Povoado da Ucrânia abandona os celulares por medo do câncer

LuisaoCS

As autoridades de Yaremche, um povoado da Ucrânia ocidental, decidiram caducar as permissões às companhias de telefonia móvel, depois de reiteradas protestos dos cidadãos que denunciavam um aumento dos casos de câncer.

As empresas de telecomunicações foram obrigadas a desmantelar as antenas instaladas para seus serviços e deste modo, simplesmente o local renunciou ao uso da telefonia móvel, o que por suposto, gerou indignação em parte dos habitantes e empresários do turismo.

Tudo começou quando uma companhia levantou uma antena nas proximidades de um hospital em 2004, cujos usuários teriam constatado um aumento significativo dos casos de câncer depois da chegada daquela torre. Foi assim que os membros do conselho da cidade decidiram por unanimidade proibir estas antenas.

A decisão foi adotada graças à participação cidadã que possui esta comunidade, em confronto direto com os interesses turísticos dos centros de esqui que devem ver seu movimento de turistas e visitantes diminuir a olhos vistos, segundo informou o jornal local Ukranews.

Via | BBC News.



Notícias relacionadas:

 

Comentários

Nenhum comentário ainda!

Deixe um comentário sobre o artigo