Quais alimentos realmente ajudam a combater o envelhecimento

LuisaoCS

Quais alimentos realmente ajudam a combater o envelhecimento

Os cogumelos, em particular os conhecidos como Boletus edulis (como míscaro ou tortulho), contêm quantidades inusualmente altas de dois antioxidantes, motivo pelo qual poderiam ajudar a combater o envelhecimento e reforçar a saúde, segundo uma equipe de pesquisadores da Universidade da Pensilvânia.

Um estudo realizado por estes especialistas determinou que os fungos têm grandes quantidades de ergotioneina e glutationa, dois antioxidantes de grande importância, informou Robert Beelman, professor emérito de ciências da alimentação e diretor do Centro Estatal de Plantas e Produtos de Fungos para a Saúde, da referida universidade.

Desta maneira, seu consumo ajudaria a neutralizar os impactos negativos do estresse sobre o corpo humano. Os pesquisadores também descobriram que as quantidades de ambos compostos variam muito entre as diferentes espécies de fungos.

Beelman disse que, sem dúvida, os cogumelos são a maior fonte destes dois antioxidantes e que algumas de suas variedades estão realmente "cheias de ambos". As quantidades de ergotioneína e glutationa nos fungos varia segundo a espécie, e são os porcinos -uma variedade silvestre- os que contêm em amor abundância ambos compostos, entre as 13 analisadas.

Outros cogumelos mais comuns, como o champignon (Agaricus bisporus), têm menos antioxidantes, ainda que sempre em proporção mais alta que a maioria dos demais alimentos.

Segundo os especialistas, futuras investigações deveriam considerar o papel que possam desempenhar a ergotioneína e a glutationa na diminuição de doenças neurodegenerativas como o Parkinson ou Alzheimer.

Via | Penn State.



Notícias relacionadas:

 

Comentários

Nenhum comentário ainda!

Deixe um comentário sobre o artigo