Os micróbios do intestino poderiam controlar seu humor

LuisaoCS

Os micróbios do intestino poderiam controlar seu humor

Pois se não estava inteirado, centenas de bactérias habitam nossos intestinos, influenciando nossa fisiologia e nossa saúde de diversas maneiras que estão descobrindo recentemente. Um dessas novas descobertas indica que estas bactérias podem também influenciar nossa mente, alterando a química do cérebro e mudando o ânimo e o comportamento.

O interesse científico pela flora bacteriana aumentou muito nos últimos anos. Até agora, os estudos estavam enfocados em agentes patogênicos que pudessem influenciar no cérebro liberando toxinas ou estimulando o sistema imunológico. Um novo estudo, no entanto, sugere que as bactérias benignas também podem alterar a mente.


O neurocientista John Cryan, do University College Cork na Irlanda, junto a colegas da McMaster University do Canadá, deram a um grupo de ratos um grupo de bactérias benignas, chamadas Lactobacillus rhamnosus. Escolheram estas bactérias porque tinham muitas e porque são um ingrediente comum nos suplementos probióticos vendidos em produtos atuais, iogurtes no meio, dos quais não se conhece quase nada sobre seus efeitos colaterais.

Neste caso, os efeitos pareceram ser benéficos. Os ratos alimentados com o suplemento por 6 semanas ficaram menos estressados e com menos ansiedade que os ratos alimentados normalmente. Por exemplo, os ratos passaram mais tempo explorando corredores estreitos e espaços abertos, que costumam causar medo aos roedores. Também mostraram uma menor gama dos hormônios do estresse quando os pesquisadores os colocaram na água.

- "Isto é emocionante porque nos mostra que os animais estão mais relaxados e não criam a mesma resposta estressante", diz Cryan.

Analisando os cérebros dos ratos com suplementos bacterianos, os pesquisadores encontraram mudanças na atividade dos genes responsáveis por codificar partes dos receptores que recebem a informação dos neurotransmissores GABA. Este tipo de neurotransmissor normalmente reduz a atividade neuronal, e muitas drogas que tratam a ansiedade têm como objetivo este tipo de receptor.

Os pesquisadores descobriram que a influência das bactérias acontece através do nervo vago, ainda que não saibam como, o que será o próximo passo a pesquisar.

O estudo sugere que é possível mudar os estados de ânimo regulando a flora intestinal, o que podia ajudar a tratar pessoas com problemas de mudança de ânimo, por exemplo. De modo que o famoso iogurte que se mostrou uma grande mentira na ajuda do trato digestivo, possa ser algo útil em seu estado de ânimo.

Via | Science.


Notícias relacionadas:

 

Comentários

como regulamos a flora intestinal ?

Deixe um comentário sobre o artigo