O primeiro banquete teria acontecido há 12.000 anos

LuisaoCS

Família Neandertal

Uma equipe de antropólogos encontrou as primeiras evidências da existência de banquetes há 12.000 anos em uma gruta da Galileia, em Israel, segundo publicou hoje mesmo a revista Proceedings of the National Academy of Science (PNAS).

Na gruta, que servia de cemitério, encontraram mais de 70 carapaças de tartarugas e restos cortados de gado selvagem, o que sugere que serviram para consumo humano. Os cientistas chegaram à conclusão de que os membros da comunidade Natufia que viviam então na zona celebravam ali rituais especiais para celebrar o enterro dos mortos, nos quais as festas eram elementos centrais.

- "Esta descoberta representa a primeira prova sólida de que as festas grupais já existiam, e talvez frequentemente, no início do período pré-histórico de transição de um estilo de vida caçador-colhedor ao começo da agricultura", assinalou Natalie Munro, da Universidade de Connecticut e principal autora do estudo. - "Achamos que as festas, sobretudo em contextos funerários, serviram para integrar os grupos sedentários proporcionando um senso de comunidade", acrescenta Munro.



Notícias relacionadas:

 

Comentários

Nenhum comentário ainda!

Deixe um comentário sobre o artigo