«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 72 | 73 | 74 || Next»

Novo esporte: bilhar com boliche

LuisaoCS

Novo esporte: bilhar com boliche

Não tem a sutileza do boxe-xadrez, mas também não é tão má a ideia de Steve Wienecke, um sujeito de Fredericktown, Missouri (EUA), que em um momento de ócio decidiu não corroborar com a máxima da cabeça vazia e espantou a idéia de oficina do diabo criando um esporte chamado Knokkers. A mesa de bilhar é quatro vezes maior do que o habitual, não se joga com tacos (lógico) senão com uma bola de boliche com regras similares às da sinuca.

Fonte: Neatorama.


100 Países

LuisaoCS

Desde o departamento de geografia imaginária chega esta simpática ideia: assim poderia ser nosso mundo se só tivesse 100 países com uma superfície similar. Tão somente cinco países ficariam igual estão agora, porque já ocupam uma centésima parte das terras emergidas: Mongólia, Irã, Líbia, Chade e Níger. O resto, uns crescem, e outros decrescem, como o Brasil que se divide em uns seis países menores.

100 Países
Clique na imagem para vê-la em maior resolução.

A triste história de um chimpanzé chamado Oliver

LuisaoCS

A triste história de um chimpanzé chamado Oliver

Corria a década de 1970 e nos Estados Unidos um estranho chimpanzé chamado Oliver estampava as capas de jornais e revistas por sua suposta "humanidade". Em 1960, Frank e Janet Berger, artistas circenses, importaram um chimpanzé do Congo africano para fazer parte de seus números. Logo ficou claro que Oliver era diferente do restante de símios treinados pelo casal. Caminhava nas duas patas boa parte de seu tempo, tinha uma cara mais achatada, a cabeça menor e com menos pelos e umas orelhas pontiagudas.


Árvore de Natal iluminada por uma enguia elétrica

LuisaoCS

Nesta época do ano é quando as despesas energéticas per capita aumentam muito pelas lâmpadinhas de natal que enfeitam todos os cantos. Há gente que pensa em meios alternativos para reduzir o consumo de energia: energia renovável, produtos verdes e demais.

E há gente que leva isto um pouco ao extremo, como Kazuhiko Minawa do Aquário Enoshima no Japão, que criou este sistema para que as luzes de uma árvore natalina acendam com ajuda das descargas de uma enguia elétrica. Este método pouco ortodoxo funciona desde 2007 e é exibido em um shopping local.


Qual é a origem do vírus da AIDS

LuisaoCS

Tigre dente de sabre

De acordo com um estudo realizado em 2009, a origem do vírus que causa a AIDS poderia ser encontrada em um tigre que viveu há milhares ou inclusive milhões de anos. Segundo estudo publicado na revista Nature Structural & Molecular Biology, Robert Bambara e seus colegas da Universidade de Rochester averiguaram que o vírus apropriou-se de um pouco do material genético do tigre, e uma porção do felino permanece no vírus até hoje em dia.

É provável que um destes animais tenha mordido um macaco e transferido o vírus aos símios, ainda que poderia ter existido outra forma de transmissão. Para confirmar esta hipótese, será necessário determinar se um primo do vírus humano da AIDS (HIV) nos macacos, conhecido como vírus da imunodeficiência símia (SIV), tem também o gene do tigre.

Se existir uma relação entre a presença do gene e a potência do vírus, poderia resultar útil para que os cientistas descubram maneiras de tratar melhor os humanos.

Via | Healing Well.


Simplicidade matemática em um gif animado

LuisaoCS

Simplicidade matemática em um gif animado

A gente já sabe que uma imagem vale mais que mil palavras, e mesmo que todos odiemos os gifs animados esquecendo nosso passado da Web 0.0, chega um deles e nos dá uma lição magistral de matemática para todos os públicos nos mostrando de uma maneira simples a demonstração de que o perímetro da circunferência é calculado multiplicando seu diâmetro por π (pi).


Professor universitário decide implantar uma câmera na cabeça

LuisaoCS

Índios do Amazonas

Este homem com cara de enfado é Waffa Bilal, um professor da Universidade de Nova Iorque que ao que parece não tem nada melhor para fazer do que implantar uma câmera na parte de trás de sua cabeça. Não, ele não é um paranoico, é apenas um projeto artístico.

Nas próximas semanas entrará em uma sala de cirurgia para que lhe implantem uma câmera que enviará fotos a cada 60 segundos ao museu árabe de arte moderna no Qatar durante um ano. O nome da "exposição" é The 3rd I (o terceiro eu/olho).


O placebo do dia a dia

Admin

Botão de abrir porta elevador

Inteirei me hoje lendo um artigo escrito por Greg Ross do Futility Closet de que o efeito placebo não é um mecanismo de engano cerebral que só funciona com medicamentos, senão que também se mostra efetivo em elevadores e semáforos. Na maioria dos elevadores instalados desde o início dos anos 90 o botão "fechar portas" não serve para nada. Os engenheiros da empresa de elevadores Otis confirmaram a afirmação em um artigo de 2003 publicado no The Wall Street Journal.

E coisa não termina por aí, em muitos escritórios o termostato dos sistemas de aquecimento e de aparelhos de ar condicionado são decorativos, desenhados simplesmente para dar ao funcionário a sensação de controle.


Toda nossa história resumida em 365 dias

LuisaoCS

A Persistência da Memória

Imaginem só se comprimirmos o último milhão de anos da história da humanidade em somente um ano. Cada dia equivale, então, a 3 mil anos. 2 anos é um minuto. Nesta escala temporal comprimida, nossos ancestrais usaram o fogo pela primeira vez em algum momento durante o último outono. Até finais de outubro, nossos antepassados ainda manipulavam as ferramentas de pedra mais básicas; os seres humanos biologicamente similares a nós, os Homo sapiens, apareceram mais ou menos em meados de novembro.

Ao redor de 19 de dezembro surgia o começo da civilização: pinturas rupestres e sepulturas. Até 27 de dezembro não existiam provas da existência de agulhas de costurar, lanças de arremesso ou o arco e a flecha.


Hitler cria em Deus?

LuisaoCS

Hitler cria em Deus?

Ainda que fosse oficialmente católico, Adolf Hitler não voltou a pisar uma igreja desde que deixou a casa de seus pais. No entanto, pagava o dízimo e mencionava Deus em seus discursos, dizendo que fazia a vontade de Deus ao aniquilar os judeus, provavelmente como parte de uma manobra política para captar à maioria católica alemã.

Segundo seus mais parentes, o Führer tinha uma opinião muito negativa sobre o cristianismo, mas também não sentia-se inclinado para o ateísmo. Na Alemanha daquela época, a ausência de crenças religiosas era muito mal vista, já que era associada com a ideologia comunista. Talvez a melhor forma de descrever o ditador é como um místico, que inclusive acreditava no ocultismo. Cria em algo, mas em quê? Isso nunca ficou claro.


«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 72 | 73 | 74 || Next»

Links: