Microsoft - Paul Allen lança sua biografia.

Tyr

20110331-Bill-Gates-e-Paul-Allen.jpg

Quem? É o que você deve estar se perguntando! Bem, veja a foto acima e terá uma dica de quem se trata. Já ligou o nome a pessoa? Sim! Ele mesmo! Paul Allen é o sócio quase fantasma de Bill Gates e co-fundador da Microsoft. Agora que também esta afastado de seu trabalho para se tratar de um câncer, resolveu por em algum documento do Word sua biografia.


História longa
Paul conta no seu livro tudo o que aconteceu do seu ponto de vista, na criação e desenvolvimento de todo o trabalho que junto á Bill Gates levou uma empresa de fundo de garagem – literalmente – a se tornar a maior empresa de softwares do planeta. Como conseguiram o contrato com a I.B.M. e como foi o desenvolvimento da amostra do que seria depois o software mais utilizado no mundo nas décadas de 80 e 90. O D.O.S.. Ainda conta alguns detalhes interessantes e engraçados de certos macetes que tiveram de bolar para dar funcionalidade a comandos e funções do sistema operacional na sua primeira versão. E como sofriam com a pirataria naqueles tempos em que cada cópia instalada em computadores da I.B.M. eram seu único ganha-pão.

Depois de tudo, ressentimento
Ainda contando como foram os anos iniciais da empresa, ele também trás algo que muitos julgam ser inusitado. Paul se ressente de ter ficado em segundo plano no tocante a administração da Microsoft dizendo que isso foi imposição de Gates e que muito do que foi decidido por ele nunca foi creditado á sua pessoa. Em várias passagens diz se sentir, de certa forma, traído por Bill quando foram feitas divisões das ações da empresa em que ele ficou com 40% e o restante ficou com Bill Gates.

Particularmente eu mesmo não ia dar a mínima importância á isso com uma fortuna estimada em 13 bilhões de dólares. Mas...

O livro intitulado "Idea Man: A Memoir by the Co-founder of Microsoft" foi lançado esta semana nos Estados Unidos e ainda não tem data para ser lançado na América Latina.

Via | Folha.



Notícias relacionadas:

 

Comentários

Cade aqueles chatos para falar que roubaram a ideia. Roubaram nada, a IBM que foi burra e não soube enxergar a oportunidade.
Dor de cotovelo até hoje.

Deixe um comentário sobre o artigo