospedeiro (Tetrastigma), que geralmente é a raiz de uma árvore de grande porte.

Quando a flor desabrocha, por apenas cinco dias, libera um perfume que cheira a carne podre para atrair as moscas que ela precisa para a polinização. Apesar de suas formas parasitárias e aroma desagradável, ela ganhou um apelido adorável: "o panda gigante do mundo vegetal."

3. Drakaea Glyptodon - a flor fraudulenta

20120109-glyptodon2l.jpg


Essa orquídea também cheira à carne crua, mas com um diferencial notável, uma estrutura chamada labelo insectival, que se assemelha intencionalmente a um inseto, a vespa Thynnine. A flor só pode ser polinizada por essa espécie de vespa. O Labelo se confunde na cor e estrutura do abdômen da vespa fêmea. Ele ainda produz feromonas que são extremamente semelhantes aos emitidos pelas fêmeas. Ao tentar copular com o labelo, a vespa macho entra em contato com o pólen da flor e voa, espalhando-o.

2. Nepenthes truncata - o jarro predador

20120109-clinoe10.jpg


A Nepenthes truncata não só come insetos, como é capaz de devorar pequenos roedores. Suponhamos um rato curioso andando em cima de suas folhas escorregadias, ele perde seu equilíbrio e cai dentro do profundo corpo em forma de jarro da planta, ele não consegue sair, pois as paredes internas do jarro são bastante lisas. O rato estúpido então se afoga dentro da planta e é dissolvido em suas poderosas enzimas digestivas. A planta pode crescer para mais de 40 centímetros de altura, é encontrada apenas nas Filipinas e é extremamente rara.

1. Titan Arum (Amorphophallus titanum) - a flor cadáver

20120109-titunum.jpg


Floresce apenas por alguns dias do ano, durante a noite, liberando odor horrível de enxofre, para atrair insetos adoradores de substratos pútridos. Três dias depois, a inflorescência da flor cadáver, composta de milhares de flores minúsculas, entra em colapso e morre. Uma das maiores flores do mundo, a Titan Arum pode crescer 6 metros de altura e 4,5 metros de diâmetro no meio selvagem. Enquanto a flor cadáver pode ser encontrada em muitos jardins botânicos, incluindo o Brooklyn Botanic Garden, na natureza, só cresce nas florestas tropicais de Sumatra, na Indonésia.

Via | Life's Little Mysteries e Wikipédia.


 

Comentários

a natureza tem mtos mistérios e segredos pra ums desconhecidos infelizmente,mas ainda bem q pra outros já conhecidos,por isso os perigos ñ são tão grandes.

coitados dos q são vitimas da própria ignorancia, mas coitados, eles ñ teem culpa d nunca terem aprendido o q deviam ter aprendido e q lhes salvaria a vida

há plantas mto perigosas, q podem mesmo matar pessoas, mas ainda bem q já s conhecem algumas, é q aki ñ estão todas, falta a beladona,o copo d leite, e outras mais

nosa tem plantas que eu nem conheço tipo a rafflasia arnoldi

FLOR VENENOSA

lindas flores

Gostei muito do artigo, muito interessante.
Assim a natureza avida humana as aparências
aganam...

Deixe um comentário sobre o artigo











Comentários devem ser aprovados antes de serem publicados. Obrigado!