«Prev || 1 | 2 | 3 | 4 |...| 73 | 74 | 75 || Next»

Como a falta de células fotorreceptoras faz com que a maioria dos mamíferos seja menos colorida que peixes e pássaros

LuisaoCS

A apresentadora do SciShow, Olivia Gordon, explica por que a maioria dos mamíferos não é tão ricamente colorida quanto peixes, insetos e pássaros. Como se constata, a cor não é bem percebida pelos mamíferos, já que só tem dois cones fotorreceptores herdados de tempos pré-históricos, que são metade do que têm seus primos aquáticos, rastejantes e voadores do reino animal.

De fato, aves, insetos, peixes enxergam em todas as cores do arco-íris, enquanto os mamíferos parecem oferecer paletes mais genéricas e os dinossauros podem ser os culpados.


Este é o melhor truque para fazer alguém mudar de opinião

LuisaoCS

Este é o melhor truque para fazer alguém mudar de opinião

O filósofo e matemático do século XVII, Blaise Pascal, atualmente tem certa popularidade na Internet, particularmente na era do Twitter onde algumas de suas frases são muito retuitadas. Uma que é muito citada por escritores e filósofos como sintoma do horror ao vazio do homem moderno é: "O silêncio eterno dos espaços infinitos me aterroriza."

Por isso não demorou para que alguém tenha notado que Pascal voltou a ser notícia, ao menos nos círculos da psicologia, depois de que seu argumento para fazer que uma pessoa mude de parecer foi retomado pelo professor Arthur Markman, da Universidade do Texas, em Austin, que reforça a ideia do que Pascal observou há 350 anos é a melhor forma de persuadir alguém.

Pascal escreveu que quando queremos corrigir alguém e fazê-lo mudar de opinião devemos primeiro notar de qual perspectiva essa pessoa olha o tema e entender como ela enxerga esta "verdade", de modo que devemos admitir primeiro que ele está certo e depois revelar o outro lado desde o qual as coisas são diferentes tentando argumentos como:


A música muda o sabor do álcool e por isso as pessoas bebem mais em um bar

LuisaoCS

A música muda o sabor do álcool e por isso as pessoas bebem mais em um bar

Nos bares, as pessoas tem o costume de beber mais do que o habitual. A razão aparente é que ali há mais bebidas disponíveis, mas há outra que também parece ter influência e resulta muito menos óbvia: o ruído do ambiente. Isto é, que em um bar silencioso os frequentadores enxugariam menos copos.

Ao menos é o que sugere um estudo, publicado na revista Food Quality and Preference, realizado por pesquisadores da Universidade de Portsmouth, no Reino Unido. Na pesquisa, não só comprovaram que as pessoas bebiam mais álcool se havia ruído no ambiente, senão que a música ambiental era capaz de mudar o sabor do álcool, especificamente da cerveja.

A percepção do melhor sabor na cerveja era significativamente mais alta quando os participantes escutavam música em comparação quando consumiam em silêncio ou quando escutavam notícias, e também se percebia menos o álcool na bebida. Segundo Lorenzo Stafford, pesquisador de Portsmouth:

"Uma explicação possível é que as pessoas têm pouca habilidade para estimar o conteúdo de álcool da cerveja por meio do paladar. Pode existir um potencial consumo excessivo quando as bebidas são mais doces e saborosas ou a música é o suficientemente rápida e alta, porque o cérebro humano está conectado para buscar prazer."

Qual foi o país com a mais curta existência da história?

LuisaoCS

Nações vêm e vão. Biafra, por exemplo, estava no noticiário há menos de três anos. Os países que entraram em colapso em menos tempo são muitas vezes esquecidos porque atraíram menos manchetes, alguns deles com expectativa de vida que duraram um piscar de olhos, relativamente.

Mas, para determinar o país de vida mais curta de todos os tempos, primeiro você precisa definir o que é um país e nesse vídeo falam sobre alguns países que vieram e foram antes que você soubesse sobre eles.

De fato, indicar o país com a mais curta existência depende de como você define a questão. Não é novidade que a resposta é complicada. Entre os candidatos para o país mais efêmero da história está o sultanato de Zanzibar, por um dia em 1963, a República da Criméia, por um dia em 2014, e a República Federativa Democrática da Rússia, que durou apenas seis horas em 1918. O aparente vencedor, no entanto, é o Estado Independente da Catalunha, que durou apenas oito segundos de um discurso de 2017.


A origem da consciência: como as coisas desconhecidas se tornaram cientes

LuisaoCS

Consciência é um assunto profundo e complicado, mas o bom Kurzgesagt é ótimo em explicar assuntos intrincados de maneira clara. Existem alguns elementos que definem diferentes níveis de consciência, o que torna a consciência de um verme diferente da de um hamster ou de um humano, por exemplo. O conceito de "consciência" é bastante difícil de entender e há mais dois vídeos que irão completar esta série. Eu não posso esperar para ver como eles vão tratar dos assuntos de "senciência" e "alma".


Será que este mapa prova que os chineses descobriram a América antes de Colombo?

LuisaoCS

Será que este mapa prova que os chineses descobriram a América antes de Colombo?

Ainda que assumimos a história pela qual regemos nossa visão do mundo como algo relativamente imutável, fixo e verdadeiro, é possível que seja bem mais débil do que pensamos. Um dos casos mais discutidos é a descoberta da América, aparentemente realizado por Cristóvão Colombo em 1492. Este acontecimento histórico que todos aprendemos na escola poderia ser um relato incompleto e, de certa forma, falso.

Existem evidências que sugerem que Leif Eriksson, um navegador viking, tocou terra americana 500 anos antes que Colombo. E de maneira mais controversa, um historiador montou um interessante caso argumentando que o navegador chinês muçulmano Zheng He chegou a América em 1421.

Em seu livro "Who Discovered America?", Gavin Menzies assinala que a descoberta da América por Colombo é uma fantasia. Menzies toma como prova um mapa do século XVIII atribuído ao famoso almirante Zheng He que mostra de maneira detalhada o continente americano uns 70 anos antes de Colombo fazer sua viagem.

Sabe-se que nessa época a potência náutica chinesa era considerável, e Zheng He inclusive é considerado uma espécie de semideus em algumas partes da Ásia. Ainda que um especialista aparentemente tenha autenticado o mapa, não existem provas de que foi feito em 1400; Menzies sustenta que as menções do mapa por parte de comunidades indígenas peruanas coincidem com o que sabemos desse período.

A polêmica neste tema é difícil de sortear. Algumas pessoas acham que Menzies é uma fraude, e inclusive criaram um site para refutar sua tese. Outras consideram que existe informação que merece uma pesquisa mais séria, mas que as provas de Menzies são insuficientes.

Via | Daily Mail.


O que é um fractal e para que serve? Uma bela jornada sobre alguns objetos fascinantes

LuisaoCS

Yuliya Klochan, estudante de matemática do M.I.T. explica o que são fractais, como alguns deles são construídos e por que são tão fascinantes e ao mesmo tempo úteis. Entre outros, ela usa o floco de neve de Koch como um exemplo visual e fácil de entender. De lá, prossegue explicando como, na década de 90, os designs fractais começaram a ser usados em antenas de radioastronomia porque descobriram sua maior eficácia.

Entre outros exemplos de fractais na natureza também explica que também foi descoberto que a cromatina do DNA humano é um fractal, que permite que ele role sem problemas.


Os casais que têm uma grande diferença de idade são mais infelizes?

LuisaoCS

Os casais que têm uma grande diferença de idade são mais infelizes?

Apesar de que dizem que o amor pode tudo ou que a diferença de idade não é importante se você compartilhar o espírito com seu casal, um estudo da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, sugere que as coisas não são tão simples assim. O problema, segundo a análise, acontece tanto com os homens que se casam com mulheres mais jovens quanto as mulheres que se unem a homens de menor idade.

O que sugere este estudo sobre a felicidade conjugal entre membros de idades muito discrepantes é que, conquanto ao princípio parecem ser muito felizes, com o decorrer dos anos a diferença de idade acaba cobrando responsabilidade pela deterioração da relação. O problema reside, ao que parece, nas diferentes expectativas sobre temas fundamentais que se tem em diferentes idades.

Esses temas são, por exemplo, ter filhos e quando, sobre em que cidade viver, etc. Estes assuntos, quando o casal tem uma idade similar ou pertence a uma mesma geração, são percentualmente mais simples de conciliar. Contudo, o efeito idade só se observa quando os casais têm diferenças de idade de quinze anos ou mais.

Também não significa agora que tudo tenha que ser levado ao extremo. Às vezes, as relações acontecem, e por muito que nos esforcemos para evitar, também se dissolvem. Isto é, que talvez deveríamos evitar o que fez Darwin em uma ocasião: antes de propor casamento a sua prima Emma, fez sua própria análise de custos e benefícios sob o título: "This is the Question" ("Esta é a questão")a.


Esta é a misteriosa razão pela qual as pessoas inteligentes tomam más decisões

LuisaoCS

Esta é a misteriosa razão pela qual as pessoas inteligentes tomam más decisões

As habilidades cognitivas promovem aspectos acadêmicos e profissionais, mas não necessariamente os vinculados com decisões que levem a uma melhor vida. Todos conhecemos pessoas que se qualificam por ter um alto QI, mas cujas decisões de vida em ocasiões costumam ser péssimas; ou bem, pessoas muito inteligentes, mas que em sua vida cotidiana se metem em imbróglios muito estúpidos, como esquecer coisas, confundir o dia da semana, etcétera

Segundo um estudo publicado em Thinking Skills and Creativity, o problema tem origem no fato que as decisões corretas estão relacionadas com o "pensamento crítico", definido como a habilidade de fazer julgamentos de maneira desapaixonada sem cair em falsas conclusões.

Isto é, um pensamento crítico poderia estar mais vinculado a elementos próprios do caráter, como estabilidade ou inteligência emocional, e isso para além das habilidades cognitivas produto de um alto QI.

O estudo tomou uma amostra de centenas de participantes, entre adultos e jovens estudantes, que responderam perguntas que tinham a ver com habilidades como razoamento, lógica, memória e entendimento. Também perguntaram a eles sobre questões do cotidiano, para fazer uma correlação entre suas decisões de vida e os resultados de seus índices de inteligência.

Os dados apontaram que as pessoas inteligentes não necessariamente tomam as melhores decisões em sua vida. Aparentemente, tomar boas decisões está também e mais vinculado com forjar o temperamento e ser mais consciente, mais equânime.


Cientista americano afirma que a morte não existe

LuisaoCS

Cientista americano afirma que a morte não existe

O cientista estadunidense Robert Lanza afirma que tem provas definitivas para confirmar que a vida após a morte existe e que de fato a morte, por sua vez, não existe da maneira em a que a percebemos.

Após a morte de seu velho amigo Michele Besso, Albert Einstein disse:

- "Agora Besso se foi deste estranho mundo um pouco adiante de mim. Isso não significa nada. Gente como nós [...] sabe que a distinção entre o passado, o presente e o futuro é só uma ilusão obstinadamente persistente." Novas provas continuam sugerindo que Einstein tinha toda a razão ao dizer que a morte não é mais do que uma ilusão.

Robert opina que a resposta à pergunta "Que há além da morte?", sobre a qual os filósofos vivem reflexionado há séculos arraiga na física quântica, e em concreto na nova teoria do biocentrismo. Segundo o cientista, da Escola de Medicina da Universidade Wake Forest, na Carolina do Norte, a solução a essa questão eterna consiste na ideia de que o conceito da morte é um mero produto de nossa consciência.


«Prev || 1 | 2 | 3 | 4 |...| 73 | 74 | 75 || Next»

Links: