No Japão os adultos usam mais fraldas do que os bebês

LuisaoCS

No Japão os adultos usam mais fraldas do que os bebês

As vendas de fraldas para adultos no Japão superarão pela primeira vez às de crianças em 2014. É um símbolo claro do rápido envelhecimento de um país, cujo crescimento vegetativo é um dos menores do mundo. Com uma expectativa de vida média de 83 anos, a mais alta do mundo junto a Suíça, no Japão os idosos converteram-se em um segmento de consumo muito cobiçado. Um exemplo disso são as novas linhas de produto que fabricantes de fraldas lançaram ao mercado, com modelos acolchoados, com forma de calça e com mais capacidade de absorção de líquido para torná-los mais atraentes aos consumidores.

O mercado dos fraldas para adultos é uma tendência que há anos está no auge no Japão e entre os anos de 2007 e 2013 cresceu um 38,26%, enquanto a nível global aumentou 14% no mesmo período, segundo um recente estudo da empresa de consultoria Euromonitor. Os especialistas esperam que em 2014 as vendas de fraldas para maiores superem às de crianças, um setor que gerou neste ano um lucro total de 161,9 bilhões de ienes (3,6 bilhões de reais) para as empresas niponicas.

Ademais há que se levar em conta uma tendência que toma forma na Terra do Sol Nascente: muitas pessoas preferem usar uma fralda desconfortável durante todo o dia só para não ir ao banheiro e perder tempo. Até mesmo lojas da moda já estão expondo fraldas para adultos na sua seção de higiene para mulheres.

Via | El Pais.



Notícias relacionadas:

 

Comentários

O exemplo das fraldas higiênicas cumpre o papel de alertar para o envelhecimento global, mas deve também ser visto como o mercado de produtos para idosos, e ainda para outras faixas etárias de pessoas que vivem sozinhas, sejam produtos ou serviços, é atualmente um nicho de mercado cujo crescimento só tende a aumentar.

Deixe um comentário sobre o artigo