Arquivo do mês de agosto 2016

«Prev || 1 | 2 | 3 | 4 | 5 || Next»

Cientistas descobriram um novo tipo de fogo

LuisaoCS

A gente pode pensar que já que o fogo foi uma das primeiras descobertas da humanidade, sabemos praticamente tudo o que há para saber sobre ele. Aparentemente, esse não é o caso. Cientistas da Universidade de Maryland descobriram um novo tipo de chama, e é bem incrível. É chamado redemoinho azul, e é realmente uma espécie de tornado de fogo. A coluna da chamas não tem o brilho laranja característico de fogo regular, e você tem que vê-lo em ação para acreditar!

Os pesquisadores dizem que o redemoinho azul obtém sua cor característica porque é uma chama extremamente limpa, e que poderia ter enormes benefícios ecológicos, como na limpeza de derramamentos de óleo sem gerar lotes de poluentes! Você pode aprender mais sobre o turbilhão azul na página do projeto.


Cuidado com o incenso: poderia ser mais tóxico que a fumaça do cigarro

LuisaoCS

Cuidado com o incenso: poderia ser mais tóxico que a fumaça do cigarro

A recente tendência a acolher o que ditam culturas que se encontram a muitos fusos horários de nós, sobretudo se forem orientais, tem seus riscos: entre toda a mesclagem de informações há vários exemplos de pseudociência, como já expliquei mais amplamente em alguns posts do NDig.

Quem abraça estas manifestações culturais, "gente do bem", também adota uma série de clichês, como pôr incenso para queimar por toda casa. No entanto, há que ter muito cuidado com este costume porque, apesar de que se nos evoque algo muito espiritual e conectada com a natureza, o emprego de incenso em lugares com pouca ventilação ou fechados é prejudicial para a saúde.

É o que sugere, ao menos, um estudo realizado por uma equipe de cientistas da Universidade de Tecnologia do Sul da China em Cantão, dirigidos por Rong Zhou. Para isso, analisaram a fumaça do incenso de dois tipos ou variantes, incenso com agar e com sândalo, dois dos elementos mais comuns na fabricação destes produtos.

O experimento sugere que a fumaça do incenso é potencialmente mais tóxica que a do cigarro, porque 99% da fumaça contém partículas finas e ultrafinas de substâncias químicas muito prejudiciais para a saúde.

O estudo foi publicado na revista Environmental Chemistry Letters, mas requerem-se mais estudos para confirmar se estas conclusões se repetem em todas as variedades de incenso.


Pais assistem filha ginasta nos Jogos Olímpicos com grande inquietação

LuisaoCS

Quatro anos atrás, os pais da ginasta americana Alexandra Raisman tiveram dias difíceis assistindo sua filha competindo na ginástica nos Jogos Olímpicos de Londres. O vídeo que mostrava o desassossego dos dois se tornou uma grande viral, mas já não existe mais na base do Youtube. Este ano, eles estão de volta e mais sinuosos do que nunca.


Imãs estranhamente satisfatórios

LuisaoCS

Os vídeos que causam satisfação apenas por sua visualização se amontoam no Youtube e são uma nova tendência de virais. Neste feito por Stan Krzyzanowski não há nada mais que um monte de objetos de metal aleatórios caindo em uma pilha de ímãs de neodímio, mas de alguma forma é é estranhamente convincente a fazer o expeectador vê-lo desde o início até o fim de todos os 99 segundos de sua duração.


O jeito certo de descascar uma laranja

LuisaoCS

Quando eu era criança, fui a uma romaria em Aparecida do Norte, onde vi uma dessas maquininhas de descascar laranja, maçã e até abacaxi a máquina do mascate descascava. Aquilo foi o meu primeiro contato com a "tecnologia" e durante anos eu sonhei em ter uma. Pois bem, hoje eu tenho um armário cheios de quinquilharias xing ling entre as quais estão umas cinco maquininhas dessas ai... nenhuma funciona direito. Hoje eu descobri esta tal de Pelamatic e já prometi que vai ser a última maquininha dessa que vou comprar. Agora vai!


Uma turbina eólica em chamas

LuisaoCS

Pese que a descrição diga que o incêndio foi causado por excesso de voltagem, na verdade é decorrente da velocidade do vento. Esta turbina eólica começou a arder enquanto dava voltas a toda velocidade. O problema, como quase sempre acontece, é que a câmera de vídeo estava na mão de alguém com dislexia ou Parkinson, sem pulso suficiente para gravar boas imagens. Mas, ainda assim, o efeito das hélices dando voltas e gerando um espiral de fumaça negra é bastante espetacular.

O fato de que o restante das turbinas estejam paradas diz tudo sobre o acidente (de fato há outra turbina na mesma situação ao fundo da imagem à esquerda): estes mecanismos têm um sistema de segurança para detê-los em caso de fortes ventos, algo que costuma ser ativado a partir de uma velocidade específica. Eles deixam de girar e as pás ficam paralelas ao vento, não perpendiculares como habitualmente, as escovas do gerador são afastadas e o freio acionado.

O que deve ter acontecido ali é que o sistema de segurança falhou, o gerador não foi freado, as hélices não giraram sobre seu próprio corpo e ficaram sem controle sobrecarregando o mecanismo do gerador, o que resultou nas chamas. O vídeo foi gravado em Palladam, no estado de Tamil Nadu da Índia.


Quando esse cara coloca um louva-deus na água algo muito perturbador acontece

LuisaoCS

Vamos falar a verdade: - "O ser humano é um bicho muito cagão, né?" Que mal, por exemplo, uma barata pode fazer para um homem? Mas basta ver uma, ainda mais se voadora, para mais da metade da humanidade sair do armário, basta cruzar com uma teia de aranha para o sujeito aprender karatê. Mas devo confessar que ver este vídeo de um louva-deus me deu medinho sim. Não por causa do inseto e sim por causa do parasita que ele carrega.

Acontece que o sujeito decidiu colocar o inseto na água para ver o que acontecia e, sinceramente? É nojento! Muitos comentadores dão conta que o vídeo pode ser falso, mas uma busca rápida devolve vários vídeos com o mesmo conteúdo. Inclusive este outro vídeo tem uma referência a vários vídeos com o assunto.

Não sei se corresponde a realidade, sou uma negação em Biologia, mas alguns desses vídeos dizem se tratar de um verme conhecido por crina-de-cavalo... Sim, a Wikipédia, a mãe dos burros digitais, diz que seu nome é nematomorfo e gosta de parasitar artrópodes.


«Prev || 1 | 2 | 3 | 4 | 5 || Next»