LOL, ♥, <3, OMG! Foram parar no dicionário.

Tyr

20110326-OMG.jpg

O conhecido dicionário Oxford anunciou esta semana que incluiu entre seus verbetes expressões utilizada comumente nos meios eletrônicos, como OMG (OH My God!), LOL (laugh out loud), ♥ ou <3. Esses são termos usados freqüentemente e por decisão dos curadores do dicionário foram adicionados ao mesmo. Segundo eles “dignos de registro etimológicos”.

Os responsáveis pelas inserções destes termos ainda afirmaram que as novas palavras “estão fortemente associadas com a linguagem de comunicações eletrônicas, e passaram a fazer parte do uso comum porque são muito fáceis de serem usadas”. Segundo eles, tanto ♥, como LOL e OMG ajudam as pessoas a falarem mais em meios onde há limites de caracteres para cada mensagem, como o Twitter, por exemplo.

A curiosidade desta inserção.
O mais intrigante é o verbete ♥. Primeiro, a dúvida: onde ele vai entrar no dicionário? Em que letra? Em H junto com heart (coração) ou vão abrir uma categoria de símbolos? Segundo, curiosa definição: “O novo sentido atribuído ao verbete coração nesta edição pode ter tido seu primeiro uso em inglês em camisetas em adesivos para carros. Originalmente, é uma referência bem humorada ao logos com uma imagem de um coração como símbolo do verbo amar, como na famosa campanha de turismo “I ♥ NY”. Nossas primeiras citações para esse uso, de 1984, usa o verbo em “Eu coração a cabeça dos meus cachorros”, uma piada que aparecia em um pára-choque mostrando um coração e uma imagem do rosto de determinada raça de cão que se tormou um adesivo popular. A partir desse primeiro uso, o verbete coração passou a ter uma existência em gêneros mais tradicionais de literatura como sinônimo coloquial para ‘amar’”.

20110328-twitter_troll.jpg

Os termos e siglas são tão usados e em escala tão grande que não havia mesmo maneira de ignorar isso. Daqui por diante, podemos ter certeza que mais alguns vão entrar para o seleto grupo de palavras e termos catalogados em dicionários. Para fim de estudos é ótimo! Queria saber se vão aceitar algo do tipo quando forem ler alguma tese ou trabalho escolar! LOL!!!!

Via | Estadão.



Notícias relacionadas:

 

Comentários

Bem pensado Lucas
Mas já existe algo parecido com um dicionario da internet?

Eles deviam abrir uma categoria para linguagem da Internet, e não misturar com a linguagem formal.

Deixe um comentário sobre o artigo