Pessoas com a bexiga cheia mentem melhor

LuisaoCS

Pessoas com a bexiga cheia mentem melhor

Mentir é relativamente fácil, mas também podem flagrar nos nas mentiras, pois há alguns sinais externos que as denotam. Uma solução para resultar mais convincentes com nossas mentiras é reter nossa vontade de desalojar a urina de nossa bexiga. Ao menos é o que sugere Íris Blandón-Gitlin e seus colegas da Universidade do Estado da Califórnia em um estudo publicado no jornal Consciousness and Cognition.

Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores submeteram um grupo de voluntários a um questionário sobre temas sociais ou morais controversos. A seguir, dividiram em dois grupos, e 45 minutos antes de entrevistar cada grupo, eles fizeram com que os integrantes do primeiro tomassem 700ml de água e do segundo 50ml. Ambos não podiam usar o banheiro até o término da mesma.

Cada participante tinha que mentir sobre dois temas sobre os quais tinham uma opinião muito definida, e aqueles que tinham a bexiga mais cheia foram mais convincentes. Ao que parece, este resultado concorda com a chamada teoria do "contágio do efeito inibitório", na qual os benefícios do autocontrole em um área se estendem a outras, se ambas ações ocorrem de forma simultânea. Segundo Blandón-Gitlin:

Embora que nesse caso as atividades que requeriam autocontrole eram subjetivamente diferentes, mas no cérebro não. Não há um domínio específico. Quando a gente ativa a rede de controle inibitório em um domínio, os benefícios se estendem a outras tarefas.

Via | PopSci.



Notícias relacionadas:

 

Comentários

Faz todo sentido.

Eu concordo em partes com o artigo... Na verdade, a única coisa que sinto diferente em mim quando estou com a bexiga cheia é a irritabilidade. O grande problema é que por causa de uma deficiência neurológica o meu cérebro acha que a bexiga está sempre cheia, então eu preciso esvaziar várias vezes durante um período curto.
No caso, é desafiador controlar essa irritabilidade no meu caso. Eu consigo, mas tem vezes que preciso muito ir ao banheiro e alguem fica falando, falando, falando... isso é triste.

Deixe um comentário sobre o artigo