Um paradoxo de fé

LuisaoCS

Um paradoxo de fé

Todas as verdades e dogmas promulgadas pelas religiões, muitas vezes, estão em oposição direta entre si ou, o que pode ser bem mais grave, com o que está escrito em seus próprios textos sagrados. Temos vários exemplos que são muito populares, alguns relacionados com a igreja católica, possivelmente por ser a majoritária. O grande problema é que os religiosos costumam ser evasivos, quando questionados sobre os dogmas que expõem sua fé ao ridículo. Quando não excomungam, citam frases feitas roubadas de algum capítulo da Bíblia, que em geral, não acrescenta nada ao assunto.

Mas hoje queria deixar de lado os dogmas mais populares para resgatar um que me parece especialmente interessante, já que contrapõe conceitos que são primordiais para qualquer crente na fé católica.


Suponhamos um casal católico. Desde pequenos ambos dois seguiram a lei de Deus, sendo fiéis a ela em cada passo ao longo de suas vidas. Estas duas pessoas têm um filho.

Este filho cresce e, valha a má sorte, a semente de Satanás cresce nele. O menino converte-se em um criminoso exemplar, daquele de botar medo em Fernandinho Beira Mar, capaz de romper a lei de Deus em todos e cada um de seus pontos. O sujeito é tão "coisa ruim" que o Satanás decide abrir uma vaga no inferno à sua morte, já que as portas de São Pedro estão totalmente fechadas para uma pessoa tão contrária àquilo promulgado pelo Deus que governa o céu entre seus seguidores.

Enquanto isso, seus pais seguem comportando-se exemplarmente, e no momento de sua morte, São Pedro abre-lhes gentilmente os pesados portões do céu, e inclusive abre um espaço na sala VIP do céu, já que nos tempos atuais, poucos chegam até ali com comportamento tão exemplar ao longo de suas vidas.

Até aí tudo bem, mas o problema começa quando esse casal pensa em seu filho. São conscientes de que ele em vida não fez todo o bem que deveria, e por isso arderá no fogo do inferno eternamente. Mas Deus lhes garante que, por terem sido cristãos exemplares, no céu encontrarão a paz eterna.

Como é possível que este casal tenha a paz eterna e permaneçam tranquilamente no céu sendo conscientes de que o único filho de seu próprio sangue está ardendo no inferno por seus próprios atos?

Por suposto, existiria a possibilidade de que este casal perdesse a noção da existência do filho logo assim que chegassem ao céu, mas aqui o próprio Deus romperia um de seus 10 mandamentos, o sétimo: "Não mentirás".

Outra possível solução seria que o Deus todo misericordioso perdoasse o filho para assim não romper a merecida paz eterna de seus pais... mas se assim fosse, então ninguém teria que se preocupar com o que faz em vida enquanto existisse alguém que pudesse fazer por ele.

Qual é a solução deste paradoxo? Está bem claro que os caminhos desse Deus são mesmo inescrutáveis...


Notícias relacionadas:

 

Comentários

Página 1 de 2 (53 comentários)
« Ant. | Primeira | 1 | 2 | | Última | Prox. »

Não é simples a solução?. Ela é simples. Deus não existe, não tem paradoxo nenhum.

Estranho, par anão dizer pseudo-imbecil, ver alguém indicando que a percepção sobre a religião é algo inerente a Idade da Pedra, quando a própria religião se faculta a isso.

Este seu desafio nos propõe de forma subliminar, que deveríamos responder a esta questão sem fazer citações bíblicas, as quais você julga, "a priori", evasivas. Se pudesse citar alguma frase que explicasse o fato dentro da teologia cristã, sim, eu teria algumas. Mas, se você parte do princípio que isto desqualificaria meu raciocínio lógico, fica difícil... Contudo, também não se pode criticar diretamente a algo, propondo questões capciosas. É uma contradição. Se você pretende questionar o sentido do que seria a salvação ou o fim de todo sofrimento, deveria ser um pouco mais direto e menos ardiloso. O que lhe incomoda neste dogma? O conceito de paz eterna, talvez. Mas, creio que esteja partindo de uma premissa errada: você pensa a paz como a realização de todos os TEUS desejos pessoais e o fim de tudo que pode lhe causar incômodo. A questão é, qual é o centro de tua fé? Deus ou o teu ego? Pra alguém que acredita em Deus, o óbvio seria a submissão à perfeição de Deus, admitindo assim que somos todos falhos em relação a Ele. A Paz, para quem acredita em Deus, é a certeza de que o que Ele faz é o certo, e está acima de nossas vontades. Se você espera um Deus que te sirva e atenda às tuas vontades, sinto muito, sua percepção sobre a religião ainda não ultrapassou a Idade da Pedra.

Deus liberta! A religião escraviza.

Cômico é ler um teísta posando de intelectual quando o paradoxo expõe a sua crença ridícula.
Afinal quem é que tem cabecinha Franco? Aquele que questiona e procura explicações sensatas, ou o coitado que crê cegamente no que está escrito em um livro velho que conta estórias de um ser mitológico?
Um homem que fala sozinho é louco, o que fala com deus é religioso. Estranho que não tem diferença nenhuma entre os dois.

A própria pergunta e suas circunstâncias é de um simplismo comovente. O cristianismo não é uma religião que se apoia no agrado de uma divindade, buscando recompensas ou evitando maldições. Vocês não entendem isso né ? Nem querem né ? é melhor ficar no nível rasteiro tripudiando. Mas, o tal paradoxo não existe. Quando formos plenos espiritualmente (chamem de "céu" se for melhor para entender), teremos plena percepção da justiça e não haverá nada a questionar. Ninguém poderá alegar que sua escolha não foi consciente. Mas, deixa para lá. Vcs preferem diminuir tudo para caber em suas cabecinhas...

Li todos os comentários e achei interessante a discursão...
Sou cristã, não vou á igreja, tenho fé no meu Deus. Nos dias de hoje é isso que, em sumas palavras, posso definir sobre mim. A cada dia busco entender, tirar conclusões sobre religião, crença, ateísmo, e a mente humana. As pessoas aqui seguem firmemente defendendo suas opiniões, acho muito bom isso. E digo que isto pôde acrescentar mais ao meu pensamento, minhas conclusões ou a falta delas. Sobre o paradoxo deste post, que no caso não acho que é um paradoxo, mas uma questão muito subjetiva, de princípios de cada um. A resposta para mim é simplesmente: não sei.

Jorge.

Li e leio todos os comentários sobre o tema com o maior cuidado e várias vezes. Acho interessante, mas me furto ao debate. Não me é interessante. Ainda mais quando uma ideia proposta é refutada com escárnio pífio.

O nível baixa e o rumo se perde.

Tenho aqui vários amigos que se dizem ateus, mas a ironia da questão está justamente no empenho fanático de professar a não existência divina.

Sou teísta. Mas tenho aversão a religiões.

Continue acreditando mas estude mais.

Abraços.

Caro amigos, eu fiz essa pergunta para mostrar a vcs ateus que nem tudo tem explicação lógica ou racional.
E ter fé em Deus é isso.
Quem criou o universo foi Deus, mas Ele mesmo não foi criado. Só se chega a essa conclusão tendo uma visão espiritual da coisa, mas vcs não acreditam em corpo, alma e espírito(apesar de acreditarem em id, ego e superego), por isso tentam acha explicação lógica para uma coisa sem nenhuma lógica. Eu posso garantir pra vc e demais ateus que ninguém nunca vai encontrar resposta lógica à essa pergunta.
Sugiro que vcs passem a usar a fé que há dentro de vcs, pois não sabem o que estão perdendo.

eae Jorge? acredita agora no Grande Camundongo De Marte?

volto a dizer.

para ir ao paraíso é preciso ser fiel em deus, e pra ser fiel em deus é preciso fé, e pra ter fé é preciso não questionar sua existência.
assim como o Grande Camundongo De Marte irá fazer uma pessoa passar a eternidade congelado caso questionarem sua existência.

eu sou o messias dele, e aqui trago sua mensagem.

Caro Roberto, vc deve ser mais um ateu convicto, pois esse grupo tem uma característica peculiar.
Por não ter respostas às nossas dúvidas, partem para grosseria nos chamando de retardados, burros e coisas parecidas.
Por favor, já que vc se considera mais inteligente que os demais, então vc deve ter uma resposta à minha pergunta...

"Um conselho: melhor não perderem tempo com o tal Jorge. Ou o cara está gozando da cara de todos ou é um retardado "

Estou até acompanhando o debate e rindo de um ou outro. Ja sei como isso termina. Mas essa observação não me é muito elegante. Comentar sem ofender uma pessoa é uma arte que muitos tem. Mas os poucos que não a possuem pecam pelo excesso de grosseria.

TPFQ, esqueci,
Quanto à criação do mundo...
Eu fui sim à escola, e lá aprendi sobre o "big bang"
Só não me explicaram até hoje quem misturou os elementos químicos para que houvesse uma explosão?
Mas, talvez vc diga que houve uma combustão espontânea...
Mas aí vem outra pergunta? Quem criou os elementos para que houvesse uma combustão espontânea?
É isso que eu quero saber, vc pode me responder? talvez vc Xandy!

Um conselho: melhor não perderem tempo com o tal Jorge. Ou o cara está gozando da cara de todos ou é um retardado que está sem supervisão em casa. Ninguém normal consegue falar tanta besteira e ainda se achar com a razão.

TPFQ, como pode alguém dizer que acredita em Deus e questionar a existência do mesmo. Ou é ou não é?
Quanto ao aparelho digestivo, eu quis dizer que a bíblia se refere a um grande peixe, mas isso quer dizer que pode ser qualquer animal marinho. Vc conhece o aparelho digestivo de todos os animais marinhos...

Já que vc quer argumentos, então aí vai um que eu encontrei no site terra:
A cabeça de uma baleia-azul é tão grande que cinqüenta pessoas poderiam ficar em pé sobre sua língua. Além disso, um humano adulto poderia rastejar por suas largas artérias.
Segundo Domenichelli, esta espécie é exímia mergulhadora e pode atingir grandes profundidades, ficando até cerca de uma hora sem respirar graças ao seu pulmão, com capacidade para 5 mil litros de ar.
Quem sabe onde jonas foi parar quando foi engolido. De repente ficou preso, como quando uma comida fica presa no céu da sua boca, ou foi parar em algum lugar onde ele teve como respirar 3 dias. Cara, vc sabe o que é ter uma artéria onde um adulto pode rastejar? Eu não sei o q aconteceu, mas eu acredito.
É basicamente como os ateus fazem...Eu não sei como o mundo foi criado, mas não foi Deus...

TIAGO,FOXRAIDER,PENSADOR,QUE SEJA,SEI LA O QUE, MUITOS NOMES: WIN!

Jorge:Bem...nao foi dessa veiz....

Olha jorge, existe algo chamado deísmo, mas você pelo visto não sabe da existência disto também.

O tempo que Jonas supostamente ficou ou não dentro da barriga do tal peixe não me importa. Se você fosse esperto o suficiente, saberia que o termo "duas semanas" é totalmente figurativo. Pouco importa se ele ficou la dentro 5 minutos ou 5 anos, o que importa é que isso não aconteceu.

Quanto a pergunta de quem criou o mundo.

Vou tomar você por alguém que frequentou a escola e que fez uma faculdade no mínimo. À esta questão, aprendemos a resposta ainda no ensino fundamental. Eu prestei atenção nas aulas de ciências. Eu poderia te dar a resposta para diversas perguntas que você não tem resposta. Poderia citar diversas teorias, mas sei que você não vai dar ouvidos a nenhuma delas.

Espero que você tenha um bom dia, foi ótimo conversar com você, mas vejo que vossa senhoria não tem mais o que argumentar, portanto eu dou por encerrada a nossa discussão aqui.

Vou me despedir com uma frase de um grande pensador que nos trouxe muita luz ao nosso mundo:

"[...] nós conhecemos o aparelho digestivo de alguns peixes, mas não de todos."

TPFQ, vc diz que fez estudos bíblicos, mas vejo que leu pouco a bíblia, pois jonas ficou 3 dias e não 2 semanas. Quanto à ele ser engolido e sobreviver, nós conhecemos o aparelho digestivo de alguns peixes, mas não de todos.E quando se fala em peixe na bíblia, está se falando de qualquer animal marinho. Se vc não é ateu, então acredita em quê?

Jorge, eu comento com você justamente por ter participado de diversos estudos bíblicos. Estudei em um colégio adventista. Não quero usar a bíblia, tua única fonte de informação, contra você.

Só um detalhe, existe uma grande diferença entre estar soterrado e dentro da barriga de um peixe.

Soterrado, você fica a alguma distancia abaixo da terra sem luz, sem água e om pouco ar.

Dentro de um peixe, você se aloja no estômago. Você sabe o que é um estômago? Eu digo, é um lugar onde é armazenado ácido gástrico para digerir o que é engolido.

As diferenças foram bem claras. Jean, querido, só porque você acredita na tua religião, não necessita que ela esteja correta. Nada é 100% correto, até a ciência não é 100% correta, com exceto a matemática.

O que eu li foram diversos livros de história sobre diversas culturas antigas. Com fatos históricos, provas arqueológicas, tudo que prove de maneira concreta o que eu li.

Por fim, você deveria contra-argumentar o que eu digo. É parte da experiência de uma discussão. Eu te fiz uma pergunta que você não respondeu. Ao contrário, você fica repetindo uma mesma ladainha, sem acrescentar nada à discussão. Eu tento apresentar dados históricos, geográficos e qualquer outra forma de conhecimento que tenha sido comprovada. Você deveria fazer o mesmo. Nem que esta fonte seja a bíblia, tente argumentar, você só faz suposições em cima de fatos irracionais e ilógicos.

Também pede para eu comprovar tudo o que digo e argumento, quando outra pessoa que deveria estar fazendo isto. A pergunta do post não foi para mim. Não tenho que defender um ponto de vista que não é meu.

Para tua informação eu não sou ateu, apenas questiono tudo o que vejo e não tenho medo de correr atrás de informação.

Caro June, eu sei que o ônus da prova é meu. eu só peço que vcs me expliquem. Já que não foi Deus quem criou a terra, então quem foi. Já que não foi Deus quem criou o homem, de onde ele veio então?

Você errou em tudo no comentário anterior, você não disse nada que pudesse ser aproveitado, é isso. Você é tão limitado em conhecimento que conseguiu confundir id, ego e superego com corpo e espiríto.
O ônus da prova é seu, ateistas não precisam provar que algo que não existe, não existe. Na verdade é gente como você que deve provar a sua existência. O problema é que se debatem a mais de 2 mil anos e hoje não podem provar nem a existência de jesus.
Fik Dik para que leia ao menos a Bíblia para que saiba do q esta falando.

Caro TPFW, por isso que eu falo que vcs tem que conhecer mais a Bíblia. Nela não fala que foi uma baleia, e se um peixe. Nós sabemos que tem animais que entrarão em extinção que nós não conhecemos o tamanho deles. Quanto a ficar dentro do peixe, eu acho que vc já viu várias reportagens de pessoas que sobriveram soterradas por 30 dias sem comer nem beber nada.

Eu não quis explicar que tinham mais conhecimento que hoje, mas mostrar que aqueles que vcs consideram gênios, fazem colocações idênticas às da Bíblia.

Quanto a religião, a bíblia sagrada é a verdadeira religião, e todas as outras são erradas, e com o tempo vc verá.

PS: vc deveria procurar lê a bíblia pra ver o outro lado da versão. Vc só se preocupa com o ponto de vista ateu, vendo documentários e estudos agnósticos.

Jorge, eu estou sendo bem educado com você. Se o meu comentário não te agrada, não jogue pedras em mim. Eu não faço isso com você só por não concordar com a tua religião. Eu não quis provar que Deus não existe, só quis mostrar o quão vaga a crença religiosa das pessoas é. Eu pensei que não precisaria ficar explicando tudinho e te dar respostas vomitadas na boca, porque você é um homem adulto (suponho eu) e que saiba tirar as próprias conclusões do que lê e ouve.

Me desculpe, mas você quer que eu de referencias completas de livros que eu li e documentários que assisti para fundamentar o meu comentário?

"[...] é uma tremenda ignorância a pessoa dizer que não acredita em Deus, mas acredita em freud, socrates, ciência, física, etc."

Ao contrário de toda a abordagem religiosa, os filósofos, cientistas, psicólogos e afins procuram obter respostas a partir do estudo e da comprovação prática. Você entendeu tudinho até aqui?

Bem, agora vou explicar, de uma maneira mais demonstrativa, o quão vaga, simplista e até tendenciosa a visão religiosa é.

Na mitologia grega existe a estória de um brilhante poeta. Segundo o conto, o tal poeta numa viagem de navio foi atacado pela própria tripulação que tinha inveja de sua arte. Para se salvar ele pulou do navio e um golfinho surgiu do nada (pois todos os animais tinham encanto por este poeta) para dar carona para ele até o rei (na garupa do golfinho). E assim ele se salvou. Não vou me aprofundar muito nesse conto da mitologia grega.

Espero que você tenha lido esse trecho. Bem, agora eu te pergunto: se eu falasse que este conto é real, você acreditaria?

A resposta seria não. Você não acredita porque é absurdo um homem encantar um golfinho e usa-lo como meio de transporte, feito um cavalo? Ou você não acredita nesta estória porque ela não faz parte da tua cultura? Ou até mesmo, quem sabe as duas coisas ao mesmo tempo?

Saiba que os gregos tinham afeição pela sua cultura e eles a levavam a sério tal como você leva a tua e eu levo a minha.

Agora, se eles eram capazes de acreditar num conto fantasioso desse, o que faz você acreditar no teu? Estou disposto a ouvir tuas justificativas religiosas, mas saiba que a tua crença não defere de nenhuma outra. Sendo assim, de maneira imparcial, lógica e racional, você é igual a qualquer pessoa que vivia numa cultura antiga tal qual a dos gregos.

Se você quer defender teu ponto de vista de maneira mais eficaz, espero que comece por se imparcializar de tudo ao teu redor. Incluindo a tua própria opinião. Acredito que você tenha um lado crítico dentro de si, use-o a favor, você está comprometendo os próprios argumentos.

Eu não quero brigar, respeito o que você pensa, mas por favor, respeite o que eu penso.

A minha intenção é essa meu amigo. É mostrar que a psicanálise, psicologia e direito usam princípios bíblicos. Que é uma tremenda ignorância a pessoa dizer que não acredita em Deus, mas acredita em freud, socrates, ciência, física, etc.
Se vc discorda de mim, por favor seja mais claro. Vcs ateus são muito vagos. Por exemplo... Eu errei em quê no comentário anterior? Vc me chama de superfical mas não se explica...

Desculpa, eu esqueci que todo ateu é assim, diz que Deus não existe, mas não encontra provas. Diz que o mundo nasceu de uma explosão, mas não consegue provar quem gerou a explosão. Diz que não foi Deus que criou homem, mas não conseguem dizer de onde veio o homem( ou será que vc ainda acredita em Darwin).

Jorge, sinto em lhe dizer, mas há algo de muito equivocado no teu pensamento.

Vamos supor que alguém venha tentar te mudar de religião. Que tente te converter a uma religião pagã. Você irá aceitar? Não é claro, porque você tem total certeza de que a tua crença é a correta, é a que deve ser seguida.

E conforme você tem essa crença, todas as pessoas de outras religiões também tem. Mesmo que alguém tente convertê-la, ela simplesmente não vai querer mudar, por ter certeza de crer na coisa certa. Consequentemente, fica por terra o teu argumento das pessoas pagãs que "tem a oportunidade de conhecer ao 'Senhor Jesus'".

A bíblia não é um livro redentor da verdade. Em muitos pontos ela contradiz a si mesma, sem falar nas partes em que propaga o absurdo. Este livro foi escrito por homens, co as leis dos homens e para os homens. O que acontece é que eles escreviam as próprias leis dentro do livro sagrado atribuindo-as a Deus, nada mais. Se você ler atentamente à bíblia perceberá que em muitos pontos há diversas situações em que eventos naturais são atribuídos a fontes divinas. Também perceberá absurdos, impossíveis, de qualquer maneira, como um homem sobreviver duas semanas dentro da barriga de uma baleia. Também tem as leis nela escrita, que contradizem a si próprias em diversos pontos diferentes.

Você bem sabe, assim como eu, que a bíblia foi escrita por homens. Eles não tiveram escrúpulos de propagar as próprias leis como verdades divinas, porque essas "verdades divinas", fariam com que o povo da época seguisse as normas, impedindo o descontrole total.

Você também argumentou a questão de " há [sic] 2000 anos atrás tinham mais conhecimento do que nós hoje". Isto é totalmente ilógico, irracional e errôneo, não preciso mais especificar o porquê, se tornaria repetitivo.

Em alguns documentários que assisti na discovery e também em livros (incluindo religiosos), foi me apresentado algo que mudou muito mais a forma como eu via a religião. Em específico toda a proveniente da cultura hebraica. Você sabia que quase todos os "autores" da bíblia, se drogavam com ópio na espera de uma resposta divina? Como na época não tinham conhecimento sobre os efeitos alucinógenos, o que você acha que eles iriam pensar? E repito, estas pessoas ainda escreviam um livro que iria ser tido como absoluto.

Eu poderia ficar o dia todo apresentando fatos de como "casual" a nossa religião é. Ela surgiu tão a partir do nada quanto o próprio big-bang.

Eu não estou criticando quem segue religiões, muito menos a todos os cristãos e afins. Só quero dizer que muitas vezes, por não conhecer os primórdios da nossa própria cultura, acabamos por propagar algo que necessariamente não precisa ser o correto, o mais justo. E que por fim temos que ter cuidado com isso.

Jorge, acho que deveria se aprofundar mais em suas leituras para que sua opinião não fosse tão superficial quase margeando a imbecilidade. Você juntou em um caldeirao psicanálise, psicologia,direito e religião, mas só disse besteiras religiosas. Depois ainda reclama quando te chamam de burro.eu hein, procura um psiquiatra,seu caso parece sério

Caro TPFW, há uma grande diferença entre religião e fé na palavra de Deus(Nem todos que tem uma religião seguem de fato o que está escrito na palavra de Deus; razão esta de existirem várias religiões, pois cada um interpreta a Bíblia à sua maneira). É mais ou menos como as leis... vai da interpretação de cada juiz. Tem juiz que interpreta as leis com interesses próprios, é o caso de juízes corruptos, assim também tem religiões que interpretam a Bíblia(que por sinal é o livro das leis Divinas) com interesses próprios. Porém, existem aqueles juizes que interpretam as leis de forma justa, visando manter o equilibrio natural da humanidade, é o caso das religiões que interpretam a Bíblia de forma justa, sem interesses próprios, visando manter um equilíbrio espiritual da humanidade. Afinal de contas, o ser humano é formado de corpo, alma e espírito, ou como diria Freud "id, ego e superego"(é interessante como tem ateus que chamam freud de gênio por fazer colocações como essa a menos de 100 anos atrás, mas duvidam da Bíblia que fala a mesma coisa à mais de 2000 anos atrás; depois somos nós que temos um QI reduzido... ).
As leis humanas são para cuidar do corpo, porém as leis de Deus são para cuidar da alma e do espírito, por isso é tão difícil entrar na cabeça de alguém que acredita que o ser humano seja formado só de corpo.
Em relação à pessoa que durante toda a sua vida não teve oportunidade de conhecer o Deus da Bíblia(que é o caso de indios, ou pessoas que morreram sem ouvir falar no Senhor Jesus), ela será julgada segundo a sua consciência. Porém, aqueles que estão tendo oportunidade de conhecer o Senhor Jesus, mas não o fazem por orgulho ou arrogância, esses realmente irão descobrir que Deus existe da pior maneira. Por isso, caro TPFW e demais ateus, procurem conhecer ao Deus da Bíblia, porém muito cuidado com a religião que vc vai frequentar...
Uma dica infalível: assim como se descobre um juiz corrupto conhecendo-se às leis. Procure lê a Bílbia que vc vai descobrir quais religiões são de fato justas e verdadeiras, e quais àquelas corruptas.

Meu garoto!

maria, querida, a pergunta do admin pouco me importa...o que me importa foi dar a minha opinião sobre a crença religiosa do ser humano...a pergunta do admin que responda quem se importe de fato com a religião...

É fox,

Falou, falou mas não respondeu a pergunta do Admin.

Eu vou comentar bem atrasado, mas vou fazer parte da festa também, já que todos os mdiguianos vieram pra cá sem me convidar (que coisa feia, ai ai ai).

Vou repetir o que eu já digo a sete séculos.
Qualquer um que tenha estudado o mínimo de filosofia, sociologia, mitologia, historia antiga entre outros assuntos relacionados à cultura antiga vai provavelmente concordar comigo.

A religião nada mais é do que uma forma que o homem encontrou pra matar dois coelhos a uma cajadada só. Primeiro ele dá respostas imediatas a perguntas ainda sem respostas. Segundo e mais importante, a religião ajuda a controlar o povo, evitando assim uma possível anarquia.

Se pensarmos mais claramente, veremos que a "nossa religião", ou melhor dizendo, a nossa cultura cristã não se difere muito de outras religiões pagãs da antiguidade. Levando em consideração que ambas vieram do mesmo princípio.

Podemos levar em conta também outros fatores. Todos os ateus não serão "salvos", segundo a nossa tradição. E uma pessoa que nasce numa religião pagã? Ela não acredita no mesmo deus dos cristãos, logo ela é ateia, logo não será salva.

Sendo assim, todo e qualquer conceito de religião é contraditório pela própria natureza. O que faz com que ele seja aceito é a o medo da morte e a vontade de que nada acabe após ela, também como a certeza de justiça. Enquanto as pessoas tiverem medo além de não se sentirem prontas para o mundo, os conceitos de religião nunca deixarão de existir.

Ô Xandy(deve ser abreviação de Alexandre, o Grande), você falou um monte de baboseira, mas não respondeu a minha pergunta. É muito difícil pra você não é?E o nome é paradoxo mesmo, pois os pensamentos de Deus são contrários aos do senso comum. Por falar nisso, aí vai outro pra vc e seu amigos ateus...1 ano era equivalente a 366 dias, porém, em algum momento da história, sumiram 18 horas. Como isso aconteceu?
Já que esse é mais difícil que o outro, eu vou facilitar pra vc... Leia na Bíblia a história de Josué e o rei Ezequias que vc vai entender, Ó grande sábio!

Cleidson, esquece! Vc não é o primeiro e nem vai ser o ultimo que teima com isso. É só um nick! Tb não tô a fim de encrença por mitologia. Seja a A ou B!

O Paradoxo logo acima é mais interessante!

pt.wikipedia.org/wiki/Normandos

Té mais!

Luisão, para que Deus perdôe alguém é necessário o arrependimento sincero de seus pecados. Deus perdôa o pecador arrependido.

Porém há o livre arbítrio, esse filho criminoso escolheu o seu caminho por livre vontade. Se todo mundo indica à uma pessoa um céu maravilhoso, e, essa pessoa insiste em ir para um inferno por livre vontade, o azar é dela.
Os pais desse filho criminoso vão estar com a conciencia tranquila que tudo fizeram para o bem dele.

Sem querer esticar a discussão Tywax, a única relação dos normandos com o Edda foram os invasores da Normandia. Não existe idioma normando e muito menos um deus nórdico chamado Tywax. Sinto dizer que sua tradução é bem equivocada.

A tradução esta correta Cleidson. Já revi. E é normando não normadia (A Norma de dia? É isso?)

Concordo quanto a Bíblia, se contradiz uma vez sobre a outra. Ela é o 'Caminho Suave' de tudo isso.

E por favor, não fique quieto! Um pingo de inteligencia aqui ajuda muito!

Eu não ia nem comentar mas frente a tanta bobagem escrita nestes comentários. Um tentou reescrever a Bíblia, livrinho ruim que está precisando mesmo de um "up". O outro reescreve a mitologia nórdica criando inclusive um novo personagem, um tal de Tywax na Normadia (Huahuahauhauhau). Melhor ficar quieto viu.

Tu não sabes o que é um paradoxo (uma situação contrária ao senso comum). O que estás propondo é uma dúvida, a que já tens uma resposta bem infantil e imbecil pronta. Poderíamos falar de teorias, de universo em expansão, de reação em cadeia, de reação espontânea... mas é bem provável que acredites que até a massaroca transformada no fim de seu intestino seja obra de Deus. Vai obrar cara!

Ô Xandy! Se vc deve rir ou vomitar eu não sei, mas que vc deve se sentir vazio eu tenho certeza. Pois a pessoas sem Deus é assim que se sentem. Já que vc se acha tão inteligente... Aí vai um paradoxo pra vc e outros ateus... Segundo dizem, o mundo foi gerado de uma grande explosão(big bang). Ora, se para haver uma explosão tem de haver uma mistura de elementos químicos. Quem provocou essa mistura? ou quem criou esses elementos para que houvesse essa explosão. Resolve esse paradoxo que eu tenho outros ô grande sábio?

Curioso.

O interessante é que não foi para o individuo em questão, mas faz uma força pra aparecer que nunca vi coisa igual. Tem outros comentários ai logo acima se não notou.

E é retórica mesmo!

P.s.: Tywax/Tyr - São os mesmos nomes na tradução normanda.

Best regards!

Pela falta de consistência e dificuldade para se expressar penso que Tywax e Tyr são as mesmas pessoas? Estou certo? Precisa rever seu problema de auto-estima meu caro, mas devo pedir que por favor me erre. Não é homofobia nem nada, mas deve saber que sou hetero e acho que esta sua perseguição comigo já cheira vingança de bicha burra.

Em todo caso vou responder suas dúvidas: não conseguiu relacionar e nunca irá, pois a religião está relacionada com a falta da inteligência. A mesma que demonstras claramente ao reclamar de retórica, sem saber exatamene o seu significado, se portando como um retórico (no sentido depreciativo). A palavra que querias usar é sofisma. De nada...

Ainda não consegui relacionar inteligencia com religião. Sério mesmo!
Por que se quem segue uma não tem um Q.I. satisfatório, pelo que vejo, quem não segue nenhuma não fica a dever nada!

É retórica em cima de retórica! Parece que decorou um script e segue ele o tempo todo.

Já sabedoria...

Para de cheirar vela Anita, isto ainda vai te matar ;-)

Olha eu aqui de novo... Só lendo.
Não é mal é falta de bondade.
E uma coisa. Já pensou se o seu pai ficasse até hoje tomando conta de você?
Já te deu o livre arbítrio e ainda quer que ele resolva tuas pendengas?
Mas tu é muito folgado mesmo!

São por opiniões como a escrita pelo Jorge e Anita que a a religião é relacionada com atotal falta de inteligência. Não sei se devo rir ou vomitar.

Como todos sabem a bília é um livro vagabundo, escrito de forma medíore e interpretada segundo a conveniência das religiões. Quem é que se importa com o que ela diz? Apenas coitados que não conseguem raciocinar por si só.

para ir ao paraíso é preciso ser fiel em deus, e pra ser fiel em deus é preciso fé, e pra ter fé é preciso não questionar sua existência.
assim como o Grande Camundongo De Marte irá fazer uma pessoa passar a eternidade congelado caso questionarem sua existência.

sério.

eu sou o messias dele, e aqui trago sua mensagem.

passar bem.

está escrito "crê no Senhor Jesus e será salvo tu e tua casa". Então, se eu crê em Deus, e manter a minha fidelidade a Ele, somente a Ele, a minha família será salva, por amor a mim. Porém, isso não vai impedir deles sofrerem em vida por não terem um compromisso com Deus, e essa é a razão de eu querer que toda a minha família se converta. Outro detalhe, no céu, conforme a Bíblia, ninguém vai lembrar de nada, nem de ninguém, pois não haverá pais, mães, filhos, amigos, etc. todos serão filhos de Deus. Portanto quem for pro céu não irá lembra que teve filhos, irmãos, pai, mãe, amigos, etc. Mais algum paradoxo?

Cada ser tem o livre arbítrio de escolher entre o bem e o mal em tudo o que faz, e o próprio Jesus disse que mesmo uma aguá que fosse dada a alguém seria levado em conta. Se alguém escolheu esse caminho tortuoso aqui na terra com certeza não merece o reino do céus já que não cumpriu os mandamentos de Deus, mas Deus vê alem do que os nossos olhos podem ver e só ele sabe o que ha no nosso coração, antes mesmo de pensar em fazer algo Deus já sabe o que pensamos, Enfim Deus não mentiria apagando da mente desses pais esse filho mas também não permitiria o sofrimento deles, pois no Céu não existe marido e mulher todos são como anjos sendo assim o único pai e o próprio Deus e todos são como irmãos, essa vida terrena ficaria completamente pra traz. Ja esse filho fez a escolha dele nasceu numa família religiosa conheceu esse Deus bondoso mas preferiu rejeita-lo e fazer tudo contrario as leis de Deus só Deus conhecendo o coração desse filho e que sabe para onde ele vai. O céu e o inferno existem e cada ser humano pode escolher ja aqui na terra se quer viver no céu ou no inferno isso e tao claro que quando a pessoa escolhe viver no inferno ela já começa a viver isso aqui na terra roubando matando como esse garoto do texto. Quando alguém conhece a Deus e quer encontrar pretextos para fazer o que e errado sem ter dor na conciencia começa a criar perguntas que humanamente falando seria impossível de responder ja que para crer em Deus e preciso antes de tudo ter fé. Nao e errado nos questionarmos sobre Deus, desde que isso nao seja um pretexto para nos revoltar contra ele como fizeram os anjos que foram expulsos.

Página 1 de 2 (53 comentários)
« Ant. | Primeira | 1 | 2 | | Última | Prox. »

Deixe um comentário sobre o artigo