Médicos afegãos extirparam uma “segunda cabeça” de um bebê

LuisaoCS

Médicos afegãos extirparam uma “segunda cabeça” de um bebê

Cirurgiões afegãos realizaram uma intervenção extraordinária e complicada para extirpar uma neoplasia com forma de cabeça que uma menina de apenas 3 meses tinha na parte detrás do crânio.

A garotinha, cujo nome, Asree Gul, significa "nova flor", nasceu com uma anomalia: tinha uma segunda cabeça colada, motivo pelo qual foi internada em um hospital na cidade oriental de Jalalabad. A sua outra irmã gêmea nasceu completamente saudável.

- "Conseguimos separar com sucesso a segunda cabeça", disse uma semana após a intervenção o médico Ahmad Obaid Mojadidi, que acrescentou que esta foi a operação mais complicada jamais feita em sua localidade. No entanto, ainda que a amputação tenha sido bem sucedida, o estado da garota ainda expira cuidados, sublinhou.

- "Os médicos salvaram-lhe a vida, agradeço muito", disse o pai Nematula em um comunicado. Ele confessou que ao conhecer o diagnóstico perdeu a esperança de que Asree Gul pudesse sobreviver.

Há mais de três décadas o Afeganistão vive em estado de guerra permanente. Várias pesquisas médicas apontam que nos países onde há conflitos armados prolongados, são elevadas as taxas de nascimento de crianças com mutações e com colapso total do sistema imunológico.

Via | News.com.au.



Notícias relacionadas:

 

Comentários

Nenhum comentário ainda!

Deixe um comentário sobre o artigo