A ciência confirma o que vovó já sabia: melhor só do que mal acompanhado

LuisaoCS

A ciência confirma o que vovó já sabia: melhor só do que mal acompanhado

Um estudo publicado em a revista científica "Family Psychology" demonstra que é melhor estar só do que com a pessoa equivocada, já que as relações costumam estar fortemente relacionadas a saúde tanto física como mental.

Faz alguns anos, pesquisadores da Universidade de Buffalo, em Nova York, dedicaram dois anos a estudar as relações amorosas de duzentos jovens e adultos, casados ou namorados, e chegaram à certeza de que em ambos casos o casamento influía na saúde dos envolvidos.


Algumas pessoas pensam que é melhor estar com alguém, ainda que não esteja totalmente satisfeito com sua relação, simplesmente com o objetivo de não ficarem sozinhas. No entanto, o estudo demonstra que este efeito pode ter um grande impacto negativo na saúde.

Os resultados do estudo determinaram que os membros de um casal que se sentem cômodos um com o outro, que se entendem e que não discutem habitualmente têm melhor saúde que os contrários. Segundo disse Ashley Barr, o responsável por este estudo:

- "A falta de estabilidade nas relações está relacionada diretamente com a depressão, o vício em álcool e com problemas de saúde em geral".

Esta mesma questão foi publicada em outra revista científica "Psychosomatic Medicine", com dados que informavam que os casais que constantemente discutem têm 85% de probabilidades de ter doenças cardiovasculares frente aqueles casais que vivem de maneira tranquila junto a seu cônjuge.

Via | a.


Notícias relacionadas:

 

Comentários

Nenhum comentário ainda!

Deixe um comentário sobre o artigo