Conheça o caso da menina que nasceu sem sangue nas veias

LuisaoCS

Conheça o caso da menina que nasceu sem sangue nas veias

Maisy praticamente não tinha sangue nas veias, senão um plasma transparente. A mãe, Emma Vignes, teve uma gravidez normal e tranquila até a 34ª semana, quando notou que a pequena tinha deixado de se mover completamente, segundo recorda ela mesma.

A menina irlandesa sobreviveu a uma rara doença que podia ter lhe causado danos cerebrais irreparáveis ou inclusive a morte. Quando ainda se encontrava no ventre de sua mãe foi diagnosticada uma total falta de plaquetas e hemoglobina no sangue.

Quando os médicos tentaram fazer uma extração sanguínea do feto, não foram capazes. O corpo da mãe tinha absorvido os glóbulos do sangue da filha. São conhecidos casos nos quais a concentração de hemoglobina no sangue estava a um nível de 4 gramas por decilitro, mas não a zero absoluto, como no caso de Maisy.


Os médicos do Hospital Regional do condado de Waterford, no sul da Irlanda, temiam que, se sobrevivesse, a menina teria uma capacidade mental reduzida. Por isso seis semanas antes do parto previsto realizaram uma cesárea de urgência.

Tão logo realizaram três transfusões para proporcionar sangue à pequena, a primeira delas feita através do cordão umbilical. Após duas semanas na unidade de cuidados intensivos, o sistema sanguíneo da bebê atingiu os índices normais e Maisy recebeu alta.

Finalmente a pequena, nascida em dezembro de 2009, superou quaisquer prognósticos adversos e aos quinze meses pronunciou sua primeira palavra: "Dada". Nesta semana Maisy começou a ir ao Jardim de Infância, o que demonstra que inclusive um quadro clínico tão grave como o seu pode ser superado com uma intervenção médica acertada.

Via | Telegraph.


Notícias relacionadas:

 

Comentários

Nenhum comentário ainda!

Deixe um comentário sobre o artigo