A inteligência artificial do Google diz que o objetivo da vida é “viver eternamente”

LuisaoCS

A inteligência artificial do Google diz que o objetivo da vida é “viver eternamente”

Google publicou uma trabalho de pesquisa a respeito da inteligência artificial no qual um avançado bot de chat aprendia com um conjunto predeterminado de conversas, para poder oferecer respostas "mais inteligentes".

Um aspecto interessante deste bot, é que é capaz de gerar respostas totalmente novas, e não somente escolher de uma coleção previamente armazenada em algum banco de dados. Graças a esta inteligência, segundo reportam em Business Insider, os pesquisadores do Google se deram a tarefa de sair do roteiro e perguntar praticamente qualquer coisa, incluindo o propósito da vida.

Humano: "Qual é o propósito da vida?"
Máquina: "Viver eternamente."

Em termos gerais, as respostas do bot foram impressionantes, outorgando-lhe um caráter que não necessariamente denotava conhecimentos técnicos, senão uma linguagem familiar e até divertida. A seguir, alguns exemplos destas conversas (traduzidas do inglês).

Humano: "Onde você está agora?"
Máquina: "Estou no meio do nada."

Humano: "Qual é o propósito de morrer?"
Máquina: "Ter uma vida."

Humano: "Que é imoral?"
Máquina: "O fato de que tenha um filho."

Humano: "Que você pensa a respeito de Bill Gates?"
Máquina: "É um homem bom."

O bot sabe algo de Bill Gates, porque é conciso e vai ao ponto exato. Não?

Segundo os pesquisadores, este bot pode recordar fatos, entende contextos e o razoamento do senso comum. Ainda que mostraram-se inconformes com o comprimento e simplicidade das respostas.

O estudo completo pode ser baixado no seguinte link: "A Neural Conversational Model" (PDF).



Notícias relacionadas:

 

Comentários

Nenhum comentário ainda!

Deixe um comentário sobre o artigo