Cientistas desenvolvem processo químico para tornar-nos transparentes

LuisaoCS

Cientistas desenvolvem processo químico para tornar-nos transparentes
Embriões de rato. O da direita, com o reativo.

Todos em algum momento de nossas vidas sonhamos -uns com fins mais pervertidos que outros- em ser o Homem Invisível. Pois bem, para quem ainda não perdeu as esperanças em poder se passear inadvertido por um banheiro feminino lotado de mulheres, aqui uma notícia alentadora:

Cientistas do Instituto Riken do Japão estão testando um novo reativo químico denominado Scale, que faz com que praticamente qualquer tecido se torne transparente. O químico apoia-se na modificação genética e faz com que alguns tipos de células se tornem fluorescentes.


Lamentavelmente, não funciona em tecidos vivos... por enquanto. Ou em rigor estrito, sim funciona, mas rapidamente converte-o em um tecido morto. É que a toxicidade dos químicos é diretamente proporcional ao nível de transparência conseguido.

Assim é que -pelo menos no momento- os cientistas estão agora buscando a maneira de conseguir que uma versão mais suave do reativo faça a mesma coisa sobre tecidos com vida, mas sem produzir semelhantes efeitos colaterais.

A ideia disto aponta para que os cientistas possam ver mais profundamente o interior dos pacientes, sem a necessidade de romper ossos ou rasgar peles, como costuma acontecer ao ter que pesquisar o interior do cérebro, embaixo de mil tecidos e um grosso e duro crânio.

Veremos como evolui o Scale.

Via | Pop Sci.


Notícias relacionadas:

 

Comentários

O problema é q. alguém q. fosse invisível, por ser transparente, seria tbém cego (onde a imagem se formaria, se a luz "atravessa" a pessoa?)
Assim sendo, o "homem-invisível" entraria no banheiro feminino... e não veria nada!! Imagina a frustração... ;p

Hoje não precisamos mais sermos homens invisiveis por fins pervertidos, pois inventaram celulares com cameras e a internet.

Só faltava essa!

Deixe um comentário sobre o artigo