Teoria conspiranoica rende 20 milhões de dólares a dupla de extorsionários

Admin

Roger Davidson

Escutem Leiam bem esta história. O homem da foto, Roger Davidson, além de ser um conhecido pianista, compositor, produtor premiado com o Grammy e herdeiro da fortuna da multinacional de serviços de petróleo Schlumberger, pode ser também o exemplo mais claro e contundente da combinação explosiva que pode acontecer quando se combinam ingenuidade, paranoia, um ricaço sem conhecimentos de informática e um grupo de informáticos despudorados. O resultado é a maior fraude surrealista e estrambótica de todos os tempos.

Quando o senhor Davidson foi à loja nova-iorquina Datalink Computer Products para que dessem uma olhada no seu notebook para comprovar que estava livre de vírus e não tinha nenhum problema, nunca chegou a imaginar que ao final a brincadeira iria lhe custar quase 20 milhões de dólares.


O dono da loja, Vickram Bedi, e a funcionária da mesma, Helga Invarsdottir, encarregaram-se de fazer Davidson crer que não somente tinha um vírus, senão havia se estendido por toda a loja inutilizando todos os computadores locais... daí para inventar uma grande teoria conspiranoica foi só mais um passo.

Disseram que a origem do vírus era um disco rígido em um povoado remoto de Honduras e que fazia parte de um plano para infiltrar-se no governo dos Estados Unidos através de sacerdotes poloneses com conexões com o Opus Dei. [Pode rir, mas é verdade.]

O caso é que para "ajudar" Davidson e a sua família "em perigo" se dedicaram a criar um "escudo de proteção" durante anos com um pagamento prévio de uma quota mensal e segundo eles em colaboração com a CIA. O valor que roubaram do ingênuo Davidson em todo este tempo foi estimado entre em 20 milhões de dólares.

Ambos iam fugir para Islândia mas foram descobertos e presos antes. Agora terão que pagar uma fiança de 3 milhões de dólares cada um e serão acusados de fraude e extorsão.

Se fosse eu, lhes daria um trabalho como roteiristas em Hollywood e prenderia o senhor Davidson por ver muitos filmes B de espionagem, além, é lógico, de obrigá-lo, para seu próprio bem, a doar todo seu dinheiro antes que o gastasse com feijões mágicos.

Via | NY Times.


Notícias relacionadas:

 

Comentários

Foram presos ganharam 20 milhoes e pagaram 1 milhao, ficaram no lucro, o crime compensou.

O cara mais idiota desse seculo :O

Deixe um comentário sobre o artigo