Arquivo do mês de setembro 2010

«Prev || 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 |...| 13 | 14 | 15 || Next»

Provando um repelente para tubarões

LuisaoCS

Tubarão Branco

Encontrar uma substância que mantenha os tubarões afastados sempre foi um objetivo dos pesquisadores durante anos. As primeiras provas foram realizadas durante a Segunda Guerra Mundial, quando os exércitos tratavam de minimizar as baixas de marinheiros e pilotos que ficavam na água durante dias. Em todo este tempo testaram repelentes elétricos, magnéticos e até com pólen de flores, e alguns se mostraram
bastante efetivos. Mas parece que não há nada que dissuada mais a um tubarão que o cheiro de outro tubarão... morto.


Um ladrão muito burro

LuisaoCS

Um ladrão muito burro

Seguindo as recomendações para aspirantes a criminosos que se negam a escutar os conselhos de fazer com suas vidas algo mais proveitoso para a humanidade que delinquir, mostro o caso de um ladrão com escassa massa cinzenta que se viu traído não sei se pela vontade de contar vantagem para a bandidagem ou simplesmente por sua estúpida curiosidade.


A maior aurora boreal de sempre

LuisaoCS

A maior aurora boreal de sempre
Clique na imagem para vê-la em maior resolução

Muitas são as imagens de auroras boreais realizadas a partir da terra, mas poucas tão impressionantes como as feitas por Ole Christian Salomonsen em Tromso, na Noruega. A aurora boreal foi bastante forte, tanto que ele afirma que nem sabia sabia para onde apontar a câmera, não podia focá-la por completo.

As auroras reluzem devido aos fótons emitidos pelos átomos de oxigênio e nitrogênio da parte superior da atmosfera. Estes átomos são excitados pelos eletrons e protons que chegam à Terra guiados, pelo campo magnético terrestre, para os polos. Por isso são mais comuns nessas latitudes.

Quanto às cores, um átomo de oxigênio resulta avermelhado; quando um átomo de nitrogênio é ionizado, adquire um tom mais azulado; por último, o conhecido verde que aparece quando os átomos voltam a seu estado natural.

As imagens foram feitas com uma Canon 5D Mark II e uma Canon EF 16-35 Mark II, com uma abertura de 2.8, com exposição de 7 segundos e ISO 2500.

Via | APOD.


Viajando pelo espaço

LuisaoCS

Viajando pelo espaço

Um habitante de um país situado no Equador da Terra move-se, solidariamente com ela, a mais de 1.600 km/h. Por isso as bases espaciais norte-americanas e russas estão situadas tão próximas ao Equador quanto possam, para aproveitar esta velocidade inicial.

Mas isto não é nada em comparação com a velocidade que realizamos em torno do Sol: uns 30 km/s. O Sol move-se a uns 200 km/s pela periferia de nossa Via Láctea. Nossa galaxia aproxima-se de Andrómeda a 40 km/s.

Nosso Grupo Local de galáxias deriva junto com o aglomerado superior ao qual pertence, chamado de Virgem, a 600 km/s, que por sua vez vai para o supercluster de galáxias Hidra-Centauro a...

A Terra é a mais perfeita e maravilhosa nave espacial tripulada que podemos imaginar, porque se somarmos todas estas velocidades veremos que estamos muito além do melhor veículo que jamais poderemos construir.


Operadoras do lado negro

LuisaoCS

Não tenho grandes esperanças no que se refere à neutralidade da Rede. Não resta ninguém com dinheiro no lado bom da força. Infelizmente, o lado com mais dinheiro escreve as leis.

Deletar o gene Homer Simpson poderia aumentar sua inteligência

LuisaoCS

Ataque dDos

Imagine só que fosse possível apagar um gene que te tornasse mais inteligente, não parece história de desenho animado? Pois não é. Cientistas na Universidade de Emory realizaram um estudo usando ratos como cobaias onde eliminaram o gene "Homer Simpson" -é sério- que quase se transformam SuperMouse. Certos aspectos de sua inteligência aumentaram bastante em relação a outros roedores.


Marcianinhos por aqui, marcianinhos acolá

LuisaoCS

Quando a empresa de videogames Taito instalou em 1978 as primeiras máquinas de jogos do Space Invaders no Japão não esperava um sucesso tão monumental. Durante o tempo que perdurou foram vendidas 100 mil máquinas que inundaram salões de jogos, bares e todo tipo de lojas.

Tanta gente jogava o Space Invaders que chegou a produzir uma pequena crise nacional devido à escassez de moedas: a Casa da Moeda japonesa teve que triplicar as moedas em circulação de 100 ienes porque as maquininhas de videogames estavam monopolizando todas.

Trinta anos depois, o jogo mantém seu posto no Livro Guinness dos Recordes como a máquina de recreação mais bem sucedida da história a nível comercial.

Via | Wiki.


«Prev || 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 |...| 13 | 14 | 15 || Next»