Ecolocalização para cegos, usando só a língua e os ouvidos

LuisaoCS

Ecolocalização para cegos, usando só a língua e os ouvidos

Pode ser que o filme de Daredevil tenha sido tão ruim que teriam de castigar todos os que participassem de semelhante despropósito, mas o conceito do quadrinhos nos quais um super-herói cego se valia de uma espécie de sonar sobre-humano para fazer justiça não é muito diferente do que Daniel Kish é capaz.

Tudo bem que ele não use malhinha vermelha apertada, mas este homem cego desde a infância é capaz de realizar façanhas incríveis com uma técnica autodenominada FlashSonar, um tipo de ecolocalização para humanos, e para a qual não foram necessários resíduos radiativos, senão somente sua língua e seus ouvidos.


Daniel nasceu com retinoblastoma e com 13 meses teve os olhos extirpados, mas apesar disso é capaz de andar de bike, mover-se pela cidade sem ajuda e detectar seu meio com uma liberdade incrível.

Sua técnica baseia-se em produzir estalidos com sua língua que depois escuta com seus ouvidos após o rebatimento com os diversos objetos do meio, as mudanças no som e no tempo de resposta lhe permitem agir como se de um morcego se tratasse, usando a ecolocalização para conhecer e distinguir o que lhe rodeia.

Mas Daniel não é apenas incrível pelo que é capaz de fazer, senão pelo que faz pelos demais. Há anos através de sua organização sem fins lucrativos World Access for the Blind, ensinou a mais de 500 alunos esta técnica em muitos países por todo mundo.

Ademais, colaborando com cientistas e engenheiros desenvolveu um gadget, o K-Soar, que facilita a produção de ultrasons para depois "traduzir" a algo audível o rebatimento e permitindo obter mais detalhe.

O futuro:, lições de ecolocalização para todos, um K-Soar com mais alcance e quem sabe micro implantes nos ouvidos capazes inclusive de permitir que um cego possa jogar tênis. Isto demonstra que o trabalho de apenas uma pessoa pode ajudar a mudar o mundo, e pode ter certeza que ele ajudava a mãe a lavar os pratos. Depois ainda dizem que não existem super-heróis no mundo atual.

Via | Men's Journal.


Notícias relacionadas:

 

Comentários

That's more than sesnlibe! That's a great post!

O que me impressiona é a habilidade auditiva (e, talvez, táctil) que ele desenvolveu. É incrível!

Deixe um comentário sobre o artigo