A reinvenção do machado

LuisaoCS

A reinvenção do machado

A origem do machado remonta-se ao Paleolítico Inferior, etapa inicial da Idade de Pedra. As pedras de sílica eram talhadas em forma amigdalóide, enquanto as de diorita ou basalto eram polidas em um ou dois extremos, e às vezes com um entalhe no meio. Depois eram amarradas em um pau, formando um ângulo reto. Os primeiros machados foram utilizados como arma ofensiva para caçar ou se defender dos animais selvagens.

Em uma sociedade que evolui a passos gigantes com coisas que há tão somente 50 anos eram inimagináveis, resulta extremamente curioso que um dos primeiros inventos criados pelo homem como o machado tenha permanecido quase com o mesmo desenho, apesar do material diferente, sem que ninguém tenha pensado durante todo esse tempo em melhorá-lo.


Mas então chegou o bom finlandês Heikki Kärnä, 74 anos, que passou longos anos tentando criar um machado mais forte que o convencional e que permitisse gerar um monte de lenha em matéria de minutos sem a necessidade de aplicar forças hercúleas. O machado que conhecemos é uma das ferramentas mais ingratas que o ser humano pode usar, mas Heikki encontrou uma solução perfeita para aliviar a difícil tarefa de cortar lenha, criando uma nova versão que foi rebatizada como Vipukirves.


Notícias relacionadas:

 

Comentários

Nenhum comentário ainda!

Deixe um comentário sobre o artigo