O efeito Superman? Fazer uma pose poderosa aumenta a auto-confiança

LuisaoCS

O efeito Superman? Fazer uma pose poderosa aumenta a auto-confiança

Todos podemos recordar em nossas vidas um momento no qual sonhamos entrar em uma cabine telefônica, tirar a roupa e sair serpenteando uma capa vermelha vestido de Superman com uma cueca por cima do pijama, a enfrentar os problemas do mundo. Esse movimento que transforma Clark Kent em Superman, essa cenografia cheia de gestos de poder foram analisadas por Dana Carney, Amy Cuddy e Andy Yap, um grupo de psicólogos que afirmam que as poses poderosas como estas não expressam somente poder, senão que induzem a sensação de poder naqueles que as realizam.

Em uma conferência oferecida dentro de TED (ver no final do artigo), que já foi vista por mais de 10 milhões de pessoas, Amy Cuddy fala sobre o estudo que ela e seus colegas realizaram em uma amostra de 42 estudantes, que deviam realizar uma pose relacionada com o poder durante dois minutos.


Antes e após uivarem como orangotangos ou emularem a pose de algum herói grego, os pesquisadores tomaram amostras de saliva dos participantes para medir seus níveis de testosterona e cortisol. Este último é um hormônio que ajuda a reduzir o estresse. Ambos hormônios aumentaram depois das poses de poder, e os participantes se sentiram mais cômodos arriscando-se em experimentos de apostas, além de reportarem que se sentiam mais "poderosos".

Mas talvez gritar "THIS IS SPARTA!" antes de entrar na sua entrevista de trabalho pode não ser tão boa ideia: segundo os pesquisadores Pablo Briñol, Richard Petty e Ben Wagner, as posturas ou poses de poder podem ser de utilidade para aqueles que já têm verdadeiro nível de confiança em si mesmos; se a pessoa não desenvolveu esta confiança e se tem pensamentos negativos sobre si mesmo, afirmam em seu estudo, estes pensamentos negativos só farão aumentar.

Em outras palavras, as poses de poder podem converter-nos em Superman ou em Lex Luthor, o que nos recorda que a percepção gera a realidade. Talvez o verdadeiro poder se encontre em aprender a construir nossa própria realidade.


Notícias relacionadas:

 

Comentários

Nenhum comentário ainda!

Deixe um comentário sobre o artigo