Um enorme asteróide se aproximará da Terra em 31 de maio

LuisaoCS

Um enorme asteróide se aproximará da Terra em 31 de maio

Nesta próxima sexta-feira às 20:59 UTC (17:59 em Brasília), a órbita de um asteróide de 2,7 quilômetros de comprimento recoberto de partículas de fuligem cruzará com a que segue a Terra em sua trajetória ao redor do Sol. Se impactasse conosco poderia dar origem a um cataclismo que causaria um período de extinções em massa.

Felizmente para todos, os cientistas coincidem em assinalar que não existe perigo algum: sua trajetória o levará a aproximar em seu ponto mais próximo a 5,8 milhões de quilômetros de nosso planeta (15 vezes a distância à Lua) para seguir seu caminho.

O 1998 QE2, nome deste corpo rochoso, foi descoberto há 15 anos pelo LINEAR, um programa de localização e acompanhamento de asteróides criado pela NASA e o Laboratório Lincoln do MIT. Os astrônomos não entraram em acordo sobre qual foi a origem do mesmo, ainda que o seu material externo sugere que poderia fazer parte de algum cometa que passou bem perto do Sol.

Uma das dúvidas que pode ser resolvida nos próximos dias já que, aproveitando sua cercania à Terra, será estudado detalhadamente pelo sistema internacional de antenas de rádio que conformam a Rede do Espaço Profundo e o radiotelescópio de Arecibo desde o dia 30 até o próximo 9 de junho.

Quando estiver nos referidos 5,6 milhões de quilômetros de distância, as potentes antenas que apontarão para o mesmo permitirão inspecionar sua superfície e discernir elementos de um tamanho de apenas 3,65 metros. Será uma oportunidade única de obter dados deste asteróide, já que não voltará a se aproximar de nós até o ano 2119, se não se chocar com outro corpo em sua viagem.

Via | Phys.org.



Notícias relacionadas:

 

Comentários

Nenhum comentário ainda!

Deixe um comentário sobre o artigo