Aprender guitarra pra quê? Hackeia sua mão

LuisaoCS

Não aprenda guitarra, hackeia uma mão

Sempre quis ser Eric Clapton ou Santana, mas meus dedos por mais calos que criem, não se adaptam a corda de aço da guitarra e terminei mesmo abraçado com meu DiGiorgio com cordas de nylon. De modo que para fazer um solo chorado, pego minha guitarra de ar e faço os ponteios com a boca enquanto mexo os dedos à toa tocando um instrumento que só existe em minha imaginação. Não tenho muitos fãs?


Tudo isso aconteceu por ter nascido na época incorreta. No futuro, talvez não seja necessário treinar como um louco no Guitar Hero. Bastará colocar-se sobre o antebraço um aparelho que controle seus dedos mediante descargas elétricas em seus músculos. O milagre, ainda em fase de desenvolvimento, se chama PossessedHand (literalmente "mão possuída") e se terminam de aperfeiçoar o processo, conseguirá fazer qualquer pessoa passar por um músico virtuoso quando necessite impressionar aquela garota tão esquiva.

Ao menos isso é o que tentam fazer cientistas japoneses da Universidade de Tóquio em conjunto com os Laboratórios Científicos da divisão da Sony Computer. Por enquanto criaram uma espécie de "munhequeira" para o antebraço que conta com 28 eletrodos. As descargas emitidas fazem flexionar as uniões entre os três ossos de cada dedo e os dois dedos do polegar, além de mover a munheca em duas posições.

O controle dos dedos não corre por conta de seus legítimos donos, senão da máquina. Motivo pelo qual em realidade seus dedos se moveriam inclusive com os olhos fechados e dormindo. Por enquanto os cientistas, satisfeitos em ter "hackeado" uma mão, tentam ensinar os participantes a tocar o Koto (instrumento tradicional japonês). Mas daí à guitarra é só mais um passo.

Há que dizer que a força provocada pelas descargas não é suficiente para pulsar cada corda, mas com a colaboração do aprendiz de músico, as coisas podem ir melhorando com o tempo.

Deve ser um pouco estranho sentir que sua mão deixa de te pertencer e atua por sua livre vontade, lembra um pouco aquela síndrome da mão alheia.

Via | New Scientist.


Notícias relacionadas:

 

Comentários

prevejo uma roupa com uma bateria biológica e eltrodos imbutidos que controla as pessoas...

Deixe um comentário sobre o artigo