Arquivo do mês de setembro 2015

«Prev || 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 || Next»

Esta fábrica é o terror dos agricultores: cultivará meio milhão de pés de alface ao dia de forma automática

LuisaoCS

Esta fábrica é o terror dos agricultores: cultivará meio milhão de pés de alface ao dia de forma automática

Faz alguns dias o jornal britânico The Guardian publicou um interessante relatório dando conta que a tecnologia conseguiu criar mais postos de trabalho do que eliminá-los entre 1871 e 2011. Será complicado manter essa tendência com avanços como os que acontecerão em uma fábrica no Japão, no entanto, que iniciará sua construção no próximo ano.

Nessa fábrica produzirão até 30.000 pés de alface em apenas um dia a partir de 2017, e em cinco anos a estimativa do fabricante é atingir a incrível cifra de meio milhão de pés ao dia. O custo da fábrica será de 16 milhões de dólares.


A evolução de uma mesa de trabalho desde 1981 até hoje: assim “emagreceu” o escritório

LuisaoCS

No inicio dos anos 80 começaram a incorporar os computadores pessoais às mesas de trabalho de muitos escritórios. Eram trambolhos tremendos, pesados e enormes, que ocupavam muito espaço e serviam para pouco mais do que processar texto. De Internet nem falamos: a rede não começou a ser uma realidade nos computadores brasileiros até meados dos anos 90.

Mas desde essa chegada até hoje, os computadores monopolizaram cada vez mais atenção em nossas mesas… até se combinarem com todo o protagonismo. Um vídeo criado pelo site Best Reviews -que se dedica a fazer comparações e críticas de diferentes produtos- e pelo Laboratório de Inovação da Universidade de Harvard demonstra como evoluiu nossos postos de trabalho. Se antes estavam cheios de folhas, guias de telefone, globos terrestres... que há neles agora? Exatamente: um computador e um celular.

- "Perguntamos-nos como seria recriar um escritório dos anos oitenta e emular sua transformação ao longo da era da informática", explica a equipe ao site, que queria ilustrar como a tecnologia mudou nosso mundo, limpando as mesas e simplificando nossas vidas. Enquanto uma mudança gradual ano a ano seria difícil de perceber, uma tomada geral nos dá uma visão bem mais dramática da progressão tecnológica que experimentamos.


Este gorila quer ver as fotos de suas férias no celular

LuisaoCS

Jelani, um gorila de costas prateada do zoo de Louisville em Kentucky, nos EUA, gosta de olhar fotos nos celulares dos visitantes. O editor de vídeo Paul Ross espiou este simio em ação durante sua recente visita ao zoo, olhando fotos de outros gorilas no smartphone de um jovem, e inclusive animando a que seguisse passando as fotos.

- "Encontrei este jovem compartilhando fotos com Jelani enquanto passeava pelo zoo com minha filha de um ano", disse Ross. - "O rapaz estava mostrando fotos de gorilas e Jelani fazia gestos com a mão para que passasse à seguinte foto". Encontros como este nos levam a perguntar o que está fazendo em um zoo uma criatura tão inteligente.


Alimentos orgânicos? Não são mais saudáveis, ainda que sim mais caros

LuisaoCS

Alimentos orgânicos? Não são mais saudáveis, ainda que sim mais caros

A popularidade dos produtos orgânicos cresceu consideravelmente nos últimos anos pese a que, muitas vezes, o preço destes alimentos chega a ser o dobro que o dos convencionais. Vale a pena a maior despesa? Segundo um estudo científico da Universidade de Stanford, cujas conclusões foram publicadas no Annals of Internal Medicine, os alimentos orgânicos não parecem mais saudáveis. Especificamente a pesquisa indicou que "A literatura científica atual não tem nenhuma evidência, sequer, para sugerir que os alimentos orgânicos sejam mais nutritivos do que os alimentos convencionais."

O estudo consistiu em analisar 240 artigos científicos relacionados com esta matéria, que também indica que não existem diferenças entre ambos tipos de alimentos. A pesquisa sintetizou os resultados de 17 estudos realizados com humanos com alimentação orgânica e convencional e 223 que comparavam os níveis de nutrientes, bactérias ou contaminação por pesticidas em ambos os tipos de alimentos. Apenas um nutriente, o fósforo, aparece em maior medida nos alimentos orgânicos, algo que, segundo os pesquisadores, não tem muita relevância clínica.


Demorô! Cientistas britânicos criam sorvete menos calórico e que não derrete

LuisaoCS

Demorô! Cientistas britânicos criam sorvete que não derrete

Uma equipe de cientistas das universidades de Dundee e Edimburgo na Escócia, descobriram características em uma proteína natural produzida por bactérias inócuas que permitiria que os sorvetes possuam maior resistência ao calor e desta forma prevenir que derretam antes do tempo.

A proteína, conhecida como BsIA, é capaz de unir os ingredientes básicos do sorvete (ar, gordura e água), o que gera uma textura mais fina e suave, sem cristais de gelo arenosos, justo como deve ser um bom sorvete, mas com uma resistência ao calor muito superior à que têm atualmente.

Este novo ingrediente permitiria aos sorvetes não apenas serem mais resistentes ao calor, senão também permitiria gerar produtos com níveis mais baixos de gorduras saturadas e menor quantidade de calorias. Ademais, ao não necessitar de tanta refrigeração para manter seu estado original significaria uma economia energética para os vendedores.

Seus criadores estimam que este novo ingrediente poderia estar disponível para as companhias de sorvetes em 3 anos. Esperaremos pacientes.

Via | Phys.org.


Cientistas acham que símios começaram sua própria Idade da Pedra

LuisaoCS

Na Idade da Pedra, o homem aprendeu a controlar o fogo, a domesticar animais, inventar canoas e a trabalhar com cerâmica. Ainda que os símios em estado selvagens estão longe de chegar a fazer estas coisas, recentes testes realizadas pelo arqueólogo Michael Haslam da Universidade de Oxford e líder de Projeto de Arqueologia Primate, comprovaram que alguns destes inteligentes animais já começaram sua própria Idade da Pedra.

O arqueólogo encontrou ferramentas feitas em pedra na África, América do Sul e no Sudeste Asiático, utilizadas por primatas não humanos que remontam a milhares de anos atrás, especificamente 4.300 anos. O fato de que ditas ferramentas, ao que parece, tenham sido utilizadas por primatas, converte estes lugares, em novos e importantes campos da ciência relacionada com a arqueologia dos primatas.

Ao comparar as pedras encontradas, com modernas ferramentas utilizadas por antigas civilizações humanas, fica evidente que estas eram utilizadas como meio para quebrar nozes e alimentos similares. Estas sólidas evidências levam a crer nos símios como uma espécie bem mais evoluída do que achávamos.


São como os vídeos de acidentes de carros, mas de acidentes de drones

LuisaoCS

Drones não caem sozinhos, a não ser que a bateria esteja "miada". Então, atrás de toda esta compilação tem um péssimo piloto de controle remoto ou quadricópteros com tecnologia xing ling. Em específico há uma linha, a Syma X5C, que está vendendo que nem água por causa de seu baixo preço (custa em torno de 200 reais), que provoca dois suspiros no usuário: um quando recebe e outro quando saí fora do alcance do controle remoto e vai embora.

De qualquer forma aí está outra categoria do YouTube em que as pessoas devem perder boa parte da vida.


«Prev || 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 || Next»