«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 25 | 26 | 27 || Next»

Hacking: a vida real é mais dura que as expectativas

LuisaoCS

A maioria dos "hackers" são noobs estúpidos, que pouco ou quase nada sabem de programação, mas incomodam muito pois não há necessidade de saber programas quando existem muitas ferramentas e scripts prontos para quem quiser infringir digitalmente.

Os filmes de Hollywood em geral mostram agentes na penumbra lendo toneladas de código e invadindo sistemas invioláveis, mas, na vida real, geralmente não é muito diferente do mostrado neste curta-metragem nerd engraçadíssimo.

Tal e como avisa o autor, Ruben Giuliani, há alguns palavrões, mas isso é o de menos em relação ao nível de hack: Wikipédia, Stack Overflow e perguntas à mãe que anda pela casa... Digno de Matrix!


Um controle remoto para humanos: engenhoso, mas talvez não muito prático

LuisaoCS

Desde já simples, simplista e elegante. O controle remoto para controlar humanos como quem controla os jogadores do FIFA, parece um daqueles dos antigos videogames de salão. Talvez não seja tão cômodo para quem utiliza o artefato, cheio de motores que fazem toc toc toc, para indicar a direção, mas o controlador pode até usar alguns diferentes combos.


Kit para construir seu próprio caixão

LuisaoCS

Kit para construir seu próprio caixão

Vamos falar sério. Essa coisa de "cavar sua própria sepultura" é uma frase feita que pouca gente leva ao pé da letra. Nos filmes parece fácil, mas em realidade, cavar um buraco o suficientemente grande para que possa conter sua mortalha é uma tarefa hercúlea ao alcance de poucas pessoas. Em meu caso, posso assegurar que provocaria um infarto antes da quarta enxadada, resultando uma situação bastante incômoda, já que alguém iria ter que terminar o serviço.


Concerto canino em Au Menor

LuisaoCS

Recentemente, um cachorro chamado Walter teve um toque de fama viral devido de demonstrar seu encantador uivo operístico. Agora, alguém com tempo de sobra e em pleno ócio criativo decidiu autotunar Walter e adicionar uma pequena composição musical em A♭ menor para acompanhar a bela voz de Walter, aprimorando ainda mais sua performance. Bravo!


Não é um sonho: Caixa de Pizza para comer pizza na cama

LuisaoCS

Faz uns poucos milhares de anos um incipiente ser humano pegou um osso de animal para transformá-lo em um arma letal. Faz algumas poucas décadas, outro ser humano pegou um telefone e pediu uma pizza. Hoje em dia, ninguém discute que estes são os dois momentos mais relevantes de nossa história como espécie deste planeta.

Quem ia pensar que íamos ter a sorte de ser testemunhas de outro avanço tanto ou mais impressionante em nossa evolução. Observem o que ocorreu no departamento criativo da Boston Pizza. É real, e toda a humanidade poderá desfrutar deste avanço de imediato. Nunca mais será necessário abandonar a cama para comer uma pizza.


Cyborg Cyber Spin: a atração desenhada para enjoar

LuisaoCS

A atração parece uma versão gigante de um Lego macabro, assim tão limpa e impoluta... Deve ter saído da mente de algum engenheiro louco e trata-se de uma nova atração gigante instalada na região Metropolis de Six Flags e que apesar do abuso de termos como anti-gravidade, cyborg, cyber e muitos mais pelo estilo há que reconhecer que é bem legal.

Segundo dizem foi desenvolvida para ser imprevisível e garantir movimentos intensos. Ainda que também há quem diga que foi simplesmente desenhada para fazer com que seus usuários vomitem, algo que sem dúvida conseguirão em algum momento do dia.


O NoPhone Air é como o NoPhone, mas infinitamente mais leve, transparente e elegante

LuisaoCS

O NoPhone Air é como o NoPhone, mas infinitamente mais leve, transparente e elegante

O NoPhone Air parece uma versão melhorada do NoPhone, um telefone que não faz nada, cuja primeira versão apareceu em KickStarter. É o minimalismo em estado puro. Não te faz perder tempo e elimina o vício em smartphones.

Assim como o iPhone X não tem entrada [ara fones de ouvido e seguindo essa tendência também não tem sistema operacional, nem tela, nem processador. A vantagem graças a isto é que também não precisa bateria, não pode armazenar nada nem fazer uma ligação.


O astrônomo que «descobriu» Marte na última terça-feira

LuisaoCS

O astrônomo que «descobriu» Marte na última terça-feira

Através do Astronomer's Telegram, um serviço utilizado pelos astrônomos para compartilhar informação sobre eventos astronômicos, o cosmologista Peter Dunsby publicou um relatório em que descrevia a descoberta de um objeto em movimento visível no céu para perto das nebulosas Trífida e Laguna:

- "O objeto esteve visível durante o tempo todo que durou a observação, mas não tinha observado previamente nesse setor. Recomenda-se observações adicionais para determinar a natureza deste objeto tão brilhante."

Alguns colegas não tardaram a realizar essas observações adicionais e voltaram com a resposta para Dunsby:

- "O objeto relatado no ATel 11448 foi identificado como Marte."

Através do Twitter o Astronomers Telegram fez á entrega a Peter Dunsby de um diploma em reconhecimento a sua "descoberta". Em um post muito engraçado, todo um exemplo de como gerenciar este tipo de situações nas quais podemos encontrar qualquer coisa, Dunsby, provavelmente, tomava nota da lição aprendida.


A máquina inútil em versão avançada

LuisaoCS

Ainda que a ideia original das máquinas inúteis -artísticas mas sem valor produtivo- seja de Bruno Munari, a versão que se tornou mais popular foi a fabricada por Marvin Minsky, dotada de um braço que assim que você aciona o interruptor de ignição sai para voltar ao acionar e assim desligar a máquina. Minsky chamava-a a máquina definitiva, ainda que o nome não pegou.

Claude Shannon fez também suas próprias versões desta máquina e contam que quando Arthur C. Clarke viu alguma delas disse que tinha algo incrivelmente sinistro em uma máquina desenhada para não fazer nada mais do que desligar a si mesma.

A que trazemos hoje é uma versão avançada, com vários interruptores que a máquina começa a acionar de novo na mesma ordem em que usuário move depois de lhe dar um segundo de graça.

Estas máquinas, segundo a quem pergunte, podem estar pensadas como um engenhoso hack de engenharia, uma brincadeira, ou para deixar claro algum ponto filosófico.

A meu ver recordam muito o modo de funcionar de muitos grupos humanos. De muitos grupos humanos.


Falhas robóticas

LuisaoCS

Este vídeo de Just Wow Me compila alguns grandes fracassos robóticos de todo tipo de artefatos: os robôs da Boston Dynamics, Festo e outros mais divertidos. Em alguns a gente nota que os robôs levam humanos dentro (show, atuações e similares), mas têm lá sua graça. Também há vários exemplos de braços e mecanismos robóticos descontrolados. Enfim, simplesmente para dar umas boas risadas... Ai, Skynet!


«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 25 | 26 | 27 || Next»

Links: