Arquivo do mês de agosto 2017

«Prev || 1 | 2 | 3 || Next»

Um protótipo de salva-vidas com controle remoto

LuisaoCS

Este invento da Noras Performance chamado U Safe é uma espécie de salva-vidas com propulsão, ou um "barco com controle remoto com forma de salva-vidas", depende de como você veja. Segundo explicam o artefato é elétrico, tem uma flutuabilidade suficiente para 200 kg (duas pessoas, na prática), 40 minutos de autonomia e um alcance de 5 km. Controla-se manualmente com um comando remoto, e deve ser levado até a pessoa em apuros para que esta possa se agarrar e ser arrastada por ele, ou inclusive que um salva-vidas humano vá ajudando se as condições forem mais complicadas.

Apesar de parecer um ideia ótima, daquele tipo "como não pensei nisso antes?", é um desses inventos que parece que não ganharam tendência: o vídeo e o site estão congelados em 2015 com um cartaz de "a venda proximamente", e isso em qualquer área da tecnologia é uma eternidade.

As razões de que não possas ir à loja e comprar um? Nem faço ideia. Com estas questões tão delicadas de segurança e resgate às vezes o remédio pode ser pior do que a doença e não serei eu a enviar um flutuador a alguém que está afogando no mar. Ou talvez a empresa tenha proposto um valor absurdo (como sempre fazem com novidades) ou pouco confiável em termos de tração para resultar prático. Vai saber?!?


Reunião de família dos Antonov

LuisaoCS

A empresa ucraniana Antonov produziu alguns dos maiores aviões de transporte do mundo -incluindo o maior, o Antonov An-225 Mriya- e alguns dos mais populares como o An-26. Muitos deles são usados ademais não só em variantes de transporte senão também para o transporte de tropas ou como aviões de passageiros.

Em Ballet of giants podemos ver uma reunião familiar de alguns dos Antonov em serviço, desde o Antonov An-2, um avião capaz de voar para trás se deparar com suficiente vento de frente, até o já citado An-225.

Ao todo estima-se que a Antonov tenha produzido uns 22.000 aviões desde que foi fundada lá por 1946, muitos dos quais ainda estão em serviço.


Doses elevadas de suplementos de vitamina B relacionadas ao risco de câncer de pulmão

LuisaoCS

Doses elevadas de suplementos de vitamina B relacionadas ao risco de câncer de pulmão

A suplementação com vitamina B6 e B12 a longo prazo, em altas doses, pode aumentar o risco de câncer de pulmão em fumantes do sexo masculino, sugerem novas pesquisas da Universidade Estadual de Ohio. Você pode estar pensando: outro dia, outro item adicionado à lista de possíveis agentes cancerígenos. Mas qualquer informação adicionada às resmas de pesquisas sobre este flagelo global vale a pena, ainda que complicada e às vezes contraditória.

O câncer de pulmão, em particular, é a principal causa de morte por câncer nos EUA. Muitos destes são o resultado do tabagismo, o que significa que qualquer coisa para aumentar esse risc, como tomar altas doses de suplementação de B6 e B12, deve ser avaliada e diminuída.

Isso não significa que os suplementos B sejam ruins, apenas para um certo grupo de homens as doses elevadas podem ser perigosas. Para o estudo, publicado no Journal of Clinical Oncology, a equipe analisou dados de mais de 77.000 adultos que participaram do estudo. Todos tinham entre 50 e 76 anos, e recrutados entre os anos 2000 e 2002.

É importante notar que estudos anteriores encontraram resultados conflitantes. Um desses estudos descobriu que a vitamina B6 reduzia o risco de câncer de pulmão, enquanto que outro indicou que a B12 não tinha influência alguma. Esta discrepância pode ser devido a vários fatores, como a forma como as vitaminas foram medidas ou, possivelmente, porque o câncer de pulmão aumenta essas vitaminas nos pacientes.

A maneira mais eficaz de reduzir o risco de câncer de pulmão é, então, parar de fumar. Está ligado entre 80 a 90% dos casos de câncer de pulmão, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças.

Via | IFLScience.


Este animal mata mais de 725.000 pessoas a cada ano

LuisaoCS

Este animal mata mais de 725.000 pessoas a cada ano

O mosquito é o animal mais letal do mundo, sendo responsável pela morte de mais de 725.000 pessoas em cada ano em frente às 50.000 mortes provocadas pelas serpentes ou as 10 pessoas vítimas dos tubarões. Em realidade, seu poder reside na capacidade de transmitir doenças: a malária, transmitida pelo mosquito Anopheles, mata a cada ano a 400.000 pessoas (principalmente crianças) e incapacita por vários dias mais de 200 milhões.

Existem mais de 2.500 espécies de mosquitos e estes animais são encontrados em todas as regiões do planeta a exceção da Antártida. Como assinala Krijn Paaijmans, entomologista do Instituto de Saúde Global de Barcelona, os mosquitos se adaptam facilmente a tudo e são difíceis de erradicar. Krijn também é parte de uma grande equipe que trabalha no MALTEM, um projeto financiado pela Fundação Bill & Melinda Gates, cujo objetivo é deter a transmissão da malária no distrito de Magude, no sul de Moçambique, em 2020.

Sua equipe está desenvolvendo barreiras eletromagnéticas que repelem aos mosquitos, enquanto uma outra equipe do mesmo centro está centrada na ivermectina, um fármaco antiparasitário que mata aos mosquitos que se alimentam de animais ou indivíduos tratados. Por outro lado, os aparelhos anti mosquitos por ultrassom deveriam ser retirados do mercado devido a sua ineficácia.

Mas os mosquitos também fazem boas ações, ainda que seja inconscientemente. Ovos e larvas fazem parte da alimentação de alguns peixes, polinizam certas flores e servem como "transporte" para bactérias e vírus. Sem mosquitos, a cadeia trófica cambalearia.


Este filme sobre o eclipse solar é criação de um algoritmo de Google

LuisaoCS

A edição deste filme colaborativo, que por enquanto se trata só de um conceito, foi feito por um algoritmo programado por Google. Para realizá-la teve em conta o momento e a localização de cada foto a fim de dar a máxima cobertura. O vídeo é uma espécie de síntese (desde o ponto de vista do algoritmo) do chamado Eclipse Megamovie 2017.

O referido projeto registrou o evento astronômico do ano em alta definição em um filme que está acompanhado de imagens feitas por milhares de voluntários ao longo de vários pontos do percurso do eclipse, desde o noroeste dos Estados Unidos até o sudeste.

À medida que vão recebendo mais imagens, o filme que você pode ver agora se tornará mais extenso e mais interessante.


Como faz: lâmpadas de néon

LuisaoCS

Em um episódio esclarecedor da série de artesãos canadenses Oú Se Trouve by Stereokroma perfila o veterano do artista do vidro Gerald Collard, de 40 anos, do estúdio de design da Neon Family, em Montreal, para ver como as lâmpadas néon são feitas.

Elas já foram muito populares e praticamente não existia um estabelecimento comercial que usasse estas lâmpadas decorativas em sua fachada. A lâmpada neon é realmente uma forma muito durável e eficiente de lâmpadas tubulares. É comparável a fluorescente e pode durar até 50 anos! Ao contrário das lâmpadas de consumo, ela não responde as normas de fabricação da obsolescência programada e é projetado para durar mais exigindo menos manutenção. As cores do néon são produzidas por diferentes gases e diferentes revestimentos. Os principais gases utilizados são o neon e o argônio.


Como faz: garrafas de plástico

LuisaoCS

Você sabia que as garrafas de plástico são fabricadas com o mesmo princípio das garrafas de vidro? Usam também o sopro, mas o processo difere um pouco e assemelha-se a um processo de termoformagem devido a mais fina espessura e menor resistência de modelação. Tubinhos rígidos em forma de camisinha, já com a rosca no gargalo, são inseridos em um molde pré-aquecido com determinado número de cavidades (a do vídeo tem 5). O mesmo processo básico é usado para grandes garrafas de 5 litros, mas o molde tem apenas uma cavidade, pois senão o tamanho do molde seria cavalar, lógico.


«Prev || 1 | 2 | 3 || Next»