Conselhos científicos para emagrecer

LuisaoCS

Conselhos científicos para emagrecer

Neste vídeo de divulgação de AsapSCIENCE, Mitchell Moffit e Gregory Brown compilam alguns dados mais ou menos conhecidos e avalizados pela ciência relacionados com as dietas para perder peso: a endocrinologia do apetite, o papel das proteínas, o apetite e a sensação de cálcio, a saciedade e outras questões.

Não se trata de nenhuma dieta milagrosa -ainda mais porque elas não existem-, senão uma explicação fácil de entender e com senso comum e experiência médica sobre a forma em que nossos corpos consomem e gastam a energia no processo da alimentação. O vídeo mostrado depois do salto está em inglês, mas não creio que constituirá um problema para entendê-lo.


O resumo rápido do que conta o vídeo é este:

  • Fazer exercício para queimar calorias;
  • Não saltar nenhuma refeição, especialmente o café da manhã;
  • Acrescentar mais proteínas e produtos lácteos baixos em gordura (desnatados) à dieta: simplesmente com um aumento de 10% já se nota uma diminuição do apetite.;
  • Acrescentar sopas ou converter parte da comida em purês: demora mais para ser absorvido, permanece mais tempo no estômago e gera uma sensação de saciedade mais duradoura;
  • Contar as calorias permite aprender que alimentos têm mais ou menos calorias, o que permite escolher comer ou beber mais ou menos quantidade para uma mesma ingestão de calorias;
  • Reduzir o tamanho dos pratos: o uso de pratos menores pode fazer com que se reduza a refeição em até 20% quase sem se dar conta;
  • Evitar a falta de sono e o estresse: são dois fatores importantes de nossas vidas diárias que fazem o apetite aumentar notavelmente.

Notícias relacionadas:

 

Comentários

Nenhum comentário ainda!

Deixe um comentário sobre o artigo