«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 15 | 16 | 17 || Next»

Esta tecnologia Nvidia utiliza a inteligência artificial para consertar fotografias de maneira espetacular

LuisaoCS

O método de "preencher segundo o conteúdo" desenvolvido pela Nvidia é capaz de reconstruir imagens e fotografias danificadas fazendo uso da inteligência artificial. O método também permite editar imagens para eliminar conteúdo não desejado; por exemplo um elemento artificial na fotografia de uma paisagem.

Ainda que sobre o papel esta função é parecida às incorporadas em programas da Adobe como Photoshop ou Lightroom, na prática e pelo que vemos no vídeo a versão de Nvidia é mais espetacular e imita com perfeição (ou inclusive melhor) o retoque digital à mão com a ferramenta "clone", inclusive tem muita "imaginação artificial" à hora de repor pixels perdidos. Por exemplo, é capaz de pôr olhos à foto de um retrato em que faltam esses pixels.


Artopia: Um aplicativo de pintura 3D que permite criar obras de arte para outros descobrirem em realidade aumentada

LuisaoCS

O desenvolvedor de jogos Omar Khalil está construindo um aplicativo baseado em localização e realidade aumentada chamado Artopia, que permite aos usuários criar e salvar pinturas em 3D no mundo. Outros podem então encontrar as pinturas, que são datadas e mostram o nome de usuário do criador.

Khalil começou a trabalhar no projeto como estudante de ciência da computação na Universidade Americana do Kuwait. Com a conclusão de Artopia, Khalil está procurando testadores beta. Se você quiser dar um feedback, inscreva-se no site de Artopia.


Escola francesa utiliza inteligência artificial para controlar os seus alunos

LuisaoCS

Escola francesa utiliza inteligência artificial para controlar os seus alunos

Uma escola de economia e gestão, em Paris, irá brevemente começar a utilizar um software de inteligência artificial para rodar um programa de reconhecimento facial, de modo a determinar se os seus estudantes estão prestando atenção às aulas. Está planejado que o software, denominado Nestor, seja utilizado em duas aulas on-line na escola de ESG. Os criadores do projeto Nestor, a LCA Learning, apresentou o projeto em Nova Iorque, durante um evento das Nações Unidas.

A ideia por trás desta tecnologia é de usar informação que o Nestor coleciona para melhorar o desempenho de professores e estudantes, diz Marcel Saucet, o fundador da LCA Learning. Este software utiliza a webcam dos alunos para analisar o movimento dos olhos e expressões faciais, de modo a determinar se estes estão prestando atenção à aula por vídeo.


Ver como uma rede neuronal inventa caras fotorrealistas é assustador

LuisaoCS

A Nvidia vem treinando suas redes neuronais para gerar fotos de famosos que não existem e conseguiu criar as imagens falsas mais detalhadas e convincentes que um algoritmo jamais criou. O método baseia-se em uma rede de geração adversativa (GAN) e tem truque. Como seu nome indica, em realidade são duas redes neuronais adversárias que trabalham juntas para melhorar o resultado. Uma rede gera as imagens a partir de um banco de dados (por exemplo, CelebA, uma coleção de centenas de milhares de fotos de famosos) e a outra, a adversária, verifica se são reais. Ao trabalhar ao mesmo tempo, estas duas redes podem produzir melhores falsificações.

Ainda que seja possível fazer bem mais que fotos de famosos que não existem (como criar novos objetos), o método tem suas limitações. Por exemplo, a resolução de 1024 por 1024 pixels é menor que a de qualquer câmera moderna, e muitas imagens não resultam fotorrealistas para o olho humano ou se parecem muito com as fotos autênticas em que se baseiam.


Project Cloak, a tecnologia que permite que usuários removam objetos indesejáveis do vídeo

LuisaoCS

O Project Cloak, é uma tecnologia de reconhecimento de conteúdo da Adobe que permite ao editor de vídeos retirar facilmente quaisquer objetos indesejados de um vídeo, com apenas alguns cliques simples. Geoff Oxholm, engenheiro de pesquisa no Laboratório de Inteligência Criativa da Adobe Research, em São Francisco, subiu ao palco do Adobe MAX 2017 para falar um pouco sobre o revolucionário Projeto, mostrado neste vídeo.


Como programar um jogo tipo Snake em 4 minutos e meio em JavaScript

LuisaoCS

Utilizando o que viriam a ser paus e pedras digitais neste vídeo de Udemy, Christian nos ensina como escrever todo o código de um jogo tipo Snake em tempo recorde. Bastam 270 segundos. As ferramentas são o editor de textos básico, JavaScript e um navegador moderno. O trabalho é feito com "facão", sem bibliotecas de ajuda, nem componentes, nem Flash e nem nada disso. Como nos velhos tempos do medievo da programação.


Pink Trombone, uma seção interativa do trato vocal humano que simula sons vocais

LuisaoCS

Pink Trombone, um software criado por Dood.al, visualiza uma seção transversal interativa do trato vocal humano que os usuários podem manipular para simular a fala e outros sons vocais. O simulador produz sons diferentes baseados no local onde os usuários deslizam as posições variáveis da língua, dos lábios e do palato duro e mole, que podem ser alterados em tempo real.


Como imprimir uma gif animada (sim, é possível)

LuisaoCS

Print-A-Gif é um software em C# para imprimir gifs animadas, com ajuda de ImageMagick (que há que ter instalado) para o processamento de imagens. Se você não entender nada de programação, na página do projeto também há um link ao executável (.EXE) que pode ser baixado e instalado diretamente.

O programa inclui parâmetros para imprimir as gifs tal e qual mostra o vídeo. Pode ser controlado quantos fotogramas vão ser impressos em cada folha na horizontal e vertical, as margens, a área de corte, etcétera. O resultado é um PDF que pode ser aberto com Acrobat Reader e enviado diretamente à impressora. Tesouras, cola, uma pouco habilidade e paciência e pronto! Gif animada convertidos em livros de bolso que cobram vida ao passar as páginas.


Você nunca escutou uma cantiga de Natal como essa: composta por IA

LuisaoCS

Vamos falar a verdade, a canção natalina composta por inteligência artificial é bem feia, quase um lixo de canção, mas resulta interessante por outros motivos que os meramente estéticos. A canção foi composta e interpretado por uma máquina que foi treinada por dois pesquisadores da Universidade de Toronto, Hang Chu e Raquel Urtasan, no que se denomina "deep learning".

O software de IA escutou 100 horas de diferentes músicas pop e, a seguir, como esta IA estava aprendendo a interpretar imagens, encomendaram o propósito de compor uma canção inspirada na foto de uma árvore de Natal.

A rede neural compôs a melodia, escreveu a letra e acrescentou as notas. Finalmente, interpretou a canção mediante um sintetizador de voz. A coisa não soa muito bem porque a máquina se limitou a entender o significado da imagem, sem entender de música.

Via | The Guardian.


Nova app do Google pode digitalizar suas fotos antigas em segundos

LuisaoCS

Nova app do Google pode digitalizar suas fotos antigas em segundos

Desde que alguém teve a bendita ideia de incorporar uma câmera aos telefones, a quantidade de fotografias que podemos acumular é impressionante. Com a capacidade dos cartões de memória atuais, o número de fotografias e vídeos que podemos fazer hoje em dia é quase ilimitado. Qualquer coisas é susceptível de ser fotografada e enviada a nossos contatos quase no instante. Mas teve um tempo em o que as coisas não eram assim muito fáceis. Os rolos de filmes eram limitados a 36 fotografias quando muito e não podíamos ver o que acabávamos de fotografar até vários dias -ou inclusive semanas- depois.


«Prev || 1 | 2 | 3 |...| 15 | 16 | 17 || Next»

Links: