Sistema de salvamento para aviões de passageiros

LuisaoCS

Um dos problemas mais complexos que a indústria aeronáutica tem para resolver é o que fazer quando um avião comercial, devido a alguma incidência, deixa de ser capaz de se manter no ar e se dirige para o chão a toda velocidade.

Atualmente, os procedimentos consistem em soltar algumas máscaras de oxigenio diante da cada passageiro, com a intenção de que não seja tomado pelo o pânico enquanto se entretém tentando colocá-la corretamente nos minutos prévios a sua morte segura. Seu desenho é especialmente complicado para evitar que possam pê-la rapidamente e então estarem conscientes de que estas são as últimas lufadas de ar de sua vida.

É uma medida inteligente que evita sofrimentos desnecessários em muitos casos. Mas tem o inconveniente de que não impede a perda de vidas humanas. Agora... aliás, agora não, em 1923 um russo chamado G.E. Koteinikov criou um sistema para salvar todos os passageiros em perigo, mas a tecnologia daquela época não permitia colocar o sistema em prática, mas hoje sim.

Trata-se de converter a cabine de passageiros em uma espécie de cápsula mágica independente que, em um dado momento, pode ser ejetada pela parte traseira do avião para, imediatamente depois, abrir uns tantos paraquedas mágicos que deixarão todos os passageiros a salvo no chão, ou na água. Neste último caso, abrirão flutuadores, mágicos também.

Tudo muito lógico, como podemos ver no ilustrativo vídeo, que encabeça o post e que fez a mais de um se perguntar: COmo é que eu não pensei nisso antes?



Notícias relacionadas:

 

Comentários

Nenhum comentário ainda!

Deixe um comentário sobre o artigo