Arquivo do mês de outubro 2012

«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 14 | 15 | 16 || Next»

O robô funambulista

LuisaoCS

Primer-V4 é um robô capaz de caminhar sobre uma corda, tal e qual um funambulista de circo. De fato, faz como os equilibristas que usam seus braços para buscar o equilíbrio. Na vídeo de demonstração, o Primer-V4 mostra a que veio sobre uma corda de apenas 4 milímetros de diâmetro suspensa a uma altura de 1 metro. Como curiosidade há que citar que o engenheiro japonês responsável por este robô tem um sugestivo pseudônimo: Dr. Guero. Sim, o responsável por construir os robôs que apareciam em Dragon Ball.


Ideais equivocados

LuisaoCS

"Meninas esperam o cara perfeito: culpa da Disney. Rapazes esperam a menina perfeita: falha da Playboy."

Cientista mostra o que acontece à consciência com a morte

LuisaoCS

Em uma recente transmissão do excelente programa de divulgação científica "Through the Wormhole", narrado por Morgan Freeman, o Dr. Stuart Hameroff expõe sua teoria do que pode acontecer à consciência na morte.

- "Acho que a consciência ou seu precursor imediato, a proto-consciência, esteve no universo desde sempre, talvez desde o Big Bang".

O Dr. Hameroff compartilha os cenários possíveis que acontecem quando uma pessoa morre em consequência de sua teoria, Orch-Or (redução orquestada de objetivo), desenvolvida junto com Roger Penrose. Segundo esta teoria a consciência deriva de microtúbulos no cérebro que são nós de processamento quântico. Quando uma pessoa tem uma experiência próxima à morte, quando o coração deixa de bater o sangue já não flui ao cérebro e os microtúbulos perdem seu estado quântico, mas a informação neles não é destruída, é distribuída no universo. Se o paciente revive a informação poderá regressar aos microtúbulos, considera Hameroff.

- "É possível que a informação quântica exista indefinidamente fora do corpo, algo parecido a uma alma", diz Hameroff, que defende que ninguém na comunidade científica pode desafiar sua teoria.

Via | Huff Post.


Um país com ciência ou apenas um país com cientistas?

rev4

20121029-pesquisa_cient_fica.jpg


Conta-se que o famoso matemático inglês Michael Atiyah resolveu explicar para sua mãe a natureza de suas atividades. Depois de ter ouvido atentamente as explicações do filho, a boa senhora teria dito:

- "Acho que agora entendi o que você faz; mas diga-me uma coisa, por que pagam você para isso?" A pergunta que, segundo a anedota, a Sra. Atiyah teria feito a seu filho também é feita com freqüência por políticos, administradores e pela sociedade em geral.

A pertinência de se investirem recursos públicos na pesquisa científica e tecnológica em qualquer país, mas, sobretudo, em países em desenvolvimento como o Brasil, com notáveis carências sociais, deve ser sempre re-demonstrada com argumentos humanistas - que sustentam a nobreza da busca constante pelo conhecimento - e os pragmáticos - que indicam que a pesquisa é a base da inovação, essencial ao desenvolvimento econômico e à geração de riqueza.

A música proporciona mais prazer que o sexo, revela estudo

LuisaoCS

A música proporciona mais prazer que o sexo, revela estudo

Cavalgar a música e ir percorrendo depois da cada nota o irrevelavel secredo artístico levou os cientistas a considerar que esta disciplina artística possui grandes poderes afrodisiacos, inclusive com efeitos maiores que o contato físico.

O fato de que a trilha sonora do famoso filme Dirty Dancing siga sublevando os ânimos 25 anos depois, não foi a única surpresa provocada pelo recente estudo chamado "A ciência por trás da música", pesquisa realizada com o fim de examinar a relação entre a música, o romance e a sedução.


Quem ganharia a briga entre um neandertal e um humano moderno?

LuisaoCS

Quem ganharia a briga entre um neandertal e um humano moderno?

Pensa bem, todas as horas que passa sentado diante do computador o homem de Neandertal passava matando mamutes com suas mãos nuas. De maneira que em um cara a cara o neandertal teria uma clara vantagem de força sobre um Homo sapiens, ainda que o humano moderno provavelmente tenha mais resistência, além de uma inteligência superior.

Obviamente é pura especulação, mas um homem moderno com uma constituição acima da média teria muitas possibilidades de derrotar um neandertal em um combate corpo a corpo se fosse capaz de manter seu oponente a distância, sobreviver a seu ataque inicial e resistir até que o neandertal caísse esgotado.

Claro que os neandertais, com uma altura média de 1,65 m, eram pesos ligeiros em comparação com alguns de seus vizinhos de evolução. Por exemplo, não seria muito bom topar de frente um irado Homo heidelbergensis, apelidados Golias por algum motivo: mediam 1,80 m, com muitos espécimes acima dos dois metros. Mais de 100 kg de músculo. E certa tendência ao canibalismo.

Via | Slate.


Um jogo de ciber-magia com cartas

LuisaoCS

Os ilusionistas agora preferem o termo jogo de magia a truque de magia. Bem neste vídeo Marco Tempest apresenta um truque de magia com uma baralho e óculos do Project Glass durante todo o tempo. Marco é um tecno-ilusionista que combina a magia com a tecnologia. Tem números dedicados a Nikola Tesla, aos celulares, cubos de Rubik, câmeras digitais e todo tipo de gadgets da tecnologia cotidiana. É o mago geek por excelência.

Há mais detalhes sobre este número de truque de magia realizado em uma conferência TED em: Marco Tempest tells the secret story of a deck of cards.


«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 14 | 15 | 16 || Next»