Google vai ajustar seu algoritmo para favorecer sites otimizados para celulares

LuisaoCS

Google vai ajustar seu algoritmo para favorecer sites otimizados para celulares

Não é nenhuma novidade que os dispositivos móveis se converteram na forma mais freqüente mediante a qual navegamos pela rede. Esta tendência é tão exponencial que todos os webmasters tiveram que reagir e começar a fazer versões móveis de seus sites, por muito sucesso que tenham em ambiente desktop, enquanto para aqueles que começam com sua presença na Rede é irrenunciável considerar que seu conteúdo seja adaptável a tablets e smartphones.

Acrescentando um pouco mais de pressão a respeito e empurrando o mundo web em essa direção, Google acaba de anunciar que a partir de 21 de abril seu algoritmo de resultados terá duas modificações, segundo indica seu blog oficial:


"A partir de 21 de abril vamos ampliar o uso da amigabilidade com o usuário móvel como um sinal de classificação. Esta mudança afetará às buscas móveis em todos os idiomas em todo mundo e terá um impacto significativo em nossos resultados de busca. Em conseqüência, os usuários encontrarão mais facilmente resultados relevantes, de alta qualidade de busca, que estão otimizadas para seus dispositivos."

Adicionalmente, Google também começará a usar informação de aplicações indexadas como um fator de classificação para usuários registrados que tenham essa aplicação instalada. Desse modo, o buscador apresentará informação de aplicações de maneira mais proeminente nas buscas.

Tudo muito bom, tudo muito legal, mas se o Google for mudar seu algoritmo com base nos resultados do PageSpeed Insight, a coisa vai ficar feia. Enquanto o PageSpeed é ótimo para analisar conteúdo Desktop é uma verdadeira porcaria quando avalia o Móvel. Tanto, que para funcionar a contento, o webmaster é obrigado a baixar a segurança de seu site para que o aplicativo funcione porca e parcamente.

Para quem queira mas informação e as sugestões do Google para webmasters visando deixar o site amigável para celulares e tablets, pode revisar o comunicado oficial.


Notícias relacionadas:

 

Comentários

Nenhum comentário ainda!

Deixe um comentário sobre o artigo