Polícia da Indonésia queima 3 toneladas de maconha e deixa todo mundo “fumado”

LuisaoCS

Polícia da Indonésia queima 3 toneladas de maconha e deixa todo mundo “fumado”

Um hotboxing de proporções épicas foi criada na Indonésia depois que a polícia queimou 3,3 toneladas de maconha apreendidas, fazendo com que a fumaça da droga permanecesse na atmosfera e provocando um estado cannábico coletivo. Uma mega "sauna" que seguramente derivou em inumeráveis ataques de riso e de paranoia.

Segundo reportagens, os moradores de Palmerah disseram passar por enjôos, dores de cabeça e uma sensação de intoxicação após que uma enorme nuvem de gererê se elevou sobre o povoado.

Ao que parece também foram apreendidas milhares de comprimidos de êxtases. Esperemos que a polícia tenha decidido se desfazer delas de uma forma mais discreta.

Um caso assim de estupefação em massa remete somente ao experimento da CIA drogando um povoado inteiro com LSD. Isto ocorreu em 1951 em um tranqüilo vilarejo do sul da França, que foi sacudido por alucinações em massa e delírios coletivos; ao menos cinco pessoas morreram, 12 foram internadas e mais de 100 foram afetadas por um estranho estado psicótico.

No princípio acharam que tratava-se de um envenenamento involuntário devido ao fungo ergot que cresce no centeio. Mais tarde descobriram que não tinha sido negligência do padeiro, senão que a CIA tinha misturado LSD no pão da aldeia.

Via | Males Banget.



Notícias relacionadas:

 

Comentários

Nenhum comentário ainda!

Deixe um comentário sobre o artigo