Resolvem mistério de um suposto “extraterrestre mumificado” no Chile

LuisaoCS

Resolvem mistério de um suposto “extraterrestre mumificado” no Chile

Durante mais de uma década após sua descoberta, o chamado “alienígena de Atacama” despertou grande interesse entre aqueles que seguem de perto o fenômeno OVNI, achando-se que o estranho corpo mumificado de quase 14 centímetros de altura encontrado no deserto de Atacama, Chile, poderia ser uma criatura de origem extraterrestre.

No entanto, em 2007 o legista espanhol Francisco Etxeberria desmentiu dita teoria, dizendo que o cadáver correspondia a um feto humano dissecado com apenas 15 semanas de idade. Mas agora, um documentário chamado "Sirius" que acaba de estrear nos Estados Unidos divulga uma nova teoria que refuta à do pesquisador espanhol. E não, não é um extraterrestre, mas poderia ser algo quase igualmente estranho.

Segundo Garry Nolan, diretor da área de biologia da Universidade de Stanford, Estados Unidos, o "alienígena do Atacama" era em realidade um garoto humano que viveu entre seis a oito anos, sendo vítima de uma rara mutação genética que lhe rendeu a estatura de 14 centímetros, o que concluíram depois de retirar duas costelas do corpo mumificado e estudar seu DNA com técnicas modernas.

Obviamente ninguém sabe como a criança conseguiu sobreviver tanto tempo nem muito menos qual era seu estilo de vida, neste que se apresenta como um dos fatos científicos mais estranhos de uma estranha mutação genética que deu origem a este fenômeno, que continua mal resolvido e dá fôlego para novas pesquisas no futuro.

Via | ABC.



Notícias relacionadas:

 

Comentários

E por que um ET seria desse tamanhinho?
ETs não podem ser assim pequenos, têm de ser maiores.

Deixe um comentário sobre o artigo