Arquivo do mês de março 2013

«Prev || 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 || Next»

KLM utilizará óleo de cozinha como combustível em sua rota Nova Iorque - Amsterdã

LuisaoCS

KLM utilizará óleo de cozinha como combustível em sua rota NOva Iorque – Amsterdã

A próxima vez que subir em um avião é seguro que pensará: será que este utiliza alguma combinação de combustível que inclua óleo de cozinha para voar? Não é novidade nenhuma que as empresas aéreas estejam pensando em incorporar biocombustíveis em seus vôos para diminuir custos e também seu impacto no meio-ambiente.

A KLM é uma das mais avançadas quanto a incorporação de combustíveis alternativos em seus vôos, e no ano passado realizou um teste entre Amsterdã e Rio de Janeiro, com esta mesma fórmula energética.

Assim estão as coisas, a empresa holandesa agora anunciou que fará um vôo semanal na rota Nova Iorque-Amsterdã, com um Boeing 777 propulsionado por um combustível obtido a partir do óleo de cozinha, motivo pelo qual a imprensa desse país o qualificou como "o vôo da batata", em clara alusão à natureza do combustível.

Outras companhias aéreas seguirão seu exemplo? É de imaginar que sim, pois não é segredo para ninguém que seguem avançando muito na busca de combustíveis alternativos, o que ademais me parece uma excelente iniciativa para reduzir a poluição e inclusive baratear este meio de transporte a médio prazo.


Quadricóptero com garras pode capturar objetos a alta velocidade

LuisaoCS

Pesquisadores da Universidade da Pensilvânia inspiraram-se nas águias, que baixam rapidamente durante o voo para capturar uma presa com suas garras e levá-la voando, para criar um novo acessório para um veículo aéreo não tripulado.

Neste caso trata-se de um quadricóptero que recebeu uma garra impressa em 3D, ligada a um braço motorizado de 10 cm de comprimento. Com as ferramentas, o robô voador pode recolher objetos estáticos enquanto voa a uma velocidade de 3 metros por segundo.

A ideia é que no futuro a máquina inclua uma câmera, que permita ao robô detectar e reagir em caso que tenha mudanças no meio-ambiente quando esteja tentando recolher algo. Os pesquisadores também pensam em programá-lo para que detecte lugares seguros para aterrissar ou se esconda para deter o ruído que produz, ou poupar energia.

Via | The Verge.


Uma máquina feita em Lego que faz e lança aviõzinhos de papel

LuisaoCS

"A tecnologia deve estar a serviço do homem e o homem gasta tempo e esforço fazendo aviões de papel; há que fazer algo sério a respeito". Algo assim deve ter pensado Hknssn antes de construir esta intrincada máquina que facilita um dos atos genuínos do aborrecimento: a construção de aviõezinhos de papel.

Como é possível comprovar no vídeo (aconselhável baixar o volume), a máquina não está isenta de astúcia e não só constrói um avião perfeito senão que ademais o lança a uns três metros, uma distância nada desdenhável. Um modelo mais rápido poderia levar a sua fabricação em massa e a um novo tipo de armamento para combates em interiores ou em dias nublados. A inscrição de mensagens ofensivas nos aviões seria vital para desmoralizar o inimigo, ou talvez para motivá-lo, dependendo do talento da cada um.

Via | BuzzFeed.


Quinze frases geniais de Albert Einstein

LuisaoCS

Quinze frases geniais de Albert Einstein

Ontem, 14 de março, 134 anos atrás, nascia em Ulm (Alemanha) Albert Einstein, que foi eleito pela revista Time como o personagem mais importante do século XX. Sendo um jovem empregado no Escritório de Patentes de Berna (Suíça), publicou sua Teoria Especial da Relatividade em 1905. E em 1916 apresentou a Teoria Geral da Relatividade, que reformulou por completo o conceito de gravidade. Logo após o "einsteniano" salto você lê algumas de suas melhores frases.


A evolução da face humana durante 7 milhões de anos

LuisaoCS

O usuário DejanSeo alterego de Dan Petrovic reuniu algumas imagens de faces de hominídeos ancestrais que foram apresentados recentemente em programas do Discovery para fazer uma "morfagem" (metamorfose) entre um e outro até chegar ao Sapiens. A simples animação com pouco mais de 1 minuto compreende um período de evolução de 7 milhões de anos da nossa raça.

DejanSeo não informa qual o software (talvez o Impromptu), mas diz que a música de fundo foi gerada automaticamente, nota a nota, em reação ao vídeo. Uma solução muito charmosa e eficiente para burlar copyright.


Viajar depressa demais não é muito bom

LuisaoCS

Viajar depressa demais não é muito bom

Resulta espantoso comprovar que até há bem pouco tempo o ser humano não era capaz de se deslocar com relativa rapidez pelo mundo. Antes de que isso fosse factível, viajar rápido não só era impossível senão que achavam que podia ser prejudicial para a saúde: em tempos pretéritos, mover-se rápido era o equivalente a viajar à Lua hoje em dia.

Por exemplo, em agosto de 1784, John Palmer criou um serviço de carruagens rápidas para o correio urgente, uma espécie de Sedex entre Bath e Londres -uma distância de pouco mais de 160 km-, que reduzia o tempo de percurso de 38 para 16 horas. Tempo que, hoje em dia, qualquer um de nós pode dar a volta ao mundo. No entanto, naquela época, um médico conceituado publicou no jornal The Bath Argus: "A viagem regular a uma velocidade tão espantosa provocará sem dúvida a morte por apoplexia".


Henry Cavendish, possivelmente o cientista mais tímido da história

LuisaoCS

Henry Cavendish, possivelmente o cientista mais tímido da história

Entre os cientistas não é difícil encontrar personagens raros, intratáveis, tímidos, misantropos, associais e autistas, mas o caso de Henry Cavendish (ou a lenda gerada ao redor de sua timidez) possivelmente seja dificilmente equiparável.

Em vida, Henry, descobridos do hidrogênio, que ele chamou de "ar inflamável", publicou simplesmente nada, talvez em parte por sua timidez e seu recato, de maneira que morreu em 1810 e foi necessário chegar a década de 1870 quando descobriram que ele já tinha se antecipado a muitas descobertas posteriores, como a lei de Ohm e a lei de Charles dos gases.


«Prev || 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 || Next»