«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 123 | 124 | 125 || Next»

Quando nos encontramos com outras espécies humanas

LuisaoCS

Em um ponto relativamente recente da nossa história evolutiva, havia várias espécies de seres humanos. A única espécie que permanece hoje é o Homo sapiens, ao qual pertencem todas as pessoas vivas do mundo.

Podemos dizer a nós mesmos que sobrevivemos porque éramos melhores que as outras espécies, como os neandertais e os denisovanos, ou porque os conquistamos, mas essa não é a história toda.

Essas outras espécies ainda pervivem de certo modo, porque deixaram seu DNA no Homo sapiens de hoje. Isso significa que as espécies separadas se encontraram e produziram descendentes. Este vídeo da PBS Eons nos dá uma visão geral sobre os vestígios de outras espécies humanas que levamos dentro.


Um belo vídeo mostrando os 11 elementos químicos diferentes que compõem 99,9% do corpo humano

LuisaoCS

The Elements of Life é um curta-metragem de Envisioning Chemistry, criado por Yan Liang, que mostra a beleza de onze elementos diferentes que compõem 99,9% do corpo humano. O vídeo organiza os 11 elementos em 3 grupos: o primeiro grupo é de gases e líquidos, o segundo é de metais e o terceiro é de sólidos não-metálicos com ênfase em diferentes alótropos. O número após cada nome do elemento é sua porcentagem de peso no corpo humano.

O filme foi criado para o Ano Internacional da Tabela Periódica dos Elementos Químicos, conforme determinado pela UNESCO.


Os tentáculos dos polvos são capazes de tomar decisões próprias sem a intervenção do cérebro

LuisaoCS

Imagina ter uma extremidade capaz de mover-se e reagir de forma inteligente sem a intervenção de seu cérebro. Provavelmente você está pensando em outra coisa, mas falamos dos polvos. Um recente estudo acaba de descobrir que os tentáculos destes animais basicamente se movem sozinhos.

Os polvos são um autêntico mistério biológico. Estes inteligentes animais marinhos parecem ter evoluído de maneira completamente diferente ao resto de espécies. Um dos traços mais curiosos desta evolução é que os polvos não têm um sistema nervoso central como o dos vertebrados. Têm um cérebro central, sim, mas dois terços de seus neurônios não estão ali, senão repartidos por suas extremidades. Isso propõe não poucas perguntas. O neurocientista da Universidade de Washington David Gire fez uma das mais relevantes.


Um ano observando a Terra a partir do espaço

LuisaoCS

Este vídeo é o mais alucinante que vejo em muito tempo. Recomendo ampliar a tela completa, aumentar o som e desfrutá-lo em tempo real. Trata-se de uma montagem a partir das imagens tomadas pelo satélite japonês Himawari-8 desde a órbita geoestacionária a 35.786 km. De longe ou um pouco mais de perto é o que veríamos se passássemos um ano completo na órbita geoestacionária


Por que as impressões digitais são únicas?

LuisaoCS

O canal Minute Earth explica a ciência por trás das impressões digitais: como elas são formadas, por que elas desenvolvem seus padrões individuais e a matemática sobre por que não se reproduzem na natureza. É bem detalhado e faz você se perguntar como eles descobriram tudo isso?


As experiências reais que inspiraram Frankenstein

LuisaoCS

O romance de Mary Shelley, Frankenstein, foi escrito em 1818 e publicado em 1820. O livro era ficção, mas trazia ao público questões de ciência, filosofia e ética de uma maneira que as explicações da ciência dura não alcançavam. No entanto, as discussões sobre a natureza da vida e da morte e o que o homem e seu conhecimento poderiam fazer a respeito estavam na primeira linha da ciência na época, devido a alguns experimentos muito reais, semelhantes aos do Dr. Frankenstein. Vox aborda neste vídeo como os cientistas da época estavam empurrando os limites da própria vida.


A Carne faz bem para o ser humano? É realmente saudável?

LuisaoCS

Os humanos são onívoros e comer carne sempre foi uma forma rápida de adicionar nutrientes às nossas dietas. Pelo menos esse foi o caso durante a maior parte da história. No mundo moderno, a carne é mais fácil e amplamente disponível do que nunca, e também eliminamos muitas outras preocupações com a saúde que reduziam o tempo de vida. Então, agora precisamos considerar o que é melhor comer para uma vida longa e saudável quando temos uma escolha quase ilimitada de alimentos. O coletivo Kurzgesagt expõe o estado da pesquisa sobre a quantidade e os tipos de carne que são bons para a saúde humana. A aula de carne termina às 8:45 e depois se torna um anúncio.


O pé humano é um desastre de design

LuisaoCS

Os pés humanos não funcionam muito bem em comparação com os de outros animais. Isso aconteceu porque decidimos andar dois pés que já eram perfeitamente bons para escalar árvores. Nós tivemos que viver com as consequências desde então.
Com base nas leis da seleção natural, com tempo suficiente nossos pés teriam evoluído e se adaptado para melhor apoiar a nova maneira de locomoção. Talvez tenhamos interferido nesse processo de evolução depois que inventamos os sapatos.


Como funciona a hanseníase

LuisaoCS

A lepra, a mais antiga das doenças, é agora conhecida como doença de Hanson. Não está extinta, mas agora é tratável. Esse não foi o caso daqueles que contraíram a lepra há milhares de anos, ou até mesmo cem anos atrás. Mas mesmo que possamos curá-la, ainda há muito que não sabemos sobre a doença, como você vai descobrir neste vídeo de Seeker. Aviso: Algumas imagens podem ser perturbadoras.


Comer este alimento antes de dormir é bom para a saúde (e não engorda)

LuisaoCS

Comer este alimento antes de dormir é bom para a saúde (e não engorda)

O consumo de alimentos ricos em proteínas antes de dormir pode produzir um efeito benéfico sobre a qualidade dos tecidos musculares e o metabolismo, bem como melhorar o estado de saúde em geral, sugere uma pesquisa realizada por especialistas da Universidade Estatal de Flórida.

No estudo, cujos resultados foram publicados em setembro passado na revista British Journal of Nutrition, participaram mulheres jovens maiores de 20 anos que levavam um estilo de vida ativo. As voluntárias consumiram porções de queijo cottage entre 30 e 60 minutos antes de ir dormir para que os pesquisadores pudessem analisar o impacto que este hábito alimentício tinha sobre a saúde.


«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 123 | 124 | 125 || Next»

Links: