Arquivo do mês de maio 2012

«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 7 | 8 | 9 | 10 || Next»

Pista de treinamento inflável

LuisaoCS

Pista de treinamento inflável

A formação dos soldados de elite já não é mais como era no século XX. Agora as pistas americanas utilizadas são como esta. Sem barro, sem arame farpado, sem dor... Você, amante das aventuras radicais chucknorrianas pode até não gostar, mas contente-se, agora é assim.

Agora imaginem só o Sargento Hartman de Nascido para Matar, aquele que faz o Cap. Nascimento parecer um Teletubbie rosa, diante dessa estrutura, com sua melhor cara de quem comeu e não gostou gritando aos novos recrutas:


Analgésico linguístico: dizer palavrões alivia a dor

LuisaoCS

Analgésico linguístico: dizer palavrões alivia a dor

As palavras inadequadas, essas que segundo o dicionário ofendem os ouvidos de pessoas sensíveis ou de bom gosto, poderia cumprir uma função para além da catarse portátil que suscitam em certas ocasiões proferi-las, um alívio que não estaria apenas relacionado com o estado de ânimo senão também com a sensação de sofrimento, sobretudo em uma situação de dor física.

Isto segundo uma pesquisa realizada por psicólogos da Universidade de Keele, no Reino Unido, que experimentaram com o efeito que um insulto tem sobre a percepção da dor.

Os pesquisadores pediram a 64 voluntários que submergissem suas mãos em água gelada em duas situações diferentes: a primeira, ao mesmo tempo que pronunciavam uma palavra insultante a sua escolha; a segunda, com uma palavra comum.

De forma surpreendente, as chamada grosserias ajudaram as pessoas a suportar por bem mais tempo o contato com a água: 2 minutos enquanto amaldiçoavam e 1 minuto e 15 segundos quando não. Os voluntários afirmaram que insultar fez com que sentissem menos dor.

Proferir palavrões, pois, é um analgésico linguístico que se for utilizado em benefício pessoal e não para ofender outra pessoa, parece um remédio mais que aceitável. Mas se alguém de bom gosto não gostar de ouvi-lo dizendo-os logo após uma topada, não custa nada mandá-lo tomar no... ta deste post para que entenda o que se passa.

Via | BBC News.


Stallman insiste: “Apple é o pior inimigo da liberdade do usuário”

LuisaoCS

O líder religioso do Movimento do Software Livre, Richard Stallman, que recentemente discursou em uma conferência na Universidade de Múrcia, ao sul da Espanha, não perdeu oportunidade de "elogiar" o software de código fechado e as empresas líderes do setor como Apple e Microsoft.

Em declarações à imprensa antes de sua conferência, Stallman desancou o software privativo ou proprietário, qualificando-o como "tirânico e injusto", adjetivos que salpicaram às empresas tecnológicas que se baseiam neste tipo de programas.

Assim, quando chegou o momento de falar da empresa da maçã mordida, não ocorreram frases muito diferentes das que estamos acostumados a escutar de Stallman em outras oportunidades:

- "A Apple é o pior inimigo da liberdade do usuário ... esta empresa foi a primeira em apertar ao máximo as algemas digitais". Ele fez questão de lembrar que "seus produtos são como prisões", referindo-se a que os usuários da maçãzinha têm restrições para usar aplicações diferentes às oficiais.

Ainda que todos já saibamos os sentimentos deste guru do software livre em relação a estas empresas, nunca deixa de ser curioso e divertido apreciar suas "expressões de afeto"”. Ademais, desta vez Stallman não pode deixar de se referir, ainda que muito brevemente, a briga entre a Oracle e Google pelos direitos de propriedade intelectual no uso do Java, assegurando que seria "um desastre mundial" que a denúncia resulte bem sucedida.

Via | 20 minutos.


Câmera robótica capta indecifrável criatura submarina

LuisaoCS

Com quase 700 mil visualizações em poucos dias, o vídeo de uma misterioso objeto andador não identificado vem intrigando cientistas e ao público em geral. O material, captado por uma câmera robótica de um poço de prospecção de petróleo nas profundezas marinhas -desconhece-se o local onde foi captado-, mostra uma espécie com corpo abstrato e movimentos hiper-flexíveis, similar ao das medusas, que desdobra estranhos braços ou protuberâncias em forma de gancho.

Entre as teorias levantada por usuários que comentam no YouTube, as mais populares são que poderia se tratar da placenta de uma baleia ou então de uma rara espécie de medusa conhecida como Deepstaria enigmata, encontrada na região sul do Oceano Atlântico. Mas eu tenho sérias convicções de ter enfim encontrado a cortina plástica do banheiro daqui de casa, ainda que tenham me chamado de troll quando comentei minha teoria.


Os dinossauros herbívoros teriam provocado o aquecimento da Terra com seus próprios gases

LuisaoCS

Os dinossauros herbívoros teriam provocado o aquecimento da Terra com seus próprios gases

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade John Moores de Liverpool e da Universidade Saint Andrews, publicado pela revista Current Biology, assegura que os dinossauros saurópodes -ou gigantes herbívoros- poderiam ter provocado o aquecimento climático da Terra através de suas flatulências.

Como poderiam ser os dinossauros responsáveis pelo aquecimento da Terra? É muito simples, devido a que os gases emanados pelos saurópodes conteriam grande quantidade de metano.

Esta espécie teria uma grande quantidade de micróbios em seu sistema digestivo que fermentavam as plantas das quais se alimentavam, provocando a produção de metano, o que finalmente afetou o clima do período Mesozóico.

Dave Wilkinson, da Universidade John Moores de Liverpool e o coautor do estudo, Graeme Ruxton, da Universidade de Saint Andrews, asseguram que seus cálculos sugerem que estes dinossauros produziam mais metano que todas as fontes de contaminação moderna juntas.

Ademais, calcularam que estes dinossauros emitiam 520 milhões de toneladas de metano ao ano, em comparação às vacas, girafas e outros herbívoros que só produzem entre 50 e 100 milhões de toneladas deste gás ao ano.

Futuro candidato ao IgNobel de Paleontologia 2012

Via | BBC Nature.


Escâner cerebral revela os pensamentos de um cão

LuisaoCS

Ao que parece o dilema sobre a possibilidade de que os animais, em particular os cães, pensam ou não já é algo do passado. Partindo da premissa de que o "melhor amigo do homem" pode efetivamente acessar o intangível mundo dos pensamentos, pesquisadores da Universidade de Emory, implementaram uma série de análise utilizando um escâner cerebral para penetrar na mente de Fido.

Gregory Berns, que encabeça a pesquisa e ademais dirige o Emory University Center for Neuropolicy, demonstra sua emoção em torno deste histórico exercício que busca aprofundar no estudo da relação entre cães e humanos:

- "Quando observamos as primeiras imagens foi algo incomparável. Ninguém que eu saiba havia capturado imagens do cérebro de um cão que não estivesse sedado. Este era um exemplar completamente consciente e aqui temos a primeiro imagem jamais capturada de seu cérebro em plena atividade".

A ideia é criar um arquivo referencial de imagens que, associadas ao comportamento e estado de ânimo que o cão denota em determinado momento, permita construir uma rede de padrões que eventualmente nos permitam interpretar seu pensamento. Em caso do desenvolvimento ser bem sucedido, esta investigação abrirá novos horizontes ante os processos cognitivos dos cães e na cognição social de outras espécies.

Via | Live Science.


Uma respirada!

LuisaoCS

"A tecnologia deveria ser como o oxigênio: ubíqua, necessária e invisível."

- Chris Lehmann.


«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 7 | 8 | 9 | 10 || Next»