Sony confirma que hackers subtraíram informação de usuários na PSN

LuisaoCS

Sony confirma que os hackers subtraíram informação de usuários na PSN

Sony por fim reconheceu que os hackers da PlayStation Network roubaram informação pessoal dos usuários, ainda que não acreditam que tenham subtraído números de cartões de crédito. A informação chega nove dias após a invasão, uma demora bastante inaceitável. Sony assinalou no blog do PlayStation que:

"Descobrimos que entre 17 e 19 de abril de 2011, certa informação de contas de usuário da PlayStation Network e Qriocity foi comprometida em conexão com uma invasão ilegal e não autorizada em nossa rede. Ainda que não exista evidência neste momento de que tenham extraído informação de cartões de crédito, não podemos descartar a possibilidade."

A informação filtrada corresponderia a: nome, endereço, país, e-mail, aniversário, PSN ID e informação sobre registros de pagamento (boletos).

Sony solicitou que os usuários da PSN fiquem atentos a possíveis e-mails com fraudes, chamadas telefônicas fraudulentos ou e-mails que visem extrair mais informação pessoal. A empresa também recomendou mudar a senha de sua conta PSN no momento que restabeleça o serviço.

Por via das dúvidas seria uma boa medida considerar o cancelamento do cartão. Já tive meu cartão utilizado indevidamente na loja da rede e o mais absurdo desta história é que a a Sony não fez nada (muito comum) e só consegui o ressarcimento diretamente com a administradora do cartão.

Ao que tudo indica, isso está acontecendo porque este grupo de hackers decidiu punir a empresa por causa do imbróglio envolvendo George Hotz, responsável pela jailbreak do sistema do PS3. A empresa foi alertada de que estava metendo a mão em cumbuca com vespeiro quando decidiu castigar o hacker perante os tribunais para que servisse como exemplo.

Via | PC World.


Notícias relacionadas:

 

Comentários

E não serviu de exemplo?
Da sua melhor porrada! Mas não espere que eu fique quieto!
Tá ai a resposta! E eles não fizeram igual, fizeram pior!
E vem mais por ai...

Deixe um comentário sobre o artigo