Qual é a velocidade máxima do ser humano?

LuisaoCS

Usain Bolt

A primeira marca dos 100 metros rasos registrada de maneira oficial pela International Association of Athletics Federations data de 1912, batida por Dom Lippincott, um estadunidense, em 10,6 segundos e ainda que provavelmente não soubesse de nada , ali começava uma longa história de superação humana que ainda hoje continua sendo escrita, a luta para ser o mais rápido.


Os especialistas da época asseguravam que a barreira dos 10 segundos era impossível de ser quebrada, no entanto em Agosto de 2009 Usain Bolt batia o recorde mundial deixando a marca no cronômetro de de incríveis 9 segundos e 58 centésimas. Qual é a velocidade máxima do ser humano? Teria algum limite?

Pode parecer curioso, mas no tema do limite, muitos fisiologistas e experientes não entram em um consenso. Está claro que em 1912 o tempo foi medido de maneira manual e em 2009 com os meios eletrônicos mais avançados existentes, mas entre os 10'6 de Lippincott e os 9'58 de Bolt há, além dos 100 anos, um segundo de diferença, algo que não pode ser tão óbvio, ainda que tenhamos que levar em conta as vantagens técnicas, sobretudo em roupa e calçado, de um caso em relação ao outro.

A velocidade média de Usain Bolt quando bateu o recorde foi de 37'5 Km/h, no entanto, entre os metros 60 e 80, atingiu os 44'27. O limite estabelecido pelos especialistas é de 50 Km/h, mas após ver Usain eu tenho sérias dúvidas. Uma das chaves para correr reside no ATP (Trifosfato de adenosina), que é basicamente a moeda energética do organismo.

A efetividade com a qual trocamos o ATP parece ser uma das chaves, mas também é muito importante o movimento dos braços, a posição da cabeça e fazer uma dieta específica. O treinamento e a maneira de treinar, que variam de um atleta para o outro, também têm muito a ver com o processo.

Todos estes parâmetros, no entanto, já são conhecidos pelos atletas. Por que os seres humanos continuam batendo recordes então? Pois não somente por nossa constituição fisiológica exclusivamente senão porque queremos ir mais rápido. Por trás dos recordes de velocidade, além de muito dinheiro, há muitíssimas horas de pesquisa para conseguir melhores pistas de atletismo, o melhor calçado que é feito exclusivamente para cada atleta, melhores sistemas de cronometragem, etc.


Todos estes parámetros, no entanto, já os conhecem os desportistas. Por que seguimos os seres humanos batendo recordes então? Pois não só por nossa constituição fisiológica exclusivamente senão porque queremos ir mais rápido. Por trás dos recordes de velocidade, aparte de muito dinheiro, há muitíssimas horas de investigação para conseguir melhore-las pistas de atletismo, o melhor calçado, que se faz de maneira exclusiva para a cada desportista, os melhores sistemas de medición%ou2026

Comparados com o resto dos animais, sobre todos os quadrúpedes, somos relativamente lentos. Isto se deve porque evolutivamente nunca nos fez falta, sempre condicionamos nossa sonbrevivência ao uso da inteligência. Quando caçávamos mamutes não o fazíamos por nossa velocidade, senão porque uma inteligência mais desenvolvida nos permitia superar o animal e conseguir o que queríamos sem necessidade de correr como loucos atrás do animal.

Hoje corremos cada mais rápido porque pela primeira vez na história nos empenhamos em fazer isso, em superar nossos próprios recordes uma e outra vez. E tudo isso implica paralelamente toda uma série de progressos, estudos e melhorias que faz com que de tempos em tempos ouçamos que alguém voltou a gahnar do cronômetro.

Se alguma vez atingiremos o limite... onde, quando e quantos centésimas, milésimas ou milionésimas de segundo teremos que empregar para medi-lo, por enquanto e felizmente parece que ninguém sabe.

Via | independent.co.uk.


Notícias relacionadas:

 

Comentários

vai dar o cuuuuuuuuu quem escrevel isso

isso e umapohaaaaaaaaaa

muito bom mesmo

Cara, eu gostei pra caçete desse post. Vlw

Deixe um comentário sobre o artigo