Cientistas encontram a maneira de rejuvenescer um cérebro velho

LuisaoCS

Cientistas encontram a maneira de rejuvenescer um cérebro velho

O envelhecimento cerebral é um dos processos vitais que maiores efeitos provocam na saúde humana, pela óbvia importância que este órgão tem para o funcionamento adequado de nosso corpo e ainda nosso equilíbrio mental. Daí também que saber como e porque o cérebro envelhece e, derivado disto, se há uma forma de frear dito declive, seja um motivo de estudo muito importante dentro da neurociência contemporânea.

Recentemente pesquisadores da Escola de Medicina de Yale identificaram um gene que, no cérebro de ratos, é o causador da perda de plasticidade nos cérebros adultos. Como se sabe, a plasticidade é essa capacidade para aprender coisas novas, para criar novas conexões sinápticas e também para se recuperar com maior facilidade e prontidão de lesões cerebrais.


De acordo com este estudo, publicado na revista Neuron, a atividade do Receptor Nogo 1 suprime a plasticidade de um cérebro adulto, motivo pelo qual retirá-lo da escrita genética redundou em que ao chegar a esta idade, os ratos com as quais experimentaram conservaram os níveis de plasticidade de sua juventude. Mas ainda mais surpreendente é que inclusive no caso de exemplares adultos, bloquear o funcionamento deste gene "resetou" seu cérebro, lhe devolvendo a plasticidade da idade adolescente.

De acordo com Stephen Strittmatter, um dos envolvidos na pesquisa, a função deste gene é sintetizar as moléculas que o cérebro precisa para a transição da adolescência à idade adulta; por sua vez Vincent Coates, responsável pela mesma, agregou que isto sugere que podemos atrasar o relógio de um cérebro adulto e recuperá-lo de um trauma da mesma maneira em que as crianças se recuperam.

O achado apresenta um novo panorama muito otimista para quem sofreu algum tipo de lesão cerebral, que na maioria dos casos provoca que uma pessoa tenha que reaprender novamente operações que, como o movimento da mão, são elementares. Se os resultados desta pesquisas tiverem extensões ao ser humano, esta regeneração seria notavelmente mais rápida.

- "Sabemos muito sobre o desenvolvimento precoce do cérebro, mas surpreendentemente pouco do que acontece com este na adolescência tardia", concluiu Strittmatter.

Via | Science Daily.


Notícias relacionadas:

 

Comentários

Legal, quero voltar a ser adolescente, wait, estou na internet, ninguem sabe que nao tenho 15 anos, posso me comportar como adoslecente.

Deixe um comentário sobre o artigo